Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10613
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fatores de risco para infecção pelos vírus da diarreia viral e rinotraqueíte infecciosa bovina no Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga
Título(s) alternativo(s): Risk factors for infection with infectious bovine rhinotracheitis and bovine viral diarrhea at the Kalunga’s Historical and Cultural Heritage Site
Autor: Dias, Juliana Moraes
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3259302891044619
Primeiro orientador: Fioravanti, Maria Clorinda Soares
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8772502020076257
Primeiro coorientador: Arnhold, Emmanuel
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/7156945506134934
Segundo Coorientador: Juliano, Raquel Soares
Currículo Lattes do segundo coorientador: http://lattes.cnpq.br/4884381347303453
Primeiro membro da banca: Fioravanti, Maria Clorinda Soares
Segundo membro da banca: Pimentel, Concepta Margaret McManus
Terceiro membro da banca: Moura, Maria Ivete de
Resumo: A pesquisa consistiu em avaliar a frequência de animais soropositivos para diarreia viral e rinotraqueite infecciosa bovina e determinar correlações com características ambientais, sociais e sanitárias da região. O estudo foi realizado em rebanhos do Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga, localizado no norte do estado de Goiás, é uma área de Cerrado com pastagens nativas e poucas áreas formadas. Foram colhidas amostras sanguíneas de 2.612 bovinos de diferentes raças e faixas etária, machos e fêmeas, correspondentes a 79 rebanhos predominantemente de corte. Durante a coleta de amostras aplicou-se questionário epidemiológico para investigar fatores que poderiam estar associados às infecções. As amostras foram submetidas pelo método de ELISA, para detecção de anticorpos contra BVD e IBR. A frequência média de rebanhos soropositivos foi 88,6% para BVD e 97% para IBR, a sorologia positiva individual correspondeu à 17,8% para BVD e 45,5% para IBR. Houve diferença significativa (p<0,05) entre as regiões e faixa etária para as ambas doenças. As variáveis ambientais associadas a com a frequência de BVD foram: nível de precipitação e temperatura máxima do mês mais quente do ano, e para IBR: INDV e sazonalidade de temperatura. Contato com outras espécies de animais, problemas reprodutivos, presença de área alagadiça, utilização dos bovinos como principal fonte de renda, grau de escolaridade do produtor e estado civil foram correlacionados fator de risco para ocorrência de BVD e IBR.
Abstract: The research consisted of evaluating the frequency of seropositive animals for viral diarrhea and infectious bovine rhinotracheitis and determining correlations with environmental, social and health characteristics of the region. The study was carried out in herds of the Kalunga’s Historical and Cultural Heritage Site, located in the north of the state of Goiás, it is an area of Cerrado with native pastures and few formed areas. Blood samples were collected from 2,612 cattle of different breeds and age groups, male and female, corresponding to 79 predominantly beef cattle. During sample collection, an epidemiological questionnaire was applied to investigate factors that could be associated with infections. The samples were submitted by the ELISA method, to detect antibodies against BVD and IBR. The average frequency of seropositive herds was 88.6% for BVD and 97% for IBR, the individual positive serology corresponded to 17.8% for BVD and 45.5% for IBR. There was a significant difference (p <0.05) between the regions and age group for both diseases. The environmental variables associated with the frequency of BVD were: level of precipitation and maximum temperature of the hottest month of the year, and for IBR: INDV and temperature seasonality. Contact with other species of animals, reproductive problems, presence of wetland, use of cattle as the main source of income, educational level of the producer and marital status were correlated risk factors for the occurrence of BVD and IBR.
Palavras-chave: BoHV
Fator de risco
Goiás
Ocorrência
Soropositividade
BVDV
Occurence
Risk factors
Serologically positive
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::PATOLOGIA ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ)
Citação: DIAS, J. M. Fatores de risco para infecção pelos vírus da diarreia viral e rinotraqueíte infecciosa bovina no Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga. 2016. 54 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10613
Data de defesa: 4-Mar-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciência Animal (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Juliana Moraes Dias - 2016.pdf5,72 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons