Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10282
Tipo do documento: Tese
Título: As reconfigurações do trabalho docente no século XXI: controle, intensificação e precarização do professor
Título(s) alternativo(s): The reconfiguration of teaching work in the 21st century: control, intensification and precariousness of the teacher
Autor: Vieira, Renato Gomes
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8864553603140803
Primeiro orientador: Martins, Lucinéia Scremin
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/6636418419069593
Primeiro membro da banca: Santos, Cleito Pereira dos
Segundo membro da banca: Viana, Nildo Silva
Terceiro membro da banca: Soares, Eliane
Quarto membro da banca: Pinheiro, Veralucia
Resumo: Esta tese, intitulada As reconfigurações do trabalho docente no século XXI: controle, intensificação e precarização do professor, se vincula à linha de pesquisa Trabalho, Emprego e Sindicatos do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Goiás (UFG). Trata-se de uma pesquisa que busca mostrar como o trabalho docente vem se reconfigurando por conta das grandes transformações do mundo contemporâneo, que tiveram seu desenvolvimento a partir da década de 1980. Sua problemática principal é: as reconfigurações contemporâneas do capitalismo, notadamente a restruturação produtiva e as reformas neoliberais, trouxeram um aumento da intensificação, do controle e da precarização do trabalho docente do professor da educação básica no Brasil nos últimos trinta anos? Para responder a esta problemática anotada, partimos da hipótese de que o trabalho docente foi reconfigurado pelas mudanças do capitalismo contemporâneo aqui mencionadas: a restruturação produtiva e o neoliberalismo. E estes fenômenos vêm impingindo nos trabalhadores de todas as categorias, inclusive da educação, mais controle, mais intensificação e mais precarização das condições de trabalho. Cada um destes processos trouxe profundas mudanças sociais, políticas e econômicas, de modo que a educação, a escola e o trabalho do professor não ficaram distantes destas mutações. A pesquisa teórica e empírica pode perceber que o trabalho de professoras e professores está cada vez mais intensificado do ponto de vista físico, intelectual e emocional, por conta de mais trabalho e exigências no dia a dia. O aumento do controle sobre seu trabalho aparece de maneira muito clara, em variados aspectos que implicam em mais vigilância sobre o professor no exercício de sua profissão. E, por fim, a precarização das condições de trabalho, que persiste na sua realidade, nas condições salariais e de trabalho nas escolas. Ainda que continue sendo um trabalho que guarda muitos traços específicos do trabalho sobre outro ser humano, esses processos de racionalização têm atingido de forma acentuada a vida do professorado.
Abstract: This thesis, entitled The reconfiguration of teaching work in the 21st century: control, intensification and precariousness of the teacher, is linked to the research line Work, Employment and Unions of the Graduate Program in Sociology of the Federal University of Goiás (UFG). It is a research that seeks to show how teaching work has been reconfiguring because of the great transformations of the contemporary world, which had its development since the 1980s. Its main problem is: the contemporary reconfigurations of capitalism, notably the restructuring brought about an increase in the intensification, control and precariousness of the teaching work of the basic education teacher in Brazil in the last thirty years? To answer this problem, we start from the hypothesis that the teaching work has been reconfigured by the changes of contemporary capitalism mentioned here: productive restructuring and neoliberalism. And these phenomena have been forcing workers of all categories, including education, more control, more intensification and more precarious working conditions. Each of these processes brought about profound social, political, and economic changes, so that the education, school, and work of the teacher were not far from these mutations. Theoretical and empirical research can realize that the work of female teachers is increasingly intensified from the physical, intellectual and emotional point of view, due to more work and daily demands. The increased control over his work appears very clearly, in various aspects that imply more vigilance over the teacher in the exercise of his profession. And, finally, the precariousness of working conditions, which persists in reality, wage and working conditions in schools. Although it remains a work that has many specific traits of work on another human being, these processes of rationalization have strongly affected the life of teachers.
Palavras-chave: Trabalho docente
Controle
Intensificação
Precarização
Teaching work
Control
Intensification
Precariousness
Área(s) do CNPq: OUTROS::CIENCIAS SOCIAIS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais - FCS (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociologia (FCS)
Citação: VIEIRA, Renato Gomes. As reconfigurações do trabalho docente no século XXI: controle, intensificação e precarização do professor. 2019. 195 f. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10282
Data de defesa: 29-Mai-2019
Aparece nas coleções:Doutorado em Sociologia (FCS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Renato Gomes Vieira - 2019.pdf1,95 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons