Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2435
Tipo do documento: Dissertação
Título: O fenômeno da monotongação no português Tapuio
Título(s) alternativo(s): The phenomenon of monophthongization in Tapuio portuguese
Autor: TRINDADE, Israel Elias
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5416031902418664
Primeiro orientador: SILVA, Maria do Socorro Pimentel da
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8282083433640454
Resumo: O fenômeno da monotongação se caracteriza pelo apagamento dos glides [j] e [w], em ditongos orais, e pela desnasalização [Ø], em ditongos nasais, decorrente do apagamento do segmento nasal [+nasal]. Estudos preliminares acerca do fenômeno da monotongação no português brasileiro revelaram que sua ocorrência é determinada pelo contexto linguístico: a monotongação é um fenômeno que se restringe aos ditongos decrescentes, fracos ou verdadeiros, ou seja, aqueles em que o glide está na posição de coda da sílaba. Trata-se de um fenômeno de alta ocorrência no Português falado. Nossa pesquisa consiste em um estudo de caso que buscou investigar e descrever a ocorrência desse fenômeno como característica da variante do português brasileiro como língua indígena na comunidade Tapuia do Carretão (GO), grupo indígena formado pelo resultado de um processo de miscigenação de cinco nações indígenas (Xavante, Xerente, Javaé, Kaiapó do Sul e Karajá) mais não-indígenas (negros e brancos), bem como a visão que os falantes têm de seu vernáculo. Este trabalho mostrou-nos que a monotongação é mesmo de ocorrência maior em ditongos decrescentes, mas não se limita a eles. Notamos ocorrências desse fenômeno em ditongos crescentes, ou seja, quando o glide ocupa a posição de ataque da sílaba. Isso refuta, no português Tapuio, a existência de ditongos leves e pesados, uma vez que todos são passíveis de ocorrência de monotongação. Referendamos também que a monotongação é influenciada por fatores sociais, e por meio de estudo de redes, baseado em Milroy (1980), Bortoni-Ricardo (1985, 2005) e Rezende Santos (2008), referendamos que falantes de rede insulada tendem a manter o vernáculo. Nossos estudos revelaram, ademais, que, nessa comunidade, a valorização da forma monotongada se estendeu a todas as redes, sinalizando o consenso entre os falantes acerca da valorização dessa característica. O uso consciente da forma monotongada mostrounos que os Tapuio reconhecem que essa variante do português brasileiro pode ser sim a sua língua indígena, e que a monotongação é uma característica marcante desse português Tapuio
Abstract: The phenomenon of monophthongization is characterized by the deletion of glides [j] and [w] in oral diphthongs and by denasalization [Ø] in nasal diphthongs, as a result of the deletion of the nasal segment [+nasal]. Preliminary studies on monophthongization in Brazilian Portuguese have revealed that its occurrence is determined by linguistic context. Thus, this phenomenon is restricted to falling, weak or true diphthongs − in which the glide is placed on the syllable coda − and it occurs frequently in spoken Portuguese. This study case aimed to investigate and describe monophthongization as a feature of the indigenous language of the community Tapuia do Carretão (GO), regarded as a variant of Brazilian Portuguese. In addition, this study shows how the community speakers regard their language. This indigenous group originated from a miscigenation process involving five indigenous nations (Xavante, Xerente, Javaé, Kaiapó do Sul, and Karajá) and non-indigenous races (black and white). The present findings reveal that monophthongization does in fact occur with greater frequency in falling diphthongs, but occurrences were also observed in rising diphthongs, in which the glide occupies the syllable s onset. In Tapuio Portuguese, this refutes the existence of strong and weak diphthongs because all diphthongs are susceptible to monophthongization. In addition, this study shows that monophthongization is a social phenomenon, and based on the study of networks by Milroy (1980), Bortoni-Ricardo (1985, 2005) and Rezende Santos (2008), this study shows that speakers of insulated networks tend to maintain their native language. Furthermore, the valorization of the monophthongized form was extended to all the community networks, which indicates an agreement among the speakers on this regard. The conscious use of the monophthongized form shows that the Tapuio community acknowledges this variant of Brazilian Portuguese as its indigenous language and that monophthongization is a dominant feature of Tapuio Portuguese
Palavras-chave: Monotongação
Redes de interação
Variação Linguística
português Tapuio
Monophthongization
linguistic variation
interaction networks
Tapuio portuguese
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Lingüística, Letras e Artes
Programa: Mestrado em Letras e Linguística
Citação: TRINDADE, Israel Elias. The phenomenon of monophthongization in Tapuio portuguese. 2009. 148 f. Dissertação (Mestrado em Lingüística, Letras e Artes) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2435
Data de defesa: 24-Ago-2009
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ISRAEL ELIAS TRINDADE.pdf2,52 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.