Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11147
Tipo do documento: Tese
Título: Educação do olhar e semiformação: (im)possibilidades educativas nos Centros de Atenção Psicossocial
Título(s) alternativo(s): Education of the look and semi-formation: (im) possibilities educational in Psychosocial Care Centers
Autor: Pinto, Rômulo Fabriciano Gonzaga
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1840632880677132
Primeiro orientador: Furtado, Rita Márcia Magalhães
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2445364912204332
Primeiro membro da banca: Furtado, Rita Márcia Magalhães
Segundo membro da banca: Zanolla, Sílvia Rosa da Silva
Terceiro membro da banca: Baptista, Tadeu João Ribeiro
Quarto membro da banca: Crochik, José Leon
Quinto membro da banca: Wachs, Felipe
Resumo: A presente tese, associada à linha de pesquisa “Cultura e Processos Educacionais”, é fruto de uma pesquisa realizada conforme os pressupostos teórico-metodológicos da Teoria Crítica da Escola de Frankfurt no contexto dos CAPS AD. O problema da pesquisa, considerando que a educação do olhar pode contribuir para o processo de semiformação e que os mecanismos ideológicos de dominação, como a Indústria Cultural, se impõem com o propósito de padronização das consciências, conflui para a seguinte questão: Como o sujeito toxicômano e os profissionais da saúde mental podem apreender as imagens disseminadas pela indústria cultural em um processo de educação do olhar para se compreender a regulamentação e o controle social do uso de substâncias psicoativas? A técnica de coleta de dados empregada nesta pesquisa foi a entrevista semiestruturada e a observação participante com todos os professores de Educação Física do município de Goiânia que trabalham em CAPS-AD. Com o problema posto, buscou-se compreender como os profissionais da saúde mental e o sujeito toxicômano podem apreender as imagens disseminadas pela Indústria Cultural, e suas possíveis vinculações com um processo de educação do olhar, e ainda se este possui relação com as políticas de regulamentação e controle social do uso de substâncias psicoativas. Assim buscou-se compreender o advento da política proibicionista das drogas e sua articulação com a semiformação humana, identificando os processos de educação do olhar e sua possível relação com as maneiras de ver e sentir na contemporaneidade, relacionando estas com as toxicomanias e, por fim, situando a indústria cultural como mecanismo central de dominação humana na especificidade do recorte da pesquisa. Diante desses objetivos aqui explicitados, este trabalho foi dividido em quatro capítulos. No primeiro capítulo, buscou-se compreender os processos de semiformação humana e sua possível relação com a educação do olhar na singularidade histórica do capitalismo, em seu desdobramento enquanto categoria lógica e histórica. No segundo capítulo apresentamos, a partir de Theodor Adorno e Max Horkheimer, o desenvolvimento da indústria cultural ao longo do século XX e concomitantemente, buscamos em Chistoph Türcke, elementos para a compreensão do advento da sociedade excitada. Apresentamos o conceito de fluxos sensoriais contínuos que tem sua origem em Richard Sennett, e que é também desenvolvido por Claudine Haroche, que fortalece os feixes de dominação oriundos da indústria cultural. No terceiro capítulo apresentamos os processos de educação do olhar e semiformação oriundos do advento das tecnologias sociais da exclusão, da gênese e desenvolvimento histórico do uso de drogas, da origem e processo histórico da política proibicionista das drogas. No quarto capítulo, explicitamos como, a partir das perspectivas de profissionais de saúde e usuários do serviço atendidos em CAPS de que modo os processos de educação do olhar podem culminar em processos de (de)formação humana. Conclui-se que, mesmo no âmago das contradições, limites e possibilidades se põem no real dentro e fora dos CAPS caminhos para que intervenções terapêutico-pedagógicas possam expressar possibilidades de superação do existente em novas sínteses históricas futuras possíveis.
Abstract: This thesis, associated with the line of research “Culture and Educational Processes”, is the result of a research carried out according to the theoretical and methodological assumptions of the Critical Theory of the Frankfurt School in the context of the CAPS AD. The research problem, considering that the education of the gaze can contribute to the process of semi-formation and that the ideological mechanisms of domination, such as the Cultural Industry, impose themselves for the purpose of standardizing consciences, converges to the following question: How the subject drug addict and mental health professionals can apprehend the images disseminated by the cultural industry in a process of educating the eye to understand the regulation and social control of the use of psychoactive substances? The data collection technique used in this research was the semi-structured interview and participant observation with all Physical Education teachers in the city of Goiânia who work at CAPS-AD. With the problem posed, we sought to understand how mental health professionals and the drug addict can apprehend the images disseminated by the Cultural Industry, and their possible links with a process of educating the gaze, and even if it is related to the policies of regulation and social control of the use of psychoactive substances. Thus, we sought to understand the advent of the prohibitionist drug policy and its articulation with human semiformation, identifying the processes of gaze education and its possible relationship with the ways of seeing and feeling in contemporary times, relating these to drug addictions and, finally , placing the cultural industry as a central mechanism of human domination in the specificity of the research focus. In view of these objectives explained here, this work was divided into four chapters. In the first chapter, we sought to understand the processes of human semi-formation and its possible relationship with the education of the gaze in the historical singularity of capitalism, in its unfolding as a logical and historical category. In the second chapter we present, from Theodor Adorno and Max Horkheimer, the development of the cultural industry throughout the 20th century and, concomitantly, we search in Chistoph Türcke, elements for the understanding of the advent of excited society. We present the concept of continuous sensory flows that has its origin in Richard Sennett, and that is also developed by Claudine Haroche, who strengthens the bonds of domination coming from the cultural industry. In the third chapter we present the processes of education of the gaze and semi-formation arising from the advent of social technologies of exclusion, the genesis and historical development of drug use, the origin and historical process of the prohibitionist drug policy. In the fourth chapter, we explain how, from the perspectives of health professionals and service users treated at CAPS, how the processes of gaze education can culminate in processes of (de) human formation. We conclude that, even at the heart of the contradictions, limits and possibilities, realities are placed inside and outside the CAPS so that therapeutic-pedagogical interventions can express possibilities of overcoming the existing in new possible future historical syntheses.
Palavras-chave: Educação do olhar
Substâncias psicoativas
Indústria cultural
Sujeito toxicômano e semiformação
Education of the look
Psychoactive substances
Cultural industry
Drug addict
Semi-formation and emancipation
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação (FE)
Citação: PINTO, Rômulo Fabriciano Gonzaga. Educação do olhar e semiformação: (im)possibilidades educativas nos Centros de Atenção Psicossocial. 2020. 202 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11147
Data de defesa: 5-Jun-2020
Aparece nas coleções:Doutorado em Educação (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Rômulo Fabriciano Gonzaga Pinto - 2020.pdf2,2 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons