Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10654
Tipo do documento: Tese
Título: A categoria ‘número’ em línguas de sinais
Título(s) alternativo(s): ‘Number’ category in sign languages
Autor: Carneiro, Bruno Gonçalves
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2261247004986074
Primeiro orientador: Borges, Mônica Veloso
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2060190094208263
Primeiro membro da banca: Borges, Mônica Veloso
Segundo membro da banca: Barros, Mariângela Estelita
Terceiro membro da banca: Milani, Sebastião Elias
Quarto membro da banca: Xavier, André Nogueira
Quinto membro da banca: Galvão, Vânia Cristina Casseb
Resumo: Esta pesquisa é um estudo tipológico sobre a categoria ‘número’ nas línguas de sinais e, por isso, está embasada na tipologia linguística enquanto abordagem de estudo da linguagem humana (COMRIE, 1989; CROFT, 2003; DANIEL, 2013a; MORAVCSIK, 2013; PALFREYMAN; SAGARA; ZESHAN, 2015; PFAU; ZESHAN, 2016; VELUPILLAI, 2012; WHALEY, 1997; ZESHAN, 2008; ZESHAN; PALFREYMAN, 2017). A pesquisa descreve a manifestação da categoria ‘número’ nas línguas de sinais, com o objetivo de (i) identificar os valores presentes na categoria ‘número’, considerando o sintagma nominal, (ii) descrever as principais formas e estratégias disponíveis para a manifestação desses valores, e (iii) apresentar alguns padrões de manifestação intramodais e intermodais, oriundos da comparação entre línguas de sinais e entre línguas de sinais e línguas orais. Para isso, trabalhamos com uma amostra de 10 línguas de sinais, de áreas e de grupos históricos distintos. A partir dos dados (secundários), verificamos que há línguas de sinais com a categoria ‘número’ opcional, que pressupõe a presença do número geral, e línguas de sinais com número obrigatório. Nas línguas de sinais em que o número é opcional, a forma geral coincide com a forma singular, expressos por zero. Os valores da categoria são singular, plural e dual, expressos por estratégias sintáticas e morfológicas, com predileção da primeira sobre a segunda. Essa predileção sugere que as línguas de sinais são línguas isolantes em relação à categoria ‘número’, diferindo tipologicamente das línguas orais. Além disso, o sistema de número nas línguas de sinais parece ser conduzido fonologicamente. Os valores trial e quatral podem ser expressos a partir do plural icônico, que consiste de um processo de replicação da forma singular no espaço de sinalização, com uma pausa distintiva e pontual. As estratégias morfológicas sugerem uma hierarquia implicacional, com o uso de mouthing manifestando-se como uma estratégia rara e a reduplicação com deslocamento como estratégia mais prevalente. Outra característica intramodal é o arranjo espacial do referente, expresso na categoria ‘número’. Na oportunidade, apresentamos também alguns desafios metodológicos da pesquisa e a importância das línguas de sinais para a tipologia linguística.
Abstract: This research is a typology study on the number category in sign languages and, therefore, is based on linguistic typology as an approach to the study of human language (COMRIE, 1989; CROFT, 2003; DANIEL, 2013a; MORAVCSIK, 2013; PALFREYMAN; SAGARA; ZESHAN, 2015; PFAU; ZESHAN, 2016; VELUPILLAI, 2012; WHALEY, 1997; ZESHAN, 2008; ZESHAN; PALFREYMAN, 2017). The research describes the manifestation of the number category in sign languages, the goals are (i) identify the values present in the number category, considering the nominal phrase, (ii) describe the main forms and strategies available for the manifestation of these values, and (iii) present some intramodal and intermodal manifestation patterns, derived from the comparison between sign languages and between sign languages and oral languages. For this, we worked with a sample of 10 sign languages, from areas and different historical groups. From the (secondary) data, we verify there are sign languages have an optional number, which presupposes the presence of the general number, and sign languages have mandatory number. In sign languages where the number is optional, the general form is similar the singular form, expressed by zero. The category values are singular, plural and dual, expressed by syntactic and morphological strategies, but there is preference for the first over the latter. This predilection suggests that sign languages are isolating languages about the number category, differing typologically from oral languages. In addition, the number system in sign languages appears to be phonologically driven. The trial and quatral values can be expressed from the iconic plural, this is a process of replication in the singular form in the sign space, has a distinctive and punctual pause. Morphological strategies suggest an implicational hierarchy, with the use of mouthing as a rare strategy and reduplication with displacement as the most prevalent strategy. Another intramodal feature is the spatial arrangement of the referent, expressed in the number category. On the occasion, we present some methodological challenges of research and the importance of sign languages for linguistic typology.
Palavras-chave: Tipologia linguística
Universais
Número
Plural
Língua de sinais
Linguistic typology
Universals
Number
Plural
Sign languages
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: CARNEIRO, B. G. A categoria ‘número’ em línguas de sinais. 2020. 187 f. Tese (Doutorado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10654
Data de defesa: 30-Mar-2020
Aparece nas coleções:Doutorado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Bruno Gonçalves Carneiro - 2020.pdf19,55 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons