Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10916
Tipo do documento: Dissertação
Título: A organicidade do movimento terra livre em Goiás: espacialização e territorialização entre 2008 e 2017
Título(s) alternativo(s): The organicity of the free land movement in Goiás: spatialization and territorialization between 2008 and 2017
Autor: Araújo, Flávio Marcos Gonçalves de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5231560407244771
Primeiro orientador: Oliveira, Adriano Rodrigues de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1909084450648691
Primeiro membro da banca: Oliveira, Adriano Rodrigues de
Segundo membro da banca: Maia, Claudio Lopes
Terceiro membro da banca: Mendonça, Marcelo Rodrigues
Resumo: O tema da pesquisa se configura na tentativa de compreender os processos de espacialização e territorialização do Movimento Social Terra Livre em Goiás, entre 2008 a 2017. Para percorrer esse caminho, se fez necessário examinar a gestação e o nascimento do Terra Livre e estabelecer um diálogo entre os conceitos de Movimento Social, Classes Sociais e Território. Outro elemento fundante para compreender o Terra Livre, são as críticas que ele faz ao processo de implementação das políticas públicas dos programas de Reforma Agrária e Minha Casa Minha Vida. A partir dessas bases, percorremos a espacialização e a territorialização Movimento em Goiás, utilizando o instrumental metodológico de revisão bibliográfica dos documentos do próprio Terra Livre e de outros Movimentos Sociais. Em um segundo momento, coletamos dados de fontes secundárias, como jornais, artigos, monografias, dissertações e teses, e examinamos os arquivos de entidades como a Comissão Pastoral da Terra (CPT), e consultamos os registros de órgãos governamentais, como o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e os extintos Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Ministérios das Cidades (MC). As fontes primárias foram documentos do Terra Livre e de outros Movimentos Sociais. Com essas fontes compiladas, foi possível tabular os dados quantitativos e representa-los por meio de gráficos e mapas. Quanto aos dados qualitativos, eles foram distribuídos ao longo do texto. A investigação concluiu que o Terra Livre é um Movimento Social que tem visão de classe e busca constituir territórios, pois foi o Movimento que mais realizou ocupações de terra em Goiás, entre 2008 a 2012, de forma que sua espacialização e territorialização alcançou 20 municípios, com maior concentração na região Sudoeste do estado.
Abstract: The aim of this research was to comprehend the processes of espacialization and territorialization of the Movimento Social Terra Livre [Free Land Social Movement] between 2008 and 2017 in Goiás. Thus, it was necessary to analyze the maturation and creation of the movement, and to set up a dialogue between its concepts, social classes and territory. Another key element to comprehend the Movimento Social Terra Livre was the criticism it makes to the process of implementation of the public policies of land reform and the program Minha Casa Minha Vida [My House, My Life]. Through a literature review of the primary sources, that is, the documents of social movements, including Terra Livre, this work followed its espacialization and territorialization in Goiás. It also collected data from secondary sources such as newspapers, papers, monographs, dissertations, thesis, and the revisited archives of the Comissão Pastoral da Terra (CPT) [Pastoral Land Comission] and other government agencies as the Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) [National Institute for Colonization and Agrarian Reform], and the extincts Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) [Ministry of Agrarian Development] and Ministério das Cidades (MC) [Ministry of Cities]. After examining the sources, it was possible to chart the quantitative data and represent them in tables and maps. The qualitative data were disposed through the text. The research concluded that Terra Livre is a social movement with a strong class vision that seeks to build territories. Between 2008 and 2012, Terra Livre was the movement that realized most occupations in Goiás, so that its specialization and territorialization reached 20 counties, especially in the southwest part of the estate.
Palavras-chave: Terra livre
Movimento social
Classe social
Território
Goiás
Social movement
Social class
Territory
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA HUMANA::GEOGRAFIA AGRARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA)
Citação: ARAÚJO, F. M. G. A organicidade do movimento terra livre em Goiás: espacialização e territorialização entre 2008 e 2017. 2020. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10916
Data de defesa: 17-Jul-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Flávio Marcos Gonçalves de Araújo - 2020.pdf5,53 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons