Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11931
Tipo do documento: Dissertação
Título: A articulação entre as dimensões humanas na formação de professores para a educação básica no Brasil: a afetividade em questão
Autor: Souza, Anna Carime
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/9529431896889869
Primeiro orientador: Rodrigues, Anderson de Brito
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3108480037296614
Primeiro membro da banca: Rodrigues, Anderson de Brito
Segundo membro da banca: Rodrigues, Divino de Jesus da Silva
Terceiro membro da banca: Lacerda Júnior, Fernando
Quarto membro da banca: Barbosa, Ivone Garcia
Resumo: A presente dissertação objetiva conhecer como a questão da afetividade é trabalhada na formação inicial de professores para educação básica no Brasil. Tendo como pressuposto o método dialético, esta pesquisa é de natureza teórica-bibliográfica de cunho qualitativo. Para o entender o objeto de estudo foram analisados artigos, teses e dissertações que problematizavam a discussão a respeito da afetividade na formação docente. Para a construção da pesquisa foi fundamental o diálogo com o teórico francês Henri Wallon, o qual estudou o ser humano, apresentando uma teoria de desenvolvimento sócio-histórico-dialética que nos possibilita compreender a afetividade enquanto uma dimensão da pessoa, que não pode ser compreendida sem se olhar para sua totalidade, articulada com as dimensões cognitiva e motora. O conceito de afetividade é compreendido nessa pesquisa a partir de uma perspectiva walloniana, dimensão humana que inclui emoções, sentimentos e paixões, agradáveis e desagradáveis, constituídos na relação do indivíduo com os meios e grupos que convive, e que também envolve as relações humanas e seus processos formativos, inclusive a formação docente. Atualmente no Brasil, esta formação é realizada nos cursos de licenciatura das Universidades e por isso focamos nestes cursos para compreender se “a formação inicial de professores para a educação básica contribui para impulsionar a articulação da dimensão afetiva do ser humano no processo de ensino aprendizagem”. Em nossa investigação incluímos 15 (quinze) textos, que apresentam pesquisas publicadas de 2015 a 2020, que versam sobre afetividade e formação docente inicial e tem como participantes licenciandos e professores formadores. Nos resultados, percebemos que por mais que os pesquisadores concordem com a importância da afetividade para a educação, ela não é debatida teoricamente na formação de professores e nem sempre é vivenciada nos cursos de modo a contribuir para a aprendizagem dos futuros docentes. Desta forma, as licenciaturas não conseguem possibilitar a aprendizagem de uma base teórico-prática que apoie professores na articulação da afetividade e das outras dimensões humanas no processo de aprendizagem, deixando de perceber o ser humano enquanto pessoa completa. Também foi possível constatar que a afetividade que realmente contribui para a formação de professores pode ser percebida nas relações educativas da formação docente, mas também nas escolhas pedagógicas dos formadores, em sua postura docente e na estrutura organizativa dos cursos.
Abstract: This master thesis aims to understand how the issue of affectivity is being worked on the initial training of teachers for basic education in Brazil. Based on the dialectical method, this research is of a theoretical-bibliographic and qualitative nature. To understand the object of study, articles, theses and dissertations that problematized the discussion about affectivity in teacher education were analyzed. For the construction of the research, the dialogue with the French theorist Henri Wallon was fundamental, who studied the human being, presenting a theory of socio-historical-dialectic development that allows us to understand affectivity as a dimension of the person, which cannot be understood without looking at its totality, articulated with the cognitive and motor dimensions. The concept of affectivity is understood in this research from a wallonian perspective, a human dimension that includes emotions, feelings and passions, pleasant and unpleasant, constituted in the individual's relationship with the means and groups they lives with, and which involve human relationships and their formative processes, including teacher training. Currently in Brazil, this training is carried out in teacher education programs at universities and that is why we focus on these courses to understand if "the initial training of teachers for basic education contributes to boosting the articulation of the affetive dimension of the human being in the teaching-learning process". In our investigation we included 15 (fifteen) texts, which present researches published from 2015 to 2020, which deal with affectivity and initial teacher education and has undergraduate and teacher trainers as participants. In the results, we realized that, as much as researchers agree on the importance of affectivity for education, it is not theoretically debated in teacher education and is not always experienced in courses in a way that contributes to the learning of future teachers. Thus, teacher education programs cannot enable learning from a theoretical-practical basis that supports teachers in the articulation of affectivity and other human dimensions in the learning process, failing to perceive the human being as a complete person. It was also possible to verify that the affectivity that really contributes to teacher education can be seen in the educational relationships of teacher education, but also in the pedagogical choices of trainers, in their teaching posture and in the organizational structure of the programs.
Palavras-chave: Formação de professores
Afetividade
Wallon
Affectivity
Wallon
Teacher education
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia (FE)
Citação: SOUZA, A. C. A articulação entre as dimensões humanas na formação de professores para a educação básica no Brasil: a afetividade em questão. 2021. 138 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11931
Data de defesa: 25-Ago-2021
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertaçâo - Anna Carime Souza - 2021.pdf1,14 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons