Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/3002
Tipo do documento: Dissertação
Título: O trabalho em saúde nos hospitais de gestão terceirizada: o caso do Estado de Goiás
Título(s) alternativo(s): Health work in hospitals outsourced management: the case of the State of Goiás
Autor: Vieira, Patrícia Santiago
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2471792611411952
Primeiro orientador: Freitas, Revalino Antônio de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8705661441925211
Primeiro membro da banca: Freitas, Revalino Antônio de
Segundo membro da banca: Souza, Cláudia March Frota de
Terceiro membro da banca: Martins, Lucinéia Scremin
Resumo: No Estado de Goiás, a terceirização da gestão em hospitais públicos existe há mais dez anos, apesar disto, os estudos que analisam este processo ainda são escassos. O objetivo desta pesquisa foi analisar como a terceirização da gestão influencia no processo de trabalho e as repercussões para o trabalhador da saúde. Este estudo consiste no caso de dois hospitais públicos do Estado de Goiás com gestão terceirizada. Os hospitais foram selecionados com base no desenvolvimento do processo de terceirização da gestão. Deste modo, foi selecionado um hospital em que o processo está amplamente desenvolvido e o outro hospital em que o processo está em implantação. Para coleta de dados, foram realizadas entrevistas do tipo semiestruturada com dez trabalhadores das diversas categorias profissionais de cada um dos dois hospitais. A escolha dos trabalhadores foi forma aleatória, sendo critério de inclusão que o sujeito trabalhasse diretamente no cuidado em saúde junto ao usuário. Os dados obtidos na coleta de dados foram categorizados em torno das seguintes categorias: produtividade/ rotatividade, intensificação do trabalho, autonomia, controle do trabalhador, adoecimento. Observase que as Organizações Sociais (OS) operam na lógica da produtividade, sendo necessário manter uma elevada rotatividade dos usuários no serviço. A política empregada pelas OSs para gestão dos hospitais públicos é a lógica empregada no setor privado e envolve o aumento do controle sobre o trabalho, a redução da autonomia do trabalhador, a intensificação do trabalho e culminam no adoecimento do trabalhador. Observa-se que a centralidade do atendimento dos hospitais geridos por OSs está na produtividade e, não no atendimento às necessidades em saúde do usuário, que muitas vezes, saem do serviço sem que estas tenham sido atendidas ou após ter recebido um atendimento de qualidade duvidosa. Espera-se que esta pesquisa possa contribuir nas análises acerca do trabalho em saúde em hospitais de gestão terceirizada, potencializando a resistência a esta forma de privatização e quebra do direito à saúde.
Abstract: In the State of Goiás, the outsourcing management of public hospitals existed for ten years, despite this, studies examining this process are still scarce. The aim of this study was to analyze how outsourcing management influences the work process and the repercussions for the workers. This study consists in the case of two public hospitals in the State of Goiás with outsourced management. The hospitals were selected based on the development of the outsourcing process management. Thus, a hospital has been selected as the process is developed and widely another hospital in which the process is being implemented. For data collection, semi-structured interviews were conducted with ten workers of different occupational categories of each hospital. The choice of the workers was random, and the inclusion criterion that the subject worked directly in health care by the user. The data obtained were categorized on the following categories: productivity / turnover of users, greater job autonomy, control of worker and illness. The Social Organizations (OS) operating in the logic of productivity, it is necessary to maintain a high turnover of users. The policy employed by OSs for management of public hospitals is the logic employed in the private sector and involves the increased job control, reduction of worker‘s autonomy, work intensification and culminate in illness of the workers. It is observed that the centrality of care of hospitals managed by OSs is on productivity and not on meeting the health needs of the user, who often leave the service without having their been met or after receiving an treatment of dubious quality . It is hoped that this research will contribute in analyzes of health work in hospitals outsourced management, increasing the resistance to this form of privatization and the breaking of the right to health.
Palavras-chave: hospitais públicos
organizações sociais
gestão terceirizada
trabalho em saúde
public hospitals
social organizations
outsourced management
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais - FCS (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociologia (FCS)
Citação: Vieira, Patrícia Santiago - O trabalho em saúde nos hospitais de gestão terceirizada: o caso do Estado de Goiás - 2013 - 226 f. - Dissertação - Programa de Pós-graduação em Sociologia (FCS) - Universidade Federal de Goiás - Goiânia - Goiás - Brasil.
Tipo de acesso: Acesso aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/3002
Data de defesa: 5-Jul-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em Sociologia (FCS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
dissertação_versão_entrega.pdfDissertação2,1 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons