Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2964
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSilva, Rafael Siqueira-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1573729723278166por
dc.contributor.advisor1Cedro, Wellington lima-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1123884255260078por
dc.date.accessioned2014-08-29T13:07:30Z-
dc.date.issued2013-09-06-
dc.identifier.citationSILVA, Rafael Siqueira. Os indícios de um processo de formação: a organização do ensino no clube de matemática. 2013. 213 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/2964-
dc.description.resumoCompreender a educação na formação do individuo perpassa, em sua essência, pela compreensão dos modos objetivos de efetivar sua participação em tudo que lhe é próprio e pertencente como ser humano. Nessa perspectiva, o processo de escolarização deve pautar-se no pleno desenvolvimento das capacidades psíquicas dos indivíduos por meio da apropriação dos bens culturais produzidos pelas gerações que os antecederam. Assim, é somente por meio de uma organização do ensino preocupada com tais questões que se consolidam em atuações pedagógicas voltadas para uma educação humanizadora. Para tanto, torna-se fundamental a construção de propostas para a formação de professores capazes de concretizar tais questões no trato direto com a sala de aula. Pautada nessas questões, esta pesquisa apresenta o conjunto de ações investigativas das transformações no processo de organização do ensino de professores participantes no projeto Clube de Matemática da Universidade Federal de Goiás, em 2011. Com base nos princípios teóricos da Teoria Histórico-Cultural e da Teoria da Atividade, o projeto Clube de Matemática foi criado com o objetivo de possibilitar uma formação docente que agrega tais valores. Dessa forma, esta investigação se desenvolve no contexto de participação, no Clube de Matemática, de três professores em atuação no ensino básico do município de Goiânia. A pesquisa de cunho qualitativo se delineia a partir dos princípios do materialismo histórico-dialético e se efetiva por meio de um conjunto de intervenções organizadas no experimento didático. Sobre isso, a obtenção das informações se deu ao longo de todo o processo, dividida em entrevistas iniciais, reuniões coletivas, observação das ações nas escolas, momentos de reflexão e entrevistas finais. Tais informações foram sistematizadas em três unidades de análise que se dividem em: o modo particular de organização das ações pedagógicas no Clube de Matemática; a construção de uma identidade coletiva para a ação pedagógica; a formação de novos sentidos atribuídos ao ser/fazer docente. De maneira conclusiva, depreendemos que as ações dos professores que indicam mudanças em sua organização de ensino se configuram em: incorporação de elementos pautados na educação humanizadora; construção de uma identidade docente coletiva; reprodução e/ou replicação como tentativas de satisfação de novas necessidades; e promoção de mudanças em sua realidade como reflexo da produção de novos sentidos atribuídos ao ser/fazer docente.por
dc.description.abstractUnderstand education in the formation of the individual pervades by understanding the ways of effecting their participation goals for all of its own as a human being and belonging. In this perspective the educational process must be based on full development of psychic abilities of individuals through the appropriation of cultural goods produced by the generations that preceded them. Thus it is only through an education organization concerned with such issues that are consolidated in pedagogical actions aimed at humanizing education. Therefore it is essential to outline proposals for the training of teachers able to implement such issues in dealing directly with the classroom. Guided by these question this research presents the set of investigative actions of the transformations in the process of organizing the teaching of teachers participating in the project Math Club at Federal University of Goiás in 2011. Based on the theoretical principles of the Cultural-Historical Theory and Activity Theory, Math Club project was created with the goal of providing a teacher training that adds these values. Thus this research develops in the context of participation in the Math Club three teachers in basic education activities in the municipality of Goiânia. The qualitative research is delineated from the principles of historical and dialectical materialism and effective through a series of interventions organized the teaching experiment. About it obtaining the information is given throughout the process divided into initial interviews, group meetings, observation of actions in schools, moments of reflection and final interviews. Such information has been systematized into three units of analysis that are divided into: the particular mode of organization of pedagogical actions in Math Club, the construction of a collective identity for pedagogical action, the formation of new meanings attributed to being/doing teacher . Conclusively inferred that the actions of teachers that indicate changes in your organization are configured in education: incorporating elements lined humanizing education; construction of a teaching identity collective; reproduction and / or replication as attempts to satisfy new needs; and promoting changes in its reality as a result of the production of new meanings attributed to being / doing teacher.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Cássia Santos (cassia.bcufg@gmail.com) on 2014-08-29T13:07:30Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Dissertacao Rafael Siqueira Silva.pdf: 2555437 bytes, checksum: 2b9f351d18638d60d0aa9600ecb65533 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2014-08-29T13:07:30Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Dissertacao Rafael Siqueira Silva.pdf: 2555437 bytes, checksum: 2b9f351d18638d60d0aa9600ecb65533 (MD5) Previous issue date: 2013-09-06eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttp://repositorio.bc.ufg.br/tede/retrieve/6806/Dissertacao%20Rafael%20Siqueira%20Silva.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Goiáspor
dc.publisher.departmentFaculdade de Educação - FE (RG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFGpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática (PRPG)por
dc.relation.referencesALTMANN, H. Influências do Banco Mundial no Projeto Educacional Brasieliro. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. v.28, p. 77-89, jan./jun. 2002. ISSN n.1. ANTUNES, C. Acerca da Indissicoabilidade entre Categorias Trabalho e Educação. Motrivivência, v. Ano XXII, p. 41-61, Dez. 2010. ISSN 35. ARAUJO, E. S. Da Formação e do Formar-se: a atividade de aprendizagem. (Tese de Doutorado) Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. ARAUJO, E. S. Contribuições da Teoria Histórico-Cultural à Pesquisa em Educação Matemática: a atividade orientadora de pesquisa. Anais do 35ª Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, Receife, 2012. ASBAHR, F. D. S. F. Sentido pessoal, significado social e atividade de estudo: uma revisão teórica. Anais do V Encontro Brasileiro de Educação e Marxismo, Florianópolis, SC, 2011. BENSAÏD, D. Os Equívocos da Eqüidade. Rio de janeiro: Civilização Brasileira, 1999. BERNARDES, M. E. M. Mediações Simbólicas na Atividade Pedagógica: contribuições da teoria histórico-cultural para o ensino e aprendizagem. Curitiba: CRV, 2012. BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação Qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto editora, 1994. CARAÇA, B. D. J. Conceitos Fundamentais de Matemática. Lisboa: Gradiva, 1958. CEDRO, W. L. O Espaço de Aprendizagem e a Atividade de Ensino: o clube de matemática. (Dissertação de Mestrado) Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. São Paulo. 2004. CEDRO, W. L. O Motivo e a Atividade de Aprendizagem do Professor de Matemática: uma perspectiva histórico-cultural. (Tese de Doutorado) Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. São Paulo. 2008. CEDRO, W. L. O Clube de Matemáica: um espaço para a formação de professores que ensinam matemática. Perspectiva em Educação Matemática, Campo Grande, p. 9-22, jan./jun. 2010. CEDRO, W. L.; MOURA, M. O. Experimento didáctico: un camino metodológico para la investigación en la educación matemática. Revista Iberoamericana de Educación Matemática, v. 22, p. 53-63, Junio 2010. CONTRERAS, J. A Autonomia dos professores. São Paulo: Cortez, 2002. DAVIDOV, V. La Enseñanza Escolar y El Desarrollo Psiquico. Moscou: Editorial Progreso, 1988. DAVYDOV, V. What is real learning activity? In: HEDEGAARD, M.; LOMPSHER, J. Learning Activity and Development. Aarhus: Aarhus University Press, 1999. p. 45-67. DEMO, P. Praticar Ciência: metodologias do conhecimento científico. São Paulo: Saraiva, 2011. DINIZ-PEREIRA, J. E.; ZEICHNER, K. A Pesquisa na Formação e no Trabalho Docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2002. FIORENTINI, D. Alguns modos de ver e conceber o ensino de matemática no Brasil. Zetetiké, Campinas, v. v. 3, n. n.4, p. 1-38, 1995. FIORENTINI, D.; LORENZATO, S. Investigação em Educação Matemática: percurso teóricos e metodológicos. 3. ed. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2009. FREIRE, J. C. D. S. Formação de Professores: políticas e tendências. Em: PEIXOTO, A. J. Formação, Profissionalização e Prática Docente. Goiânia: Editora da PUC Goiás, 2009. p. 39-54. FREIRE, J. C. D. S. Formação e Profissionalização Docente:sentidos e perspectivas de análise. Em: SOUZA, R. C. C. R. D.; MAGALHÃES, S. M. O. (. Professores e Professoras. Formação: Poiésis e Práxis. Goiânia: Editora da PUC-Goiás, 2011. p. 43-58. FREITAS, J. C. D. Crítica da organização do trabalho pedagógico e da didática. Campinas: Papirus, 1995. GADOTTI, M. Concepção Dialética da Educação: um estudo introdutório. São Paulo: Cortez/Autores Associados, 1983. GAMBOA, S. A. S. A Dialética na pesquisa em educação: elementos de contexto. In: (ORG.), I. F. Metodologia da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 2010. p. 101-130. GERALDI, C. M. G.; MESSIAS, M. D. G. M.; GUERRA, M. D. S. Refletindo com Zeichner: um encontro orientado por preocupações políticas, teóricas e epistemológicas. Em: GERALDI, C. M. G.; FIORENTINI, D.; PEREIRA, E. M. D. A. Cartografias do Trabalho Docente. Campinas: Mercado das Letras, 1998. p. 237-274. GÓMEZ, A. I. P. A Função e formação do professor/a no Ensino para a compreensão: diferentes perspectivas. Em: GOMEZ, A. I. P.; SACRISTÁN, J. Compreender e Transformar o Ensino. Porto Alegre: Artmed, 1998. p. 353-379. HAGUETTE, T. M. F. Metodologias Qualitativas na Sociologia. 10. ed. ed. Petrópolis: Vozes, 2005. HEDEGAARD, M. Analyzing Chidren's Learning and Development in Every Settings from a Cultural-Historical Wholeness Approach. Mind, Culture and Activity, Londres, v. 19, p. 127-138, 2012. JACOB, E. Culture, Context and Cognition. Em: LE COMPTE, M.; MILLROY, W.; DREISSLE, J. The Handbook of Qualitative Research in Education. São Diego: Academic Press, 1992. p. 293-335. KÖCHE, J. C. Fundamentos de metodologia Científica: teoria da ciência e iniciação à pesquisa. Petrópolis: Vozes, 2006. KOPNIN, P. V. A Dialética como Lógica e Teoria do Conhecimento. Rio de Janeiro: Civilização Brasielira, 1978. KOSIK, K. Dialética do Concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995. KOSTIUK, G. S. Alguns Aspectos da Relação Recíproca entre Educação e Desenvolvimento da Personalidade. Em: LEONTIEV, A., et al. Psicologia e Pedagogia: bases psicológicas de aprendizagem e desenvolvimento. São Paulo: Centauro, 2005. p. 43-62. LEONTIEV, A. N. O Desenvolvimento do Psiquismo. Lisboa: Horizonte Universitário, 1978. LEONTIEV, A. N. Actividad, conciencia, personalidad. Havana: Pueblo y Educación, 1983. LIBÂNEO, J. C. Democratização da Escola Pública: a pedagogia crítico-social dos conteúdos. São Paulo: Loyola, 1989. LIBÂNEO, J. C.; OLIVEIRA, J. F. D.; TOSCHI, M. S. Educação Escolar: Políticas Estruturas e Organização. 3. ed. ed. São PAulo: Cortez, 2006. LOPES, A. L. V. A Aprendizagem Docente no Estágio Compartilhado. (Tese de Doutorado) Faculdade de educação da Universidade de São Paulo. São Paulo. 2004. MAGALHÃES, S. M. O.; SOUZA, R. C. C. R. D. (Orgs.). Pesquisas sobre Professores(as): métodos tipos de pesquisas, temas, ideário pedagógico e referenciais. Goiânia: Editora da PUC Goiás, 2011. MAGALHÃES, S. M. O.; SOUZA, R. C. C. R. D. Veredas Metodológicas da Pesquisa em Educação da Região Centro-Oeste/Brasil. Rev. Educ. Real, Porto Alegre, v. 37, p. 1-27, jan/fev/abr. 2012. ISSN 1. MARX, K. Manuscritos Econômico-Filosóficos. São Paulo: Boitempo, 2004. MARX, K.; ENGELS, F. Textos. São Paulo: Alfa-Omega LTDA, 1977. MARX, K.; ENGELS, F. A Ideologia Alemã I (Feuerbach). São Paulo: Ciências Humanas, 1979. MARX, K.; ENGELS, F. Textos sobre Educação e Enisno. São Paulo: Centauro, 2004. MERQUIOR, J. G. O Liberalismo: antigo e modreno. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1991. MORAES, S. P. G. D.; MOURA, M. O. D. Avaliação do Processo de Ensino e Aprendizagem em Matemática: contribuições da teoria histórico-cultural. Bolema, Rio Claro, v. Ano 22, n. n. 33, p. 97-116, 2009. MORETTI, V. D. Professores de Matemática em Atividade de Ensino: uma perspectiva histórico-cultural para a formação de professores. Faculdade de Educação. Universidade de São Paulo. São Paulo. 2007. MORETTI, V.; MOURA, M. O. A Formação Docente na Perspectiva Histórico-Cultural: em busca da superação da competência individual. Psicologia Política, p. 345-361, 2010. MORGADO, J. Para a História da Sociedade Portuguesa de Matemática. NONIUM - arquivo eletrônico de matemática, 17 Abril 1996. Disponivel em: <http://www.mat.uc.pt/~jaimecs/hspm/X0019_capIII2.html>. Acesso em: 25 Fevereiro 2013. MOURA, M. O. de. A Atividade de Ensino como Unidade Formadora. Bolema, v. Ano II, n. n. 12, p. 29-43, 1996. MOURA, M. O. de. O Educador Matemático na Coletividade de Formação: uma experiência com a escola pública. (Tese de Livre Docência) Faculdade de educação da Universidade de São Paulo. São Paulo. 2000. NASCIMENTO, C. P. A Organização do Ensino e a Formação do Pensamento Estético-Artístico na Teoria Histórico-Cultural. (Dissertação de Mestrado) Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. São Paulo. 2010. NÓVOA, A. O Passado e o Presente dos Professores. Em: NÓVOA, A. Profissão Professor. Porto: Porto Editora, 1995. p. 15-33. NÓVOA, A. Os Professores na Virada do Milênio: do excesso do discurso à pobreza das práticas. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 25, n. n.1, p. 11-20, jan/jun 1999. NÓVOA, A. O Regresso dos Professores. Lisboa: Educa, 2010. OLIVEIRA, B. A Dialética do Singular-Particular-Universal. Em: ABRANTES, A. A.; SILVA, N. R. D.; MARTINS, S. T. F. (Orgs.). Método Histórico-Social na Psicologia Social. Petrópolis: Vozes, 2005. p. 25-51. PÁDUA, E. M. M. Metodologia da Pesquisa: abordagem teórico-prática. 10. ed. ed. Campinas: Papirus, 2004. PEIXOTO, A. J. Notas sobre o Papel do Educador nas Perspectivas Liberal e Neoliberal. In: PEIXOTO, A. J. Formação, profissionalização e prática docente. Goiânia: Editora da PUC Goiás, 2009. p. 11-38. PIMENTA, S. G. Professor Reflexivo: construindo uma crítica. EM: PIMENTA, S. G. Professor Reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002. p. 17-52. REGO, T. C. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. 22. ed. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011. RIGON, A. J.; ASBAHR, F. D. S. F.; MORETTI, V. D. Sobre o Processo de Humanização. Em: MOURA, M. O. D. (Orgs). A Atividade Pedagógica na Teoria Histórico-Cultural. Brasília: Liber Livro, 2010. p. 13-42. RUBTSOV, V. A Atividade de Aprendizado e os Problemas Refrentes à Formação do Pensamento Teórico. Em: GARNIER, C.; BEDNARZ, N.; ULANOVSKAYA, I. Após Vygotsky e Piaget. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996. SACRISTÁN, J. G. Tendências Investigativas na Formação de Professores. In: PIMENTA, S. G. (Orgs). Professor Reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002. p. 81-87. SALAZAR, G. de A. A. Tornando-me Professora: uma experiência vivida no clube de matemática. (Monografia - Especialização em Educação Matemática) Instituto de Matemática e Estatística. Universidade Federal de Goiás. Goiânia. 2013. SAVIANI, D. Trabalho e Educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação, v. 12, p. 152-165, jan/fev/mar/abr. 2007. ISSN 34. SAVIANI, D. Escola e Democracia. São Paulo: Cortez/Autores Associados, 2009. SAVIANI, D. Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação, v. 14, p. 143-155, jan/fev/abr. 2009a. ISSN 40. SAVIANI, D. História das ideias pedagógicas no Brasil. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2011. SCHÖN, D. Educando o Profissional Reflexivo: um novo desig para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000. SCOZ, B. J. L. Identidade e Subjetividade de professores: sentidos do aprender e do ensinar. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011. SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo: Cortez, 2007. SFORNI, M. S. D. F. Aprendizagem Conceitual e Organização do Ensino: contribuições da teoria da atividade. 1. ed. ed. Araraquara: JM Editora, 2004. SILVA, K. A. C. P. C. D. A Formação de Professore na Prespectiva Crítico-Emancipadora. Linhas Críticas, v. 17, p. 13-31, jan/fev/mar/abr. 2011. SILVA, L. N. D. Formação de Professores Centrada na Pesquisa: a relação teoria e prática. Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás. Goiânia. 2011. SILVEIRA, M. D. J. et al. Concepções de Professores Predominantes nas Pesquisas sobre Professores(as). Em: SOUZA, R. C. C. R. D.; MAGALHÂES, S. M. O. (Orgs). Pesquisa sobre professores(as): métodos, tipos de pesquisa, ideário pedagógico e referenciais. Goiânia: Editoda da PUC Goiás, 2011. p. 69-86. SOUSA, M. D. C. O ensino de álgebra numa perspectiva lógica-histórica: um estudo das elaborações correlatas de professores do ensino fundamental. (Tese Doutorado) Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Sã Paulo. 1999. TANURI, L. M. A História da Formação de Professores. Revista Brasileira de Educação, p. 61-88, Mai/Jun/Jul/Ago 2000. TEIXEIRA, G. F. M.; NAVES, M. L. D. P. Concepções de Educação Predominantes nas Pesquisas sobre Professores(as). Em: SOUZA, R. C. C.; MAGALHÃES, S. M. O. (Orgs). Pesquisa sobre Professores(as): métodos, tipos de pesquisa, temas, ideário pedagógico e referenciais. Goiânia: Editora da PUC Goiás, 2011. p. 87-104. TRIVIÑOS, A. N. D. S. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em educação. 1. ed. ed. São Paulo: Atlas, 2008. VALERIANO, W. P. D. O. Uma Análise das Influências da Realização da Prova Brasil na Atividade Pedagógica de Professores que Ensinam Matemática nos Anos Iniciais. (Dissertação de Mestrado) Mestrado em Educação em Ciências e Matemática da Universidade Federal de Goiás. Goiânia. 2012. VEIGA-NETO, A. J. Olhares. In: COSTA, M. V. (Orgs). Caminhos Investigativos: novos olhares na pesquisa em educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2002. p. 23-38. VIANA, N. A Consciência da História: ensaios sobre o materialismo histórico-dialético. Rio de Janeiro: Achiamé, 2007. VIGOTSKI, L. S. A Formação Social da Mente. 7. ed. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007. VIGOTSKY, L. S. A Construção do Pensamento e da Linguagem. 2. ed. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009. VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1991. ZEICHNER, K. Para Além da Divisão entre Professor-Pesquisador e Professor Acadêmico. Em: GERALDI, C. M. G.; FIORENTINI, D.; PEREIRA, E. M. D. A. Cartografias do Trabalho Docente. Campinas: Mercado das Letras, 1998. p. 207-236. ZEICHNER, K.; LISTON, D. Refletive Teaching: an introducion. Mahwah, Nova Jersey, EUA: Lawrence Erlbaum Associates Publishers, 1997.por
dc.rightsAcesso abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectFormação de professorespor
dc.subjectOrganização do ensinopor
dc.subjectClube da matemáticapor
dc.subjectTeoria histórico-culturalpor
dc.subjectTeacher educationeng
dc.subjectTeaching organizationeng
dc.subjectMath clubeng
dc.subjectCultural- historical theoryeng
dc.subject.cnpqEDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAOpor
dc.titleOs indícios de um processo de formação: a organização do ensino no clube de matemáticapor
dc.title.alternativeThe marks of a education process: the teaching organization in math clubeng
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado em Educação em Ciências e Matemática (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao Rafael Siqueira Silva.pdfDissertação - PPECMAT/RG - Rafael Siqueira Silva2,5 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons