Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11750
Tipo do documento: Dissertação
Título: Misoginia, patriarcado e subversão em Contos de amor rasgados, de Marina Colasanti
Título(s) alternativo(s): Misogyny, patriarchy and subversion in Contos de amor rasgados, by Marina Colasanti
Autor: Almeida, Alessandra Oliveira de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4873847406693391
Primeiro orientador: Fonseca, Pedro Carlos Louzada
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/6114671436176153
Primeiro membro da banca: Fonseca, Pedro Carlos Louzada
Segundo membro da banca: Araújo, Márcia Maria de Melo
Terceiro membro da banca: Ribeiro, Renata Rocha
Resumo: O presente trabalho tem como intuito analisar as relações de representação da mulher com os aspectos da misoginia e da herança do patriarcado, realizando contrapontos a estes conceitos, por meio da subversão das personagens femininas escolhidas para o estudo, em nove minicontos da obra Contos de amor rasgados, de 2010, da autora Marina Colasanti. Essa relação, nesta pesquisa, é analisada a partir da conceituação de misoginia, patriarcado e subversão e como estes conceitos interferem no agir feminino. Para as discussões relativas à perspectiva da misoginia e do patriarcado, foram escolhidos os minicontos “Nunca descuidando do dever”, “Sem novidades do front” e “A honra passada a limpo”. Para a perspectiva da subversão da mulher a estes conceitos, escolheu-se os minicontos “O leite da mulher amada”, “Quando já não era mais necessário”, “Nunca conspurcando a família”, “Perdida estava a meta da morfose”, “Canção para Hua Mu-lan” e “Atrás do espesso véu”. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica que é realizada a partir de uma articulação entre teorias literárias e sociológicas e o texto literário. Para a análise acerca da autora e de sua relevância para a literatura brasileira contemporânea foram usados os seguintes materiais: Colasanti (1997, 2003, 2008, 2010, 2013, 2014); para as discussões sobre o gênero miniconto e sua construção na literatura brasileira contemporânea, foram convocados os estudos de Spalding (2007, 2008, 2012), Schollhammer (2009), Almeida (2013), Gonzaga (2007), entre outros. Beauvoir (1970, v. 1 e v. 2), Butler (2017), Tiburi (2002), Grosz (2000) e Rago (2004) são as bases para as discussões sobre gênero. Para as discussões sobre os aspectos do patriarcado, utilizou-se os postulados de Piscitelli (2009), Saffioti (1976, 2004) e Xavier (1998). Para a análise da perspectiva da misoginia, esta pesquisa valeu-se dos estudos de Bloch (1995), Fonseca (2017) e Bourdieu (2012), que trata diretamente da dominação masculina. Os estudos de Dalcastagnè (2005) acerca do papel da mulher na literatura brasileira trazem importantes colaborações à pesquisa. Em suma, por meio de análises, percebe-se que a relação entre os conceitos de misoginia, patriarcado e dominação permeiam diferentes espaços sociais reais e ficcionais, sendo a subversão a resposta que o feminino pode dar a séculos de inferiorização, uma vez que o protagonismo feminino na literatura corrobora o combate à severidade derrogatória que atinge a mulher desde tempos imemoriais.
Abstract: The present work aims to analyze the relations of representation of women with the aspects of misogyny and patriarchy heritage, making counterpoints to these concepts, through the subversion of the female characters chosen for the study, in nine mini-stories from the work Contos de amor rasgados, from 2010, by author Marina Colasanti. This relationship, in this research, is analyzed from the conceptualization of misogyny, patriarchy and subversion and how these concepts interfere in the female action. For the discussions related to the perspective of misogyny and patriarchy, the mini stories “Never neglecting duty”, “No news from the front” and “Honor passed clean” were chosen. For the perspective of women's subversion to these concepts, the mini stories “The milk of the beloved woman”, “When it was no longer needed”, “Never soiling the family”, “Lost was the goal of the morphosis”, “Song for Hua Mu-lan” and “Behind the thick veil”. It is a bibliographic research that is carried out from an articulation between literary and sociological theories and the literary text. For the analysis of the author and her relevance to contemporary Brazilian literature, the following materials were used: Colasanti (1997, 2003, 2008, 2010, 2013, 2014); Spalding (2007, 2008, 2012), Schollhammer (2009), Almeida (2013), Gonzaga (2007), among others, were invited to discuss the mini story genre and its construction in contemporary Brazilian literature. Beauvoir (1970, v. 1 and v. 2), Butler (2017), Tiburi (2002), Grosz (2000) and Rago (2004) are the basis for discussions about gender. For discussions on aspects of patriarchy, the postulates of Piscitelli (2009), Saffioti (1976, 2004) and Xavier (1998) were used. For the analysis of the misogyny perspective, this research used the studies of Bloch (1995), Fonseca (2017) and Bourdieu (2012), which deals directly with male domination. Dalcastagnè's (2005) studies on the role of women in Brazilian literature bring important collaborations to the research. In short, through analysis, it is clear that the relationship between the concepts of misogyny, patriarchy and domination permeate different real and fictional social spaces, with subversion being the answer that the feminine can give to centuries of inferiority, since the female protagonism in the literature corroborates the fight against the derogatory severity that affects women since time immemorial.
Palavras-chave: Marina Colasanti
Miniconto
Misoginia
Patriarcado
Subversão
Gênero
Marina Colasanti
Miniconto
Misogyny
Patriarchate
Subversion
Genre
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: ALMEIDA, Alessandra Oliveira de. Misoginia, patriarcado e subversão em Contos de amor rasgados, de Marina Colasanti. 2021. 110 f. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11750
Data de defesa: 2-Mar-2021
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Alessandra Oliveira de Almeida - 2021.pdf2,23 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons