Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1845
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorDIAS, Wagner Alceu-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1908873255386218por
dc.contributor.advisor1CALAÇA, Manoel-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1893714192029341por
dc.date.accessioned2014-07-29T15:31:58Z-
dc.date.available2010-10-25-
dc.date.issued2010-01-27-
dc.identifier.citationDIAS, Wagner Alceu. In the dark of gold, the brightness of the Cerrado: the dynamics of the territorial council Crixás-Go. 2010. 135 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2010.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1845-
dc.description.resumoA história de Crixás remonta as primeiras lavras de ouro em Goiás. No início da formação territorial desse município circunscreve o conflito entre bandeirantes e indígenas, que nos permite uma análise do processo de territorialização e desterritorialização, cuja essência está estruturada no esforço da compreensão dos atores sociais daquela localidade. Dessa forma, fica claro que o território de Crixás foi estabelecido por uma relação de interesses estritamente econômicos. Portanto, podemos constatar a existência de um território, cuja ordem conceitual se expressa pela ideia de domínio, organização e gestão de uma determinada área, como alerta Manuel Correa de Andrade. Embora o Estado de Goiás manifeste uma miscelânea territorial econômica, sua estrutura fora se afirmando através dos primeiros arraiais, que a partir de então desenvolveram, gradativamente, perfis econômicos distintos desde a mineração. Posteriormente, perpassa pela pecuária e agricultura, até desembocar no agronegócio, que administra todos os perfis econômicos promovendo uma reestruturação no setor produtivo. Em Crixás, a mineração e a pecúária são mantidas enquanto atividades econômicas, porém sua produtividade é intensificada por meio de novas relações de produção, impostas pela industrialização progressiva. Nessa perspectiva, podemos fazer uma analogia da sua estrutura econômica a partir do Bioma Cerrado que resguarda amarelos naturais contraditórios. O amarelo do ouro e o amarelo do pequi . Ambos amarelos com valores econômicos e culturais. Todavia, o ouro já não tem o brilho da emancipação humana . O processo de industrialização exercida pela mineradora Serra Grande insere sua produção no mercado global. Assim, o brilho do ouro é refletido na Europa, Japão e outros países, tendo ações negociadas nas bolsas de Joanesburgo, Nova Iorque, Austrália e Gana. Já o pequi perde abundância para as pastagens. Mesmo com o crescimento da pecuária em Crixás, acontece a festa desse fruto, cujo objetivo é demonstrar a riqueza do Cerrado e sua importância para a cultura de seu povo. Para tanto, o município de Crixás possui sua estrutura econômica sustentada por contradições e conflitos territoriais. As circunstâncias da metodologia da pesquisa requerem a primazia do estudo agrário e regional, perfazendo análises comparativas históricas e contemporâneas. Para sustentar a presente pesquisa, adotaremos a linha teórica baseada no materialismo histórico e dialético, com objetivo de contemplar a totalização da dinâmica territorial do município de Crixás-Go, para mediar nossa compreensão do seu papel econômico no contexto goiano.por
dc.description.abstractThe story goes Crixás the first gold mines in Pennsylvania in the early formation of the territorial city limits the conflict between pioneers and Indians, which allows an analysis of the process of territorialization and deterritorialization, whose essence is structured in the effort of understanding the actors social in that locality. Thus, it is clear that the territory of Crixás was established by a ratio of narrow economic interests. Therefore, we note the existence of a territory whose order is expressed by the conceptual idea of the field, organization and management of a particular area, as a warning Manuel Correa de Andrade. Although the state of Goias express a patchwork territorial economic structure had been asserting themselves through the first camp, which since then developed gradually distinct economic profiles from mining. Subsequently embraced by livestock and agriculture, before emptying into the agribusiness, which manages all profiles promoting economic restructuring in the productive sector. In Crixás, mining and livestock are kept as economic activities, but their productivity is enhanced by new relations of production imposed by the progressive industrialization. From this perspective, we can make an analogy between their economic structures from the Cerrado biome that protects "yellow natural" contradictory. The "yellow gold" and "yellow pequi." Both yellow with economic and cultural values. However, the gold no longer has the "brightness of human emancipation." The process of industrialization exerted by the mining Sierra Grande enters its production in the global market. Thus, the "brightness" of gold is reflected in Europe, Japan and other countries, with shares traded on the Johannesburg, New York, Australia and Ghana. Already pequi loses plenty to pasture. Even with the growth of livestock in Crixás party happens this fruit, whose purpose is to demonstrate the richness of the Cerrado and its importance to the culture of his people. To this end, the municipality of Crixás has sustained its economic structure by contradictions and conflicts over land. The circumstances of the research methodology require the primacy of the agrarian and regional studies, making comparative analysis of historical and contemporary. In support of this research, we will adopt a theoretical framework based on dialectical and historical materialism, aiming to address the aggregation of local dynamics in the city of Crixás-Go to mediate our understanding of its role in the economic context Goias.eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2014-07-29T15:31:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertacao wagner a dias.pdf: 5244352 bytes, checksum: cfda71e52b618310397f987fb6d9b4be (MD5) Previous issue date: 2010-01-27eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://repositorio.bc.ufg.br/TEDE/retrieve/3311/dissertacao%20wagner%20a%20dias.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Goiáspor
dc.publisher.departmentCiências Humanaspor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFGpor
dc.publisher.programMestrado em Geografiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectCrixáspor
dc.subjectTerritóriopor
dc.subjectEstrutura Econômicapor
dc.subjectOuropor
dc.subjectCerradopor
dc.subjectCrixáseng
dc.subjectTerritoryeng
dc.subjectEconomic Structureeng
dc.subjectGoldeng
dc.subjectCerradoeng
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIApor
dc.titleNo obscuro do ouro, o brilho do Cerrado: a dinâmica territorial do município de Crixás-Gopor
dc.title.alternativeIn the dark of gold, the brightness of the Cerrado: the dynamics of the territorial council Crixás-Goeng
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
dissertacao wagner a dias.pdf5,12 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.