Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/12178
Tipo do documento: Dissertação
Título: Da subestimação ao protagonismo político: as mulheres militantes do Partido Comunista Brasileiro em Goiás durante a ditadura militar (1964-1985)
Título(s) alternativo(s): From underestimation to political protagonism: the militating women of the Brazilian Communist Party in Goiás during the military dictatorship (1964-1985)
Autor: Silva, Jiordana Branquinho
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4107842224746674
Primeiro orientador: Oliveira, Alcilene Cavalcante de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0849650918660622
Primeiro membro da banca: Colling, Ana Maria
Segundo membro da banca: Freitas, Eliane Martins de
Terceiro membro da banca: Maciel, David
Quarto membro da banca: Oliveira, Alcilene Cavalcante
Resumo: Durante os anos de Ditadura Militar no Brasil, a participação feminina na política era subestimada por diferentes setores da sociedade, desde os órgãos da repressão até às próprias organizações de esquerda. Tal característica incorreu na invisibilização de mulheres na historiografia. O presente trabalho, visando suprir essa lacuna, tem como objetivo esquadrinhar a atuação política de mulheres militantes do Partido Comunista Brasileiro em Goiás, durante os anos de Ditadura Militar (1964-1985), sob o prisma das relações de gênero e em diálogo com os campos da História Cultural e da História Política. Para tanto, recorremos aos acervos do Departamento de Ordem Política e Social (Dops-GO); dos Inquéritos Policiais Militares (IPM-GO); e dos órgãos de Informação da Ditadura Militar, cujos agentes repressivos, amparados por um imaginário anticomunista que era também compartilhado pela esfera civil, monitoraram e puniram militantes. A fim de ampliar a análise, examinamos também documentos produzidos pelo Partido Comunista e relatos bibliográficos de pessoas que atuaram na organização. A metodologia de tratamento dessa documentação baseou-se no paradigma indiciário de Carlo Ginzburg (1992), atentando-nos a pistas e dados para além daqueles que a fonte pretendia revelar. A partir do exame deste aporte documental, foi possível constatar diferentes frentes nas quais se deram as ações políticas empreendidas pelas membras do PCB-GO: a relação com o partido, com a repressão, com a família – em alguns casos –, com a formação profissional e política na União Soviética e, ainda, com suas visões a respeito da emancipação feminina. As 39 mulheres militantes do PCB-GO mapeadas pelo trabalho assumiram posições políticas protagonistas e galgaram altos cargos na estrutura partidária. Lutaram ativamente contra o regime ditatorial e, por meio de suas trajetórias, inseriram Goiás na pauta das disputas internacionais da Guerra Fria, dirigindo-se à União Soviética em um contexto marcado pela perseguição ao comunismo.
Abstract: Feminine political engagement during Brazil’s Military Dictatorship was underestimated by diferent sectors of society, such as the bodies of repression and even left-wing organizations, resulting in the invisibility of women in this time period’s historiography. Aiming to fill this gap, we intend to scrutinize political performances from militant women of Brazilian Communist Party (PCB) in the estate of Goiás during Military Dictatorship period (1964-1985), from a gender relations perspective in dialogue with Cultural and Political History fields. In order to achieve this objective, we relied on collections and data from military repression bodies such as the Departamento de Ordem Política e Social (Dops-GO); Inquéritos Policiais Militares (IPM-GO); and Information agencies, whose staff hunted and punished militants encouraged by an anti-communist imaginary shared with civil society. In order to expand this analysis, we also examined documents of the brazilian Comunist Party (PCB) and reports from people who worked at the organization. The methodology used to study the source materials was based on Carlo Ginzburg (1992) evidentiary paradigma, looking for clues and data beyond what a given source intends to reveal. After thorough source material analysis, it was possible to imply different ways in wich political action was taken by women members of Goiás’ PCB branch: the relationships with the party; repression; families; professional training and politics in the Soviet Union; and views on feminine emancipation.The 39 women actvists from PCB-GO analyzed in this work assumed leading political roles, achieved high places in the party structure, fought actively against the dictatorial regime and, trough their trajectories, placed Goiás on the agenda of international disputes known as Cold War, travelling to the Soviet Union in a context marked by persecution of communism.
Palavras-chave: Militância feminina
Partido Comunista Brasileiro
Política goiana
Ditadura militar
União Soviética (URSS)
Women militancy
Brazilian Communist Party (PCB)
Goiás’ estate politics
Military dictatorship
Soviet Union (USSR)
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em História (FH)
Citação: SILVA, J. B. Da subestimação ao protagonismo político: as mulheres militantes do Partido Comunista Brasileiro em Goiás durante a ditadura militar (1964-1985). 2022. 154 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2022.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/12178
Data de defesa: 24-Fev-2022
Aparece nas coleções:Mestrado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Jiordana Branquinho Silva - 2022.pdf2,67 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons