Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11789
Tipo do documento: Dissertação
Título: Goiânia: os discursos no urbano e as imagens da cidade
Autor: Arrais, Tadeu Pereira Alencar
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7443664433085838
Primeiro orientador: Cavalcanti, Lana de Souza
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8827112569170294
Primeiro membro da banca: Cavalcanti, Lana de Souza
Segundo membro da banca: Almeida, Maria Geralda de
Terceiro membro da banca: Silva, José Borzacchiello da
Resumo: O presente estudo tem como tema central os discursos e as imagens produzidas no espaço urbano sobre a cidade de Goiânia. O urbano entendido enquanto condição de possibilidade para produção e proliferação de discursos e contra-discursos. A cidade enquanto objeto desses discursos, enquanto imagem, mas também materialização de um modo específico de produzir e consumir espaço, o capitalista. Esse modo produziu, ao longo da história, diversas cidades no interior de Goiânia. Produziu uma “cidade ecologicamente correta”, “uma cidade das flores”. Produziu cidades ideais, movidas por discursos específicos, como o ambiental. Também produziu modos de representar ideologicamente a cidade através de imagens onde o imperativo / síntese predomina. A cidade representada pela parte, pela melhor parte, pelas flores, pelos bosques, estratégia que deixa latente as contradições da produção do espaço. O trabalho enxerga outras Goiânias, procura demonstrá-las, cartografá-las, apontando a heterogeneidade na produção e apropriação do espaço urbano a partir de pesquisa em dois parques municipais localizados em pontos distintos da cidade. O Parque Vaca Brava, situado em área nobre, e o Parque Carmo Bemardes, localizado na periferia da cidade. A cidade vista, vivida e praticada de pontos diferentes. As imagens construídas podem ser contrárias à imagem síntese, ideológica, mais uma faceta da reprodução das relações sociais no espaço urbano. A pesquisa demonstra que a prática da cidade, através dos deslocamentos espaciais, é seletiva, expressão da segregação urbana, uma vez que esta implica na especialização do uso da paisagem pelos habitantes. Ao terminar o estudo pudemos verificar que a imagem síntese, que propõem uma Goiânia homogênea vem sendo diariamente contestada por outras imagens, constmídas por discursos ordinários, na vivência do bairro, da rua, do parque.
Abstract: O autor não apresentou resumo em outra língua
Palavras-chave: Goiânia
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA HUMANA::GEOGRAFIA URBANA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA)
Citação: ARRAIS, Tadeu Pereira Alencar. Goiânia: os discursos no urbano e as imagens da cidade. 1999. 145 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Instituto de Estudos Sócio Ambientais - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 1999.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11789
Data de defesa: 1999
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Tadel Pereira Alencar Arrais - 1999.pdf49,6 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons