Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10734
Tipo do documento: Tese
Título: A literatura além do impresso: “inespecificidades” em Os famosos e os duendes da morte, de Ismael Caneppele, e Terminal, de Flávio Komatsu
Título(s) alternativo(s): The literature beyond printed: “non-specificities” in Os famosos e os duendes da morte, by Ismael Caneppele, and Terminal, by Flávio Komatsu
Autor: Dias, Giselia Rodrigues
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1780371632787000
Primeiro orientador: Camargo, Flávio Pereira
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/5015485726957185
Primeiro membro da banca: Camargo, Flávio Pereira
Segundo membro da banca: Garramuño, Florencia
Terceiro membro da banca: Rocha, Rejane Cristina
Quarto membro da banca: Ribeiro, Renata Rocha
Quinto membro da banca: Bezerra, Valéria Cristina
Resumo: Esta tese de doutoramento tem como interesse investigativo duas obras da ficção brasileira contemporânea – Os famosos e os duendes da morte, de Ismael Caneppele (2010), e Terminal, de Flávio Komatsu (2018). O objetivo principal desta análise é observar o modo como cada romance responde, nos âmbitos de sua produção, circulação, formalização material, bem como no que diz respeito às suas opções temáticas/formais e nas práticas de leitura que possibilita e/ou requisita, a um contexto de cultura e textualidades digitais. Assim, tendo em vista admitir que um conceito de literatura, ancorado em um paradigma disciplinar autônomo/fechado, já não consegue abranger o cenário literário na contemporaneidade digital, é que esta pesquisa lança mão de uma perspectiva expandida para pensar os “desenquadramentos” de categorias consolidadas ou as “inespecificidades” (a expessão é de Florencia Garramuño, 2014) das/nas textualidades que se lançam aos desafios – potencialidades/contingências – das mídias digitais. A metodologia desta pesquisa, que é de cunho bibliográfico, contempla os estudos teórico-críticos formulados por Canclini (2016), Garramuño (2014), Laddaga (2012), Ludmer (2010), Kluscinskas e Moser (2007), Jenkins (2009), Bolter e Grusin (2000), Resende (2008), Rocha (2014; 2016; 2018; 2019; 2020), dentre outros. Esperamos que os resultados contribuam com o debate acerca de como se configura o literário na contemporaneidade digital, e endossem as reflexões/problematizações sobre a expansão dos campos, tão urgentes e necessárias para que muitas textualidades da cena contemporânea não sejam excluídas ou invisibilizadas.
Abstract: This doctorate thesis has as investigative interest two works of the contemporary Brazilian fiction – Os famosos e os duendes da morte (The famous ones and the dwarfs of death), by Ismael Caneppele (2010), and Terminal (Terminal), by Flávio Komatsu (2018). The main goal of this analysis is to observe the way how each romance answers to, in the ambits of their production, circulation, material formalization, as well as about its formal/thematic options and in the reading practices that make it possible and/or request, to a culture context and digital textualities. So, in order to admit that a concept of literature, anchored in an autonomous/a closed disciplinary paradigm, is no longer able to cover the literary scenario in digital contemporaneity, it is that this research makes use of an expanded perspective to think about the “mismatches” of consolidated categories or the “non-specificities” (the expression is by Florencia Garramuño, 2014) of/in the textualities that face the challenges - potentialities/contingencies - of digital media. The methodology of this research, which is of bibliographic nature, contemplates the theoretical-critical studies formulated by Canclini (2016), Garramuño (2014), Laddaga (2012), Ludmer (2010), Kluscinskas and Moser (2007), Jenkins (2009) , Bolter and Grusin (2000), Resende (2008), Rocha (014; 2016; 2018; 2019; 2020), among others. We hope that the results contribute to the debate about how literary is configured in digital contemporaneity, and endorse the reflections/problematizations about the expansion of fields, so urgent and necessary so that many textualities of the contemporary scene are not excluded or made invisible.
Palavras-chave: Campo expandido
Inespecificidade
Literatura digital
Os famosos e os duendes da morte
Terminal
Expanded field
Non-specificity
Digital literature
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: DIAS, Giselia Rodrigues. A literatura além do impresso: “inespecificidades” em Os famosos e os duendes da morte, de Ismael Caneppele, e Terminal, de Flávio Komatsu. 2020. 185 f. Tese (Doutorado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10734
Data de defesa: 28-Ago-2020
Aparece nas coleções:Doutorado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Giselia Rodrigues Dias - 2020.pdf3,87 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons