Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10923
Tipo do documento: Dissertação
Título: Níveis de energia metabolizável em dietas de frango de crescimento lento
Título(s) alternativo(s): Metabolizable energy levels in slowly growing chicken diets
Autor: Veríssimo, Saulo
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3273183720927101
Primeiro orientador: Café, Marcos Barcellos
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9860968235125158
Primeiro coorientador: Carvalho, Fabyola Barros de
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/4936451314440305
Primeiro membro da banca: Café, Marcos Barcellos
Segundo membro da banca: Carvalho, Fabyola Barros de
Terceiro membro da banca: Leite, Paulo Ricardo de Sá da Costa
Quarto membro da banca: Assis, Saullo Diogo de
Resumo: Objetivou-se avaliar quatro níveis de energia metabolizável (EM) na ração de frangos Isa Label, na fase inicial sobre desempenho produtivo, composição de carcaça e metabolismo energético, sendo conduzidos dois experimentos. No Experimento I, 480 pintos da linhagem Isa Label, pescoço pelado, foram alimentadas com rações contendo diferentes níveis de EM (2.725, 2.850, 2.975 e 3.100 kcal/kg). O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 4x2, sendo os tratamentos quatro níveis de EM na ração inicial (até 28 dias) combinados com dois sexos, com seis repetições, de 20 aves. Na fase de crescimento (29 a 56 dias de idade) todas as aves receberam a mesma ração. O período avaliado foi de 1 a 28 e de 1 a 56 dias de idade, sendo as variáveis de desempenho e rendimento de carcaça. Foi realizado um ensaio de metabolismo com coleta total de excretas de 17 a 21 dias, com 260 ave, sendo oito repetições de 10 aves cada. Os dados foram submetidos à análise de variância. A análise de regressão polinomial foi utilizada para estudo dos níveis de energia metabolizável na ração. Na fase de 1 a 7 dias de idade, houve diferença entre sexos somente para conversão alimentar, já aos 21 e 28 dias houve diferença para peso vivo, ganho de peso e consumo de ração. Aos28 dias houve efeito de regressão quadrática com ponto de máxima de 2.915,22 para peso vivo e ganho de peso e regressão linear negativa para conversão alimentar. Aos 56 dias de idade, houve efeito de sexo, sendo que os machos apresentaram melhor desempenho. Para os níveis de EM na ração, houve efeito de regressão quadrática para consumo de ração com ponto de mínima de 2912,5. Para conversão alimentar houve interação significativa, sendo que fêmeas responderam de forma quadrática com ponto de máxima de 2.929,55 e machos com efeito linear positivo. Não houve efeito de regressão significativa para rendimento de carcaça e de cortes nobres, aos 56 dias. Houve efeito de regressão quadrática para o balanço de nitrogênio e coeficiente de metabolizabilidade de nitrogênio, com ponto de mínima de 2.912,5. Houve efeito de regressão linear positiva para balanço de extrato etéreo e efeito de regressão quadrática pra coeficiente de metabolizabilidade do extrato etéreo com ponto de máxima de 2.912,5. Para o coeficiente de metabolizabilidade de matéria seca houve efeito de regressão linear positiva. As variáveis energia metabolizável aparente e a energia metabolizável corrigida pelo nitrogênio apresentaram efeito de regressão linear positiva. Recomenda-se trabalhar com rações com níveis de 2.900-2.930 kcal de EM/kg, em rações iniciais, de um a 28 dias de idade.
Abstract: The aim was to evaluate four levels of metabolizable energy (ME) in the feed of Isa Label broilers, in the first phase on productive performance, carcass composition and energy metabolism. Two experiments were conducted. In triaI I, 240 male and 240 females of the Isa Label lineage, naked neck, were fed with diets containing different levels of ME (2,725, 2,850, 2,975 and 3,100 kcal / kg). The design used was completely randomized in a 4x2 factorial scheme, the treatments was four levels of ME in the initial diet (up to 28 days) combined with two sexes, with six repetitions per treatment, of 20 birds. In the growth phase (29 to 56 days of age) all birds received the same fed. Carcass yield and performance were evaluated. A metabolism trail was carried out with total collection of excreta from 17 to 21 days, with 160 male and 160 females. The design used was completely randomized in a 4x2 factorial scheme, as well as in the first trail, with eight replicates of 10 birds each. The data were submitted to analysis of variance. Polynomial regression analysis was used to study the levels of metabolizable energy in the diet, using the SAS Statistical program. In the phase from 1 to 7 days of age, there was a difference between sexes for feed conversion. At 21 and 28 days there was a difference between sexes for live weight, weight gain and feed consumption. At 28 days there was a quadratic regression effect with a maximum point of 2915.22 for live weight and weight gain and negative linear regression for feed conversion. At 56 days of age, there was a difference between males and females for all variables analyzed and a quadratic regression effect for feed consumption with a minimum point of 2912.5, in addition to interaction between the factors studied (energy x sex) for feed conversion, females responded in a with quadratic regression with a maximum point of 2929.55, males responded in a linear regression. There was no significant regression effect for carcass and fine cuts at 56 days. There was a quadratic regression effect for nitrogen balance and nitrogen metabolizability coefficient, with a minimum point of 2912.5. There was a positive linear regression effect for ether extract balance and quadratic regression effect for the ether extract metabolizability coefficient with a maximum point of 2912.5. For the dry matter metabolizability coefficient, there was a positive linear regression effect. The variables apparent metabolizable energy and the metabolizable energy corrected by nitrogen presented positive linear regression effect. It is recommended to work with diets with levels of 2900-2930 kcal ME / kg, in initial diets from one to 28 days of age.
Palavras-chave: Desempenho
Frango caipira
Nutrição
Free-range chicken
Nutrition
Performance
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Zootecnia (EVZ)
Citação: VERÍSSIMO, S. Níveis de energia metabolizável em dietas de frango de crescimento lento. 2020. 41 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10923
Data de defesa: 6-Mai-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Zootecnia (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Saulo Veríssimo - 2020.pdf746,42 kBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons