Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10173
Tipo do documento: Dissertação
Título: Poesia, subjetividade lírica, monodia e mímesis
Título(s) alternativo(s): Poetry, lyric subjectivity, monody and mimesis
Autor: Calaça, Camila de Souza
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4165792949079264
Primeiro orientador: Buarque, Jamesson
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/6538270791775139
Primeiro membro da banca: Buarque , Jamesson
Segundo membro da banca: Camargo, Goiandira Ortiz de
Terceiro membro da banca: Vicentini , Albertina
Quarto membro da banca: Camargo , Flávio
Quinto membro da banca: Pereira , Nilson
Resumo: Este trabalho, a partir da concepção de que a lírica é mimética devido à monodia, analisa e descreve a poesia brasileira moderna e contemporânea, considerando um corpus de poemas e poetas representativos dos séculos XX e XXI. O termo monodia, que empregamos, remete ao conceito bakhtiniano de monologia e implica a noção de subjetividade lírica. Assim, admitimos, à maneira de Bakhtin, que a lírica é monológica, e o emprego do termo monodia se justifica na medida em que o monologismo lírico ocorre de maneira específica, peculiar, em comparação aos demais gêneros literários da Modernidade. Para estabelecer a relação entre lírica, monodia e mímesis, afinados à orientação teórica bakhtiniana, valemo-nos de termos-chave como posicionamento axiológico e autoria. Além disso, considerando que para os estudos sobre a lírica é fundamental que se entenda as relações (de proximidade ou diferença/indiferença) entre sujeito empírico e sujeito lírico, valemo-nos, em analogia a Bakhtin, de Margarete Susman, Lukács, Adorno, Combe, Collot, entre outros. Ademais, a respeito da lírica como gênero mimético, Merquior, Achcar e Costa Lima são os nomes aos quais recorremos, seja em consonância ou dissonância com suas concepções.
Abstract: This thesis, starting from the conception that lyric is mimetic due to monody, analyses and describes the modern and contemporary brazilian poetry, taking by corpus a variety os poems and poets from 20th and 21th centuries. Monody is a term, used by us, that refers of the Bakhtinian concept about monology and implies the notion of lyrical subjectivity. Thus, we admit, in the manner of Bakhtin, lyric is monological and we chose using monody, comparing to others literary genres of Modernity, because lyrical monologism is specific, peculiar. In a relation between lyric, monody and mimesis, mediated by Bakhtin’s thoughts, we used key-words as axiological positioning and authorship. Furthermore, considering fundamental to lyric’s studies to understand the relations (of proximity or difference/indifference) among empirical subject and lyrical subject, we used the Margarete Susman, Lukács, Adorno, Combe, Collot and others’ ideas. Concerning lyric as a mimetic genre, Merquior, Achcar e Costa Lima are the names that we used, agreeing or disagreeing with them.
Palavras-chave: Lírica
Subjetividade lírica
Monodia
Mímesis
Poesia brasileira
Lyric
Lyrical subjectivity
Monody
Mimesis
Brazilian poetry
Área(s) do CNPq: LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: CALAÇA, Camila. Poesia, subjetividade lírica, monodia e mímesis. 2019. 95 f. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10173
Data de defesa: 27-Fev-2019
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Camila de Souza Calaça - 2019.pdf907,69 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons