Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11319
Tipo do documento: Dissertação
Título: Veganismos.br: um estudo etnográfico do ciberativismo vegano no Brasil
Título(s) alternativo(s): Veganismos.br: an ethnographic study of vegan cyberactivism in Brazil
Autor: Duarte, Fabíola Ribeiro
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7184181359755138
Primeiro orientador: Collaço, Janine Helfst Leicht
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9655194212314066
Primeiro membro da banca: Collaço, Janine Helfst Leicht
Segundo membro da banca: Abonizio , Juliana
Terceiro membro da banca: Roim, Talita Prado Barbosa
Quarto membro da banca: Menasche , Renata
Quinto membro da banca: Silva , Joana Aparecida Fernandes
Resumo: O uso da internet está no cotidiano de boa parte da sociedade brasileira, e, principalmente, das redes sociais, que têm funcionado como facilitadoras para a propagação de informações. E, com isso, os movimentos sociais, como o veganismo, têm ganhado cada vez mais visibilidade. Esta dissertação tem como objetivo refletir sobre como o movimento vegano ocupa o Facebook, uma mídia social ou rede social de amplo alcance, estabelecendo relações sociais e a sua estratégia política para mobilização, criação e difusão de conteúdo. E, ainda, refletir sobre como a lógica capitalista neoliberal trabalha no sentido de se apropriar de alguns discursos do movimento na tentativa cooptar seus integrantes para o processo de normalização das condutas favorecido por uma ontologia Uni-Mundista. Considerando os vários elementos que se conjugam para formar a compreensão de um mundo social sem “exploração animal”, o olhar antropológico é um instrumento importante para analisar como as pessoas que fazem parte do movimento social vegano têm suas práticas, costumes e relações alterados por considerarem que humanos e animais têm direitos análogos por serem seres sencientes, e como estas utilizam as redes sociais para divulgar seu modo de vida e ao mesmo tempo para se fortalecer mantendo relações com outros veganos. As mesmas redes se tornam palco de diversas polêmicas, que serão descritas no decorrer desta dissertação, pois estas refletem diretamente a pluralidade de pensamento dentro do movimento.
Abstract: The use of the internet is part of the daily life of a good part of Brazilian society, and, mainly, of social networks, which have functioned as facilitators for the propagation of information. As a result, social movements, such as veganism, have gained increasing visibility. This dissertation aims to reflect on how the vegan movement occupies Facebook, a wide-ranging social media or social network, establishing social relationships and its political strategy for mobilizing, creating and disseminating content. And yet, to reflect on how the neoliberal capitalist logic works in the sense of appropriating some speeches of the movement in an attempt to co-opt its members for the process of normalization of conducts favored by a Uni-World ontology. Considering the various elements that come together to form an understanding of a social world without “animal exploitation”, the anthropological look is an important tool to analyze how people who are part of the vegan social movement have their practices, customs and relationships changed because they consider that humans and animals have similar rights, due to being sentient beings, and how they use social networks to publicize their way of life and at the same time to strengthen themselves by maintaining relationships with other vegans. The same networks become the scene of several controversies, which will be described in the course of this dissertation, as they directly reflect the plurality of thought within the movement.
Palavras-chave: Veganismo
Vegano
Alimentação vegana
Ciberativismo
Consumo
Veganism
Vegan
Vegan food
Cyberactivism
Consumption
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::ANTROPOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais - FCS (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Antropologia Social (FCS)
Citação: DUARTE, F. R. Veganismos.br: um estudo etnográfico do ciberativismo vegano no Brasil. 2020. 116 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11319
Data de defesa: 11-Mar-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Antropologia Social (FCS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Fabíola Ribeiro Duarte - 2020.pdf3,02 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons