Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10749
Tipo do documento: Dissertação
Título: O bem-dito sertão: as veredas de lalíngua em Guimarães Rosa
Título(s) alternativo(s): The well-said backland: lalangue’s paths in Guimarães Rosa
Autor: Cançado, Marina Junqueira
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1178683371106228
Primeiro orientador: Burgarelli, Cristõvão Giovani
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/7094012821984177
Primeiro membro da banca: Burgarelli, Cristõvão Giovani
Segundo membro da banca: Neves , Libéria Rodrigues
Terceiro membro da banca: Marques , Rodrigo Vieira
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo discutir como a prática da letra de Guimarães Rosa em seu romance Grande Sertão Veredas deixa emergir o conceito de lalíngua, forjado por Jacques Lacan. Para esta discussão, inicialmente, será destacado o caminho de Freud e Lacan com a literatura e como eles a tomam como uma emergência do inconsciente em seu funcionamento. Recusando adotar a postura de um campo externo que analisa a arte, o trabalho aqui desenvolvido visa estabelecer como a obra literária, como um resto de formação inconsciente que deixa emergir a própria psicanálise. Como um segundo ponto, o trabalho se debruça sobre o conceito de lalíngua, seus desdobramentos para a teoria psicanalítica e seu evidente enodamento com a literatura poética, que escancara um não-saber, uma quebra de sentido e deixa advir o furo da linguagem que é lalíngua. Finalmente, o trançado se enlaça nas letras da narrativa empreendida por Guimarães Rosa como subversão da língua que possibilita a emergência de uma língua entre outras, lalíngua como proposta por Lacan. Os neologismos, onomatopeias e demais figuras de linguagem colocados no narrar do jagunço Riobaldo fazem a fenda que quebra o sentido e o significado, transbordando uma língua outra, lalíngua, repleta de gozo e resistente a qualquer tentativa de apreensão.
Abstract: The present work aimed to discuss how the practice of the lyrics of Guimarães Rosa in his novel Grande Sertão Veredas allows the concept of lalangue to emerge, forged by Jacques Lacan. For this discussion, initially, the path of Freud and Lacan with literature and how they take it as an emergency of the unconscious in its functioning will be highlighted. Refusing to adopt the posture of an external field that analyzes art, the work developed here aims to establish as the literary work, as a rest of unconscious formation that allows psychoanalysis itself to emerge. As a second point, the work focuses on the concept of lalangue, its unfolding for psychoanalytic theory and its evident connection with poetic literature, which opens up a lack of knowledge, a breakdown of meaning and leaves a hole in the language that is lalangue itself. Finally, the braid is linked to the lyrics of the narrative undertaken by Guimarães Rosa as a subversion of the language that enables the emergence of one language, among others, lalangue as proposed by Lacan. The neologisms, onomatopoeia and other figures of speech placed in the narrative of the backcountry Riobaldo make the crack that breaks the meaning, overflowing another language, lalangue, full of joy and resistant to any attempt at apprehension.
Palavras-chave: Grande Sertão
Lalíngua
Psicanálise
Literatura
Freud
Lacan
Grande Sertão
Lalangue
Psychoanalysis
Literature
Freud
Lacan
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: CANÇADO, M. J. O bem-dito sertão: as veredas de lalíngua em Guimarães Rosa. 2020. 77 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10749
Data de defesa: 23-Jun-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Marina Junqueira Cançado - 2020.pdf1,3 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons