Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11557
Tipo do documento: Dissertação
Título: Violência com a população de rua: a clínica ampliada como possibilidade de transformação dessa realidade?
Título(s) alternativo(s): Violence with the homeless population: the extended clinic as a possibility to transform this reality?
Autor: Mesquita, Elaine Fernandes da Cunha
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4631965436959563
Primeiro orientador: Resende, Maria do Rosário Silva
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9438831227539163
Primeiro membro da banca: Oliveira, Maria do Rosário Silva Resende
Segundo membro da banca: Roure, Susie Amâncio Gonçalves de
Terceiro membro da banca: Oliveira, Isabel Maria Farias Fernandes de
Quarto membro da banca: Lima, Priscilla Melo Ribeiro de
Resumo: Nesse estudo propõe-se a análise do fenômeno da violência com a população em situação de rua de Goiânia, em um período marcado por assassinatos e denúncias de extermínio destas pessoas (2010-2014). O objeto da pesquisa é a análise do fenômeno desta violência e como as ações da Clínica Ampliada atuaram neste enfrentamento. Desse modo, com a utilização da análise documental, por meio da pesquisa exploratória, objetiva-se entender como se constituiu essa violência com a população em situação de rua, quais os agentes que atuaram e a reproduziram e como a Clínica Ampliada contribuiu para minimizar esta situação. Apesar do entendimento de que a violência estrutural é a base de todas as ações similares pesquisadas nesse estudo, viu-se a necessidade de repensar a aplicabilidade das políticas públicas já elaboradas e na maioria não efetivadas. Ações assistencialistas persistem, em sua grande maioria, na atenção a essa população, mas não alcançam os determinantes sociais do processo saúde/doença, além de reforçarem estigmas, preconceitos e a própria violência. As ações da Clínica Ampliada analisadas neste estudo são diretrizes essencialmente democráticas que merecem ser consideradas, avaliadas, empoderadas e aprofundadas no amplo espectro do modelo psicossocial. O estudo revelou que havia maior incidência de dois tipos de violência: institucional e social. Constatou-se que as ações da Clínica Ampliada possibilitaram maior visibilidade e enfrentamento das iniquidades por parte do Estado com esta população. Diante dos dados coletados e das análises realizadas, faz-se necessária a construção de políticas públicas coerentes com as necessidades psicossociais da PSR, nas quais a Clínica Ampliada seja a forma de ação do SUS. A relevância deste estudo é a possibilidade de subsidiar a elaboração de políticas públicas que alcancem os princípios de equidade e integralidade na atenção destas pessoas.
Abstract: In this study, we propose an analysis of the phenomenon of violence against street people in Goiania, in a period of time marked by murders and denunciation of the exterminations of those people (2010-2014). The research object is the violence, as well as the actions of the Extended Clinic to fight it. So, making use of the documental analysis, by the exploratory research, we aim to understand both how such violence has been evolved against the street people, and who are the actors working on it, and how the Extended Clinic opposed to wane this situation. Despite understanding that the structural violence is the core of the whole violent acts researched in this study, we have seen the need of rethinking the applicability of the public politics ever evolved, but, in most cases, not executed. Actions of handing out assistance keep on, in great part, for the attention to the street people, but these actions don’t reach up to the social determinants of the whole process, which is the health-disease one. Besides, these actions strengthen stigmas, prejudice, and violence itself. The actions of the Extended Clinic, analyzed in the present study, are essentially democratic guidelines, that deserve to be considered, appraised, empowered, and deepened at the wide spectrum of the psychosocial pattern. The study unveiled that there had been a major incidence into two kinds of violence: institutional one, and social one. It also showed that the actions of the Extended Clinic brought up a wider visibility, and strengthened the fight against the iniquities of the State over the street people. Once the data are gathered and the analysis are made, what is demanded is the making of public politics, according to the psychosocial necessities of the street people, in which the Extended Clinic can be the pattern of the action inside SUS – Sistema Único de Saúde (Brazilian Unique System of Health). The relevance of such study is the possibility of subsidizing the making of public politics that could reach equity principles and the integrity over the attention of this street population, as well.
Palavras-chave: Violência
População em situação de rua
Clínica ampliada
Violence
Street people
Extended clinic
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: MESQUITA, E. F. C. Violência com a população de rua: a clínica ampliada como possibilidade de transformação dessa realidade? 2021. 224 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11557
Data de defesa: 1-Jul-2021
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Elaine Fernandes da Cunha Mesquita - 2021.pdf3,55 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons