Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11550
Tipo do documento: Dissertação
Título: O sofrimento psíquico do discente universitário: uma análise crítica
Título(s) alternativo(s): The psychic suffering of the university student: a critical analysis
Autor: Santos, Bárbara Naves dos
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6463531718506944
Primeiro orientador: Resende , Maria do Rosário Silva
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9438831227539163
Primeiro membro da banca: Resende, Maria do Rosário Silva
Segundo membro da banca: Roure, Susie Amâncio Gonçalves de
Terceiro membro da banca: Santos, Lívia Gomes dos
Quarto membro da banca: Macêdo, Kátia Barbosa
Resumo: Buscou-se investigar a relação entre o ambiente universitário em estudantes de graduação e a expressão ou o agravamento do sofrimento psíquico. Para isso, o objetivo desta dissertação foi realizar uma análise do sofrimento do discente por meio da compreensão sobre a universidade e a cultura. Os objetivos específicos foram: contextualizar a instituição universitária ressaltando o emergir da lógica organizacional dentro dela; apontar modos específicos de sofrimento relacionadas a um sofrimento particular que caracteriza a sociedade capitalista; analisar o sofrimento dos discente universitários de graduação a partir do discurso científico. A metodologia utilizada foi uma pesquisa teórico-conceitual sistematizada entre anos de 2015 a 2019 na base de dados do SciELO e nos periódicos da CAPES. A base teórica de análise foi a Teoria Crítica da Sociedade ou Escola de Frankfurt, permitindo uma compreensão contextualizada do sofrimento e do discurso científico produzido até então sobre a temática. Como resultado, destacam-se diversos fatores que estão relacionados ao sofrimento: pessoais, relacionais, ambientais, institucionais e culturais. Assim, a compreensão sobre a universidade e a cultura possibilita um melhor entendimento acerca do sofrimento discente, que é conformado e manifesta um sofrimento social. O capitalismo forma subjetividades, inculca discursos que legitimam o domínio e a violência; a desnaturalização desses discursos faz parte da resistência à essa lógica adoecedora. Além disso, este trabalho também perpassa a compreensão das condições concretas da universidade como a necessidade de investimento de recursos e o ataque a ela em seu cerne, submetendo-a à lógica do mercado. Conclui-se que fatores como violência, bullying, questões de gênero e desigualdades sociais também surgem como aspectos que agravam os sofrimentos no contexto da universidade e estão relacionados a fatores sociais e culturais que apontam para uma violência que se repete na sociedade.
Abstract: We sought to investigate the relationship between the university environment in undergraduate students and the expression or aggravation of psychological distress. For that, the objective of this dissertation was to carry out an analysis of the student's suffering through the understanding of the university and culture. The specific objectives were: to contextualize the university institution, highlighting the emergence of the organizational logic within it; specific points of suffering related to a particular suffering that highlights the capitalist society; analyze the suffering of undergraduate university students from the scientific discourse. The methodology used was a theoretical-conceptual research systematized from 2015 to 2019 in the SciELO database and in CAPES journals. The theoretical basis for analysis is the Critical Theory of Society or the Frankfurt School, allowing a contextualized understanding of suffering and the scientific discourse produced so far on the subject. As a result, several factors that are related to suffering stand out: personal, relational, environmental, institutional and cultural. Thus, the understanding of the university and culture enables a better understanding of student suffering, which is shaped and manifested as social suffering. Capitalism forms subjectivities, inculcates discourses that legitimize domination and violence; the denaturalization of these discourses is part of the resistance to this sickening logic. In addition, this work also permeates the understanding of the concrete conditions of the university, such as the need for investment of resources and the attack on it at its core, submitting it to the logic of the market. It is concluded that factors such as violence, bullying, gender issues and social inequalities also arise as aspects that aggravate suffering in the university context and are related to social and cultural factors that point to a repeated violence in society.
Palavras-chave: Sofrimento psíquico
Universidade
Discente
Estudante universitário
Teoria crítica
Psychic suffering
University
Student
University student
Critical theory
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: SANTOS, B. N. O sofrimento psíquico do discente universitário: uma análise crítica. 2021. 128 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11550
Data de defesa: 5-Jul-2021
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Bárbara Naves dos Santos - 2021.pdf928,06 kBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons