Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/752
Tipo do documento: Dissertação
Título: AVALIAÇÃO DA RESPOSTA À VACINA BRASILEIRA CONTRA HEPATITE B (BUTANG®) EM RECÉM-NASCIDOS EM GOIÂNIA, GOIÁS
Título(s) alternativo(s): EVALUATE OF BRAZILIAN HEPATITIS B VACCINE (BUTANG®) RESPONDE IN NEWBORNS OF GOIÂNIA, GOIÁS
Autor: TAVARES, Viviane Rodrigues
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7624546360462094
Primeiro orientador: TELES, Sheila Araújo
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4975298732179917
Resumo: A vacinação é a melhor forma de prevenção da hepatite B. Para avaliar a imunogenicidade e reatogenicidade da vacina brasileira contra hepatite B (Butang®) em recém-nascidos (RN), foram recrutados 294 nascidos na região leste de Goiânia, Goiás. Todos receberam a primeira dose da vacina nas primeiras 12 horas de vida. A segunda e terceira doses foram aplicadas após 30 e 150 dias, respectivamente. Um total de 250 RN concluíram o estudo, sendo coletadas amostras sanguíneas, aproximadamente, 45 dias após a última dose para detecção do marcador anti-HBs, utilizando-se o ensaio imunoenzimático de micropartícula (MEIA). Todos os participantes foram avaliados para reações locais e sistêmicas 48-72 horas após cada dose. As mães dos RN foram testados para os marcadores anti-HBs e anti-HBc pelo ensaio imunoenzimático. Dos 250 RN, 97,6% (IC 95%: 94,8-99,1) desenvolveram títulos protetores de anti-HBs, sendo que a maioria superiores a 100 mUI/mL (90,8%). A média geométrica dos títulos de anti-HBs foi igual a 572 mUI/mL (IC 95%: 471,1 694,6), não sendo observada diferença entre os RN do sexo feminino e masculino. Uma proporção maior de baixo respondedores (10-99 mUI/mL) foi observada em crianças do sexo masculino (58,8% vs 41,2%). Anticorpos anti-HBs e/ou anti-HBc maternos não interferiram na resposta vacinal dos RN. Quanto à reatogenicidade da Butang®, foram observadas somente induração (5,5%), rubor (2,4%), calor (1,3%) e febre (12,9%) em 829 doses aplicadas. Seis RN não responderam à vacina Butang®. Destes, quatro eram do sexo masculino. Em todos foi administrada uma dose de reforço. Somente uma criança não desenvolveu títulos protetores de anti-HBs após a dose de reforço. A vacina Butang® demonstrou ser segura e imunogênica quando administrada em recém-nascidos nas primeiras 12 horas de vida. No entanto, mais estudos serão necessários para avaliar a sua eficácia em longo prazo.
Abstract: Hepatitis B vaccination is the major mode of hepatitis B prevention. To evaluate the immunogenicity and reactogenicity of the Brazilian hepatitis B vaccine (Butang®) in newborns in Goiania-GO, 294 infants born in the east of Goiânia, Goiás, were recruited. All of them received the first vaccine dose in the first 12 hours of life. The second and third doses were applied 30 and 150 days after, respectively. About 45 days after the last dose, blood samples were collected from 250 children in order to detect quantitative anti-HBs, using the enzyme immunoassay of microparticles (MEIA). All participants were evaluated 48-72 hours after each dose to investigate local and systemic reactions. Mothers of newborns were screened for anti-HBs and anti-HBc by enzyme immunoassay. Of 250 newborns who completed the study, 97.6% (95% CI: 94.8-99.1) developed anti-HBs protector titers, being most of them higher than 100 mIU/mL (90,8%). The anti-HBs geometric mean titer was equal to 572 mIU/mL (95% CI: 471.1 - 694.6), and no difference was observed between female and male newborns. Low responders NB (10-99 mIU/ml) were more frequent in male infants (58,8% vs 41,2%). Maternal anti-HBs and/or anti-HBc-positivity did not interfere in the newborns vaccine response. Concerning reactogenicity, only induration (5.5%), redness (2.4%), heat (1.3%) and fever (12.9%) were observed following the 829 vaccine doses applied. Six newborns did not respond to Butang® vaccine. Of them, four were male. A booster dose was applied in all no vaccine responders. All but one not developed anti-HBs protector titers following a booster dose. The Butang® showed to be safe and immunogenic when administered to newborns in the first 12 hours of life. However, more studies will be need to evaluate its lifetime effectiveness.
Palavras-chave: Recém-nascido
Vacina
Hepatite B
Newborns
Vaccine
Hepatitis B
1.Recém-nascidos - vacina HepatiteB; 2.Hepatite B - Vacina; 3. Recém-nascidos - Goiânia, Goiás
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Cuidado em Enfermagem
Programa: Mestrado em Enfermagem
Citação: TAVARES, Viviane Rodrigues. EVALUATE OF BRAZILIAN HEPATITIS B VACCINE (BUTANG®) RESPONDE IN NEWBORNS OF GOIÂNIA, GOIÁS. 2009. 69 f. Dissertação (Mestrado em Cuidado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/752
Data de defesa: 3-Mar-2009
Aparece nas coleções:Mestrado em Enfermagem (FEN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Viviane Rodrigues Tavares.pdf511,31 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.