Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2911
Tipo do documento: Dissertação
Título: Opinião pública e linguagem política no A Matutina Meiapontense (1830-1834)
Título(s) alternativo(s): Public opinion and political language in the A Matutina Meiapotense (1830-1834)
Autor: Costa, Thalles Murilo Vaz
Currículo Lattes do Autor: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4433951Y6
Primeiro orientador: Silva, Luiz Sérgio Duarte da
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4785963P2
Resumo: O A Matutina Meiapontense (1830-1834) foi o primeiro periódico de Goiás e representa o despertar das elites regionais para o uso da imprensa como instrumento de luta pelo poder, de debate público das ideias e de legitimação dos interesses de grupo. Ademais, o impresso foi o pioneiro documento produzido pelas elites goianas com densidade e regularidade, elemento fundamental para se compreender os sentidos da linguagem constitucional e o comportamento político dos cidadãos que encaminharam o escrito impresso por mais de quatro anos consecutivos. Diante disso, o trabalho defende que a linguagem política liberal do A Matutina Meiapontense se modificou ao longo dos anos de sua circulação de acordo com os interesses da elite que lhe conduzia, a qual organizou e significou a realidade multiforme brasileira entre o fim do Primeiro Reinado e os primeiros anos da Regência segundo seus interesses. Em poucas palavras, a linguagem liberal e constitucionalista do periódico era ao mesmo tempo expressão e resultado da luta pelo poder na Província de Goiás.
Abstract: The A Matutina Meiapontense (1830 – 1834) was the first jornal of Goiás and represents the awakening of regional elites for the use of media as a tool for power struggle, public debate of ideas and legitimacy of group interests. Moreover, the printed document was the pioneer produced by the regional elites with density and regularity, fundamental to understand the meanings of the constitutional language political and the behavior of citizens who forwarded the written form for more than four consecutive years. View of this, the work argues that liberal political language of A Matutina Meiapontense has changed over the years of its circulation in accordance with the interests of the elite that led him, which organized and meant multiform Brazilian reality between the end of the First Reign and the early years of the Regency according to their interests. Shortly, the liberal and constitutionalist language of the journal was both expression and result of the struggle for power in the Province of Goiás.
Palavras-chave: Periódico
Poder
Linguagem política
Primeiro Reinado
Regência
Goiás
Periodical
Power
Political language
First Reign
Regency
Goiás
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Historia (FH)
Citação: COSTA, Thalles Murilo Vaz. Opinião pública e linguagem política no A Matutina Meiapontense (1830-1834). 2013. 190 f. Dissertação (Mestrado em Historia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2911
Data de defesa: 23-Ago-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_thalles_murilo.pdfDissertação - PPGHIS/RG - Thalles Murilo Vaz Costa3,48 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons