Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10795
Tipo do documento: Dissertação
Título: Retenção de caixa e estratégias de gerenciamento de risco corporativo
Título(s) alternativo(s): Cash holding and corporate risk management strategies
Autor: Sousa, Elizamar Costa
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1784938863431438
Primeiro orientador: Cruz, Alethéia Ferreira da
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4696821747588199
Primeiro membro da banca: Cruz, Alethéia Ferreira da
Segundo membro da banca: Barboza, Flávio Luiz de Moraes
Terceiro membro da banca: Pimenta , Daiana Paula
Resumo: O presente estudo tem como objetivo analisar o impacto das estratégias de gerenciamento de risco corporativo nas decisões de retenção de caixa nas empresas brasileiras de capital aberto listadas na B3, a partir de um modelo empírico. As estratégias que estão em avaliação são o uso de conexão política e a utilização de hedge como ferramentas de liquidez corporativa. Para a consecução do objetivo proposto, na primeira análise observa-se a relação entre conexão política e retenção de caixa com uma avaliação de regressão com dados em painel com a técnica de MQO empilhado. Na segunda análise entre hedge corporativo e política de liquidez corporativa confronta-se o modelo teórico de Disatnik et. al. (2014) que mostra como o hedge corporativo facilita maior dependência de liquidez econômica, com uma nova abordagem empírica entre o caixa e outros tipos de instrumentos de hedging. Com base nessas considerações, o trabalho explora e discute construtos relacionados às conexões políticas das empresas e a utilização de hedge corporativo. Os resultados demonstram as seguintes evidências: a relação entre membros do conselho de administração, diretoria ou comitês corporativos como políticos eleitos sugere um volume maior de reservas de caixa para as empresas, demonstrando indícios que há conexão política por meio dessa associação; avaliando os tipos de hegde utilizados pelas empresas é possível perceber um crescimento no uso desses instrumentos nas empresas brasileiras. Esses resultados contribuem para consolidar a relevância das questões políticas na estratégica corporativa, bem como, explorar a integração téorica entre retenção de caixa e derivativos financeiros como instrumentos de gerenciamento de risco.
Abstract: This study aims to analyze the impact of corporate risk management strategies on cash holding decisions in publicly traded Brazilian companies listed on B3, based on an empirical model. The strategies being evaluated are the use of political connection and the use of hedge as tools for corporate liquidity. In order to achieve the proposed objective, in the first analysis, the relationship between political connection and cash holding is observed with a regression evaluation with panel data using the stacked OLS technique. In the second analysis, based the theoretical model of Disatnik et. al. (2014), shows how corporate hedge and corporate liquidity policy facilitates greater dependence on economic liquidity, with a new empirical approach between cash and other types of hedging instruments. Based on these considerations, the paper explores and discusses constructs related to the political connections of companies and the use of corporate hedge. The results demonstrate the following evidence: the relationship between members of the board of directors, executive officers or corporate committees as elected politicians suggests a greater volume of cash reserves for companies, showing evidence that there is a political connection through this association; by evaluating the types of hegde used by companies, it is possible to notice an increase in the use of these instruments in Brazilian companies. These results contribute to consolidate the relevance of political issues in corporate strategy, as well as to explore the theoretical integration between cash holding and financial derivatives as risk management instruments.
Palavras-chave: Retenção de caixa
Hedge
Derivativos
Conexão política
Cash holding
Hedging
Derivatives
Political connection
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas - FACE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis (FACE)
Citação: SOUSA, Elizamar Costa. Retenção de caixa e estratégias de gerenciamento de risco corporativo. 2020. 86 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10795
Data de defesa: 19-Mar-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências Contábeis (FACE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Elizamar Costa Sousa - 2020.pdf1,71 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons