Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10813
Tipo do documento: Dissertação
Título: Geoprocessamento aplicado a detecção de risco de incêndios vegetacionais na Bacia Hidrográfica do Rio Dourados (MG)
Título(s) alternativo(s): Geoprocessing applied to the risk detection of plant fire in the Dourados River Hydrographic Basin (MG)
Autor: Silva, Rúbia Cristina da
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7741407366498677
Primeiro orientador: Lima, João Donizete
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/4751976617424186
Primeiro membro da banca: Lima, João Donizete
Segundo membro da banca: Ferreira, Idelvone Mendes
Terceiro membro da banca: Silva, Mirna Karla Amorim da
Resumo: A existência de incêndios vegetacionais é considerada uma ameaça à conservação da biodiversidade. Existe uma aglomeração de razões para a ocorrência de tal fato, tais como: raios, incêndios causados pela ação antrópica, queimadas para limpezas, entre outros. As queimadas preocupam tanto os cientistas quanto os ambientalistas, além de toda a sociedade humana, por provocar uma série de consequências, os chamados impactos ambientais, que acontecem devido a recorrente incidência de incêndios vegetacionais de uma determinada região. Após os incêndios, um dos grandes prejuízos que ocorre é a perda da vegetação e, de forma sequencial, após a perda das folhas há a exposição do solo, acarretando em subsequentes erosões. Com as erosões, há um carregamento de sedimentos pelas águas na época das chuvas, podendo acarretar o assoreamento dos rios. Esses impactos acontecem de forma sequencial, prejudicando toda a área. A grande ocorrência de incêndios vegetacionais na área da BHRD (Bacia Hidrográfica do Rio Dourados - MG) vem preocupando muito os moradores da região, principalmente porque a bacia tem sua economia pautada na atividade da agricultura e pecuária, onde os incêndios vegetacionais provocam uma série de prejuízos para as populações locais. Deste modo, surge a necessidade do mapeamento das áreas com maior risco de ocorrência de incêndios vegetacionais e dos impactos que o fogo ocasiona. Para chegar a este mapeamento de riscos, é feita uma modelagem de variáveis climáticas e topográficas, que são de origem natural e variáveis e que tem como origem a ação antrópica. Por meio desse mapeamento, é possível ver se na área da bacia há o risco de ocorrer incêndios vegetacionais. Para isso, foram utilizadas as geotecnologias, entre elas o Geoprocessamento e o SIG, e a identificação destes impactos se deu a partir do trabalho de campo. Dentre os resultados encontrados estão o mapeamento de risco para cada uma das variáveis utilizadas e o risco final obtido pelo cruzamento dessas variáveis, nas quais a BHRD possui como classe predominante a de Risco Médio, com 94,45% de toda área. As demais áreas são: 2,69% com Risco Elevado e 2,86% com Risco Baixo de Incêndios Vegetacionais. Em relação aos impactos ambientais, identificou-se a perda de vegetação, impactos nas propriedades rurais e na fauna por meio do trabalho de campo. Nos demais, como a erosão do solo e o assoreamento do rio Dourados, constou-se que esse tipo de impacto acontece não só pelos incêndios, mas por outras causas atuando juntas. Mesmo a BHRD possuindo como classe predominante a de Risco Médio, a bacia sofre com constantes Incêndios Vegetacionais, sendo esses incêndios de grandes proporções. Em sua maioria, são intencionais, ou seja, são provocados pelo ser humano. Assim sendo, uma das formas de prevenção seria a conscientização de toda a população, ao passo que a melhor maneira é prevenir a inicialização do incêndio ao invés de controlá-lo, já que a bacia possui grande capacidade de propagação do fogo.
Abstract: The existence of vegetation fires is considered a threat to biodiversity conservation. There are an agglomeration of reasons for the occurrence of such a fact, such as: lightning, fires caused by anthropic action, burning for cleaning, among others. The fires concern both scientists and environmentalists and also the whole human society, as it causes a series of consequences, the so-called environmental impacts, where these impacts happen due to the recurrent incidence of vegetation fires in a given region. After the fires, one of the great damages that occur is the loss of vegetation and, in a sequential way, after the loss of the leaves, the soil is exposed and subsequently can result in soil erosion. With erosion there is a load of sediment in the waters during the rainy season, which can lead to the silting up of rivers. These impacts occur in a sequential manner, harming the entire area. The great occurrence of vegetation fires in the BHRD (Rio Dourados Hydrographic Basin - MG) area, has been of great concern to the region's residents, mainly because the basin's economy is based on the activity of agriculture and livestock where vegetation fires cause a series of damage to local populations. Thus, there is a need to map the areas with the highest risk of vegetation fires and the environmental impacts caused by fire. In order to arrive at this risk mapping, a modeling of climatic and topographic variables that are of natural origin and variables, which originate from anthropic action, is made. Through this mapping it is possible to see if in the basin area there is a risk of vegetation fires. For this, geotechnologies were used, including Geoprocessing and GIS, and for the identification of environmental impacts, fieldwork was used. The results found were the risk mapping for each of the variables used, the final risk that was obtained by crossing these variables, with BHRD having as a predominant class the Medium Risk with 94.45% of the entire area. The other areas are: 2.69% with high risk and 2.86% with low risk of vegetation fires. In relation to environmental impacts, loss of vegetation, impacts on rural properties and fauna were identified through fieldwork. The others, such as soil erosion and silting up the Dourados River, found that this type of impact happens not only due to fires, but also due to other causes acting together. Even though BHRD has the Medium Risk class as its predominant class, the basin suffers from constant Vegetal Fires, these fires being of great proportions. Most of these fires are intentional, that is, they are caused by the human being. So a way to prevent it would be to raise the awareness of the entire population, as the best way is to prevent the fire from starting than to control it, because the basin has great fire propagation capacity.
Palavras-chave: Incêndio vegetacional
Riscos
Bacia hidrográfica do Rio Dourados
Impactos ambientais
Vegetational fire
Scratchs
River Dourados hydrographic basin
Environmental impacts
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Regional Catalão (RC)
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia (RC)
Citação: SILVA, R. C. Geoprocessamento aplicado a detecção de risco de incêndios vegetacionais na Bacia Hidrográfica do Rio Dourados (MG). 2020. 108 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Catalão, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10813
Data de defesa: 25-Mai-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (RC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Rubia Cristina da Silva - 2020.pdf10,75 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons