Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10205
Tipo do documento: Dissertação
Título: As representações do discurso sobre o corpo feminino na revista Boa Forma na perspectiva da Análise do Discurso Ecológica (ADE)
Título(s) alternativo(s): The representations of the female body speech in the good form review on the Analysis of the Ecological Discourse (ADE)
Autor: Araújo, Cláudia Borges de Lima
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8804070179230014
Primeiro orientador: Couto, Elza Kioko Nakayama Nenoki do
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8282195794917233
Primeiro membro da banca: Couto, Elza Kioko Nakayama Nenoki do
Segundo membro da banca: Fernandes, Eliane Marquez da Fonseca
Terceiro membro da banca: Dourado, Zilda
Quarto membro da banca: Borges, Lorena Araujo Oliveira
Resumo: Resumo: Levando em consideração o crescimento dos cuidados com o corpo feminino na sociedade contemporânea e a exposição em diferentes tipos de mídia, essa dissertação teve como objetivo geral analisar as relações entre língua e corpo para a evolução da espécie humana nas capas da Revista Boa Forma sob o viés da Análise do Discurso Ecológica (ADE). Segundo Couto (2015) a ADE está perfilhada na linguística ecossistêmica, vertente da Ecolinguística praticada no Brasil e pode estudar todo e qualquer discurso. Para auxiliar nessa pesquisa, utilizamos também os princípios da Ecologia do Corpo proposta por Sanchez (2011),a semiótica visual abordada por Joly (2007) e Donis Dondis (1997) e a Antropologia do Imaginário de Durand. Para os procedimentos metodológicos foram utilizados a mitocrítica e a ecometodologia, esta última proposta pela ADE. Desse modo, isso nos permitiu observar por meio da Análise do Discurso Ecológica que as formas de tratar o corpo e as técnicas de embelezamento propostas nas capas das revistas, nos mostraram que a corporeidade provém da interação organismo-mundo. Assim, concluímos que a corporeidade humana é um fenômeno cultural, social e simbólico, pois além de o corpo de ser um produto do discurso, ele é o próprio discurso, uma vez que regula, restringe, limita e possibilita diferentes formas de interação com o meio externo.
Abstract: Taking into account the growth of female body care in contemporary society and exposure in different media, this dissertation aimed to analyze the relations between language and body for the evolution of the human species in the covers of the Revista Boa Forma under the bias of the Ecological Discourse Analysis (ADE). According to Couto (2015) the ADE is proficient in the ecosystemic linguistics, an aspect of Ecolinguistics practiced in Brazil and can study any and all discourse. To support this research, we also use the principles of Body Ecology proposed by Sanchez (2011), the visual semiotics addressed by Joly (2007) and Donis Dondis (1997) and Durand's Imaginary Anthropology. For the methodological procedures were used the mitochristic and the ecomethodology proposed by ADE. In this way, this allowed us to observe through the Ecological Discourse Analysis that the ways of treating the body and the techniques of beautification proposed in the covers of the magazines, showed us that the corporeity comes from the organism-world interaction. Thus, we conclude that human corporeity is a cultural, social and symbolic phenomenon, because in addition to the body being a product of discourse, it is discourse itself, since it regulates, restricts, limits and enables different forms of interaction with the external environment.
Palavras-chave: Análise do Discurso Ecológica
Interação comunicativa
Corpo
Imaginário
Ecological Discourse Analysis
Communicative interaction
Body
Imaginary
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: ARAÚJO, Cláudia Borges de Lima. As representações do discurso sobre o corpo feminino na revista Boa Forma na perspectiva da Análise do Discurso Ecológica (ADE). 2018. 142 f. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10205
Data de defesa: 21-Fev-2019
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Cláudia Borges de Lima Araújo - 2018.pdf2,68 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons