Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11127
Tipo do documento: Dissertação
Título: Inclusão educional e ideologia
Título(s) alternativo(s): School inclusion and ideology
Autor: Rios, Gleyson Batista
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5244620797550426
Primeiro orientador: Resende, Maria do Rosário Silva
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9438831227539163
Primeiro membro da banca: Resende, Maria do Rosário Silva
Segundo membro da banca: Santos, André Vieira dos
Terceiro membro da banca: Silva, Hugo Leonardo Fonseca da
Resumo: Trata-se de uma pesquisa teórica com o objetivo de analisar a inclusão escolar como ideologia. Para tanto, são discutidos a deficiência como um problema médico e o início do que viria a ser reconhecido como educação especial; as concepções sobre a educação em geral e a educação da pessoa com deficiência desenvolvidas no âmbito da psicologia; o distanciamento da medicina na construção de processos educativos, sem negar sua presença constante na educação dos comportamentos sociais, no momento atual, marcada pela medicalização da vida; a educação escolar como necessidade do capital e por isso direito na sociedade capitalista; os processos ideológicos que atravessam a escola, tomando-a como objeto do discurso ideológico e como agência de manutenção da ideologia; o desenvolvimento das concepções de inclusão anunciadas principalmente pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, construindo a estreita relação com os processos de reestruturação produtiva e manutenção da hegemonia; a apropriação das reivindicações pelo capital para composição do discurso da cínica justificação ideológica. As reflexões se deram a partir da Declaração de Salamanca, de autores mais citados em teses sobre inclusão escolar do aluno com deficiência intelectual e das bases concretas que constroem os elementos de manutenção da inclusão escolar como ideologia. Os resultados desta pesquisa apontam a necessidade do debate da inclusão escolar com crítica radical à sociedade capitalista e a articulação com ações que visam a sua superação.
Abstract: It is a theoretical research. In order to analyze school inclusion as an ideology, the work is divided into three parts. The first discusses philosophical, medical and psycho-pedagogical knowledge that supported the education of people with disabilities throughout the historical process. It reflects on disability as a medical problem and the beginning of what would come to be recognized as special education. Concepts on education in general and the education of people with disabilities developed within the scope of psychology are analyzed. The distancing of medicine in the construction of educational processes is analyzed, without denying its constant presence in the education of social behaviors, at the present moment, marked by the medicalization of life. In the second part of the work, school education is discussed as a need for capital, which is therefore a right in capitalist society. It reflects on the ideological processes that go through the school, taking it as an object of ideological discourse and as an ideology maintenance agency. The development of the concepts of inclusion announced mainly by the United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization is analyzed, building a close relationship with the processes of productive restructuring and maintaining hegemony. An essay on subjectivity, school education and neoliberalism is carried out, finalizing the construction of the foundations for the analysis of school inclusion as ideology. In the last part, the appropriation of claims by capital is analyzed, for the composition of the discourse of cynical ideological justification. Based on the Salamanca Declaration and the authors most cited in theses on school inclusion of students with intellectual disabilities, the concrete bases that build the elements of maintaining school inclusion as ideology are reflected. In the final remarks, the need to submit the debate on school inclusion to the radical critique of capitalist society and to articulation with actions aimed at overcoming it is emphasized.
Palavras-chave: Educação inclusiva
Deficiência intelectual
Psicologia
Ideologia
Inclusive education
Intellectual disability
Psychology
Ideology
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: RIOS, Gleyson Batista. Inclusão educional e ideologia. 2020. 127 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11127
Data de defesa: 19-Mar-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Gleyson Batista Rios - 2020.pdf1,47 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons