Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11918
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fatores potencializadores dos atropelamentos de fauna silvestre no trecho da GO-080 entre Goiânia e Petrolina de Goiás
Título(s) alternativo(s): Potentializing factors in wild fauna training on the Go-080 section between Goiânia and Goiás Petrolina
Autor: Cortez, Helena Bernardes
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4313888660201581
Primeiro orientador: Nunes, Fabrizia Gioppo
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/6168847468343905
Primeiro coorientador: Santos, Alex Mota dos
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/1052954621703195
Primeiro membro da banca: Nunes, Fabrizia Gioppo
Segundo membro da banca: Araújo, Fernando Moreira de
Terceiro membro da banca: Oliveira, Ivanilton José de
Resumo: Por ano, cerca de 473.000.000 animais vertebrados são atropelados nas rodovias brasileiras, as quais possuem grande importância na mobilidade de pessoas e produtos pelo país. Suas construções frag mentam e isolam áreas vegetadas, prejudicando a biodiversidade. O efeito barreira imposto pelas rodovias pode isolar a fauna e flora em seus habitats, dificultando a diversificação de DNA entre as espécies, podendo ocasionar a extinção de inúmeros indivíduos. Este trabalho possuiu o objetivo de avaliar as condicionantes da paisagem da rodovia GO-080, entre o trecho que liga Goiânia a Petrolina de Goiás, enquanto potencializadores de atropelamentos de fauna silvestre. Foram realizadas 31 vis torias de campo, com 76 registros de ocorrência de atropelamento de animais vertebrados em dois períodos distintos, de junho de 2019 a março de 2020 e novembro de 2020 a março de 2021 devido à queda brusca da ocorrência de fauna silvestre atropelada no período chuvoso. A coleta de dados possibilitou a geração de produtos cartográficos e análises estatísticas de K de Ripley-2D e densidade de Kernel. A aplicação das análises estatísticas ocorreu com a utilização dos softwares Siriema 2.0 e QGIS versão 3.16. A definição dos hotspots de atropelamento de fauna deu-se através da união dos dados estáticos e mapas de calor, que possibilitou a divisão da área de estudos em 10 faixas com intuito de analisar os potencializadores do atropelamento de fauna. Via coleta de dados secundário do Programa MapBiomas de Cobertura e Uso da Terra referente ao ano de 2019, foi possível a aná- lise das classes considerando a quantidade de fragmento e suas respectivas porcentagens que defini ram as áreas dos hotspots. Foram encontrados durante as vistorias três aves, um réptil e 59 mamífe ros, 13 animais não foram identificados, destacam-se o encontro de 17 tamanduás bandeiras e 10 lontras. Como animais em risco de extinção, destacam-se os tamanduás, outra espécie encontrada que causou estranheza foram as lontras, por serem animais de habitats aquático e difícil travessia. Nos resultados observou-se que 38% dos atropelamentos foram no inverno, demostrando que a maior ocorrência foi no período seco. As áreas de formação vegetal comtemplam 77,05% do entorno da via onde foram encontradas 41 carcaças de animais em área de formação florestal totalizando 53,9% dos registros observados. Apenas duas carcaças foram encontradas no perímetro urbano. Um poten cializador do atropelamento de fauna constatado foi a Ferrovia Norte Sul, devido à proximidade das faixas de domínio dos dois modais. Esta se configura em uma maior dificuldade na travessia dos animais, possibilitando um maior número de atropelamentos. Para garantia da preservação de espé- cies são necessárias implantações de passagens de fauna que possibilitem a vida animal e a variabi lidade genética entre os fragmentos das áreas vegetadas, principalmente nos hotspots constatados. Ações educadoras aos condutores devem ser implantadas, juntamente com a sinalização e elementos que realizem a diminuição da velocidade na via. Para verificação das relações de animais silvestres e a GO-080 é imprescindível o monitoramento do atropelamento de fauna silvestre durante todos meses do ano, ao invés de vistorias trimensais como é orientado pelos órgãos ambientais.
Abstract: Every year, about 473,000,000 vertebrate animals are run over on Brazilian highways, which are of great importance in the mobility of people and products across the country. Its constructions frag ment and isolate vegetated areas, harming biodiversity. The barrier effect imposed by highways can isolate the fauna and flora in their habitats, making it difficult to diversify DNA between species, which can lead to the extinction of countless individuals. This work had the objective of evaluating the conditions of the landscape of the GO-080 highway, between the section that connects Goiânia to Petrolina de Goiás, as potentiators of road kills of wild fauna. 31 field surveys were carried out, with 76 records of the occurrence of vertebrate animals being run over in two different periods, from June 2019 to March 2020 and November 2020 to March 2021 due to the sudden drop in the occur rence of wild fauna being run over in the period rainy. Data collection enabled the generation of cartographic products and statistical analysis of Ripley-2D K and Kernel density. Statistical analysis was applied using Siriema 2.0 and QGIS version 3.16 software. The definition of fauna running over hotspots was made through the union of static data and heat maps, which made it possible to divide the study area into 10 tracks in order to analyze the potential for fauna running over. By collecting secondary data from the MapBiomas Land Use and Coverage Program for the year 2019, it was possible to analyze the classes considering the amount of fragment and their respective percentages that defined the areas of the hotspots. During the inspections, three birds, one reptile and 59 mammals were found, 13 animals were not identified, highlighting the finding of 17 giant anteaters and 10 otters. As animals at risk of extinction, the anteaters stand out, another species found that caused strangeness were the otters, as they are animals of aquatic habitats and difficult to cross. In the re sults, it was observed that 38% of roadkills occurred in winter, showing that the highest occurrence was in the dry period. Areas of plant formation cover 77.05% of the surroundings of the road where 41 animal carcasses were found in an area of forest formation, totaling 53.9% of the observed rec ords. Only two carcasses were found in the urban perimeter. A driver of the fauna trampling found was the North South Railway, due to the proximity of the domain tracks of the two modals. This is configured in a greater difficulty in the crossing of the animals, allowing a greater number of tram pling. In order to guarantee the preservation of species, it is necessary to implement fauna passages that allow animal life and genetic variability between the fragments of the vegetated areas, especially in the hotspots found. Educating actions for drivers must be implemented, along with signs and ele ments that reduce speed on the road. In order to verify the relationships between wild animals and the GO-080, it is essential to monitor wild animals being run over during all months of the year, instead of quarterly inspections as recommended by environmental agencies.
Palavras-chave: Hotspot
Ecologia de estradas
Geotecnologias
Fauna silvestre
Atropelamento
Hotspot
Road ecology
Geotechnologies
Wild fauna
Run over
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA)
Citação: CORTEZ, H. B. Fatores potencializadores dos atropelamentos de fauna silvestre no trecho da GO-080 entre Goiânia e Petrolina de Goiás. 2021. 125 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11918
Data de defesa: 1-Out-2021
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Helena Bernardes Cortez - 2021.pdf7,77 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons