Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10519
Tipo do documento: Dissertação
Título: O pequeno historiador surdo em busca de sentido: reflexões psicanalíticas sobre a constituição psíquica do sujeito surdo
Título(s) alternativo(s): The little deaf historian in search of meaning: psychoanalytical reflections on the psychic constitution of the deaf subject
Autor: Almeida, Marcella de Paula
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6358470338241653
Primeiro orientador: Lima, Priscilla Melo de Ribeiro
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/5233347099900059
Primeiro membro da banca: Lima, Priscilla Melo de Ribeiro
Segundo membro da banca: Carneiro, Thaís Renata Queiroz Santana
Terceiro membro da banca: Gonçalves, Susie Amâncio de Roure
Resumo: No processo de escrita da história identificatória de uma criança, as figuras parentais se constituem como elementos fundamentais. É na relação com os pais que as primeiras identificações serão metabolizadas. São elas que comporão a base do capital representativo que o pequeno historiador disporá quando adulto. Não obstante, a qualidade desse caminho terá certas especificidades se a imagem do bebê real se distanciar da imagem, fantasiada e idealizada de um filho perfeito, construída durante a gestação. Especificidades que podem ocorrer no nascimento de um filho com surdez. Dessa forma, a presente pesquisa objetiva investigar o lugar que a surdez ocupa na constituição psíquica de sujeitos surdos. Para tanto, utilizamos as entrevistas narrativas como método para geração dos dados que forneceram dados significativos sobre a subjetividade e os aspectos históricos e socioculturais. Além disso, essa modalidade de pesquisa constitui-se como um campo de escuta e elaborações de vida. Foram entrevistados cinco sujeitos surdos e quatro cuidadoras, sendo três mães e uma madrinha. A análise das histórias dos participantes-narradores evidenciou o estado de profunda dor psíquica advinda da ferida narcísica de ter um filho faltoso, diante do olhar das mães, e da tentativa inconsciente de que eles parecessem o mais perto possível do filho fantasiado. Esse estado psíquico resultou na negação da surdez e da Língua de Sinais. Os pequenos historiadores surdos se constituíram com a marca de uma ascensão fragilizada à atividade de pensar e presos ao desejo de ser em conformidade com o desejo do Outro. A partir dos relatos e análises realizadas, percebemos como a Psicologia e a psicanálise podem se constituir como meios significativos para que os historiadores surdos possam conseguir realizar a passagem do ser em consonância com o desejo do Outro para o Ser Surdo.
Abstract: In the process of writing a child's identifying story, parental figures are essential elements. It is in the relationship with the parents that the first identifications will be metabolized. They will form the basis of representative capital that the small historian will have as an adult. Nevertheless, the quality of this path will have certain specificities if the image of the real baby moves away from the image, fantasized and idealized of a perfect child, built during pregnancy. Specificities that can occur in the birth of a child with deafness. Thus, this research aims to investigate the place that deafness occupies in the psychic constitution of deaf subjects. For this, we used narrative interviews as a method for generating data that provided significant data on subjectivity and historical and socio-cultural aspects. In addition, this research modality constitutes a field of listening and elaboration of life. Five deaf subjects and four caregivers were interviewed, three mothers and a godmother. The analysis of the stories of the participants-narrators showed the state of profound psychological pain arising from the narcissistic wound of having a faulty child, in the eyes of the mothers, and the unconscious attempt to make them appear as close as possible to the fantasized child. This psychic state resulted in the denial of deafness and Sign Language. The small deaf historians were constituted with the mark of a weakened ascension to the activity of thinking and stuck to the desire to be in conformity with the Other's desire. From the narratives and analyzes accomplished, we realize how Psychology and psychoanalysis can constitute themselves as significant means for deaf historians to be able to carry out the transition from being in consonance with the Other's desire for the Deaf Being.
Palavras-chave: Psicanálise
Surdez
Língua de sinais
Constituição psíquica
Psychoanalysis
Deafness
Sign language
Psychic constituition
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: ALMEIDA, Marcella de Paula. O pequeno historiador surdo em busca de sentido: reflexões psicanalíticas sobre a constituição psíquica do sujeito surdo. 2020. 117 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10519
Data de defesa: 21-Fev-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Marcella de Paula Almeida - 2020.pdf1,53 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons