Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/12241
Tipo do documento: Dissertação
Título: A inclusão de alunos com necessidades especiais nas aulas de Educação Física: desafios e possibilidades
Título(s) alternativo(s): The inclusion of students with special needs in Physical Education classes: challenges and possibilities
Autor: Honda, Michele Cristina Figueiredo de Souza
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5003926527887622
Primeiro orientador: Silva, Alcir Horácio da
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2857038940673415
Primeiro membro da banca: Silva, Alcir Horácio da
Segundo membro da banca: Pimentel, Fernanda Cruvinel
Terceiro membro da banca: Reis, Marlene Barbosa de Freitas
Resumo: A pesquisa foi desenvolvida no Programa de Pós-Graduação do curso de Mestrado em Ensino na Educação Básica do CEPAE/UFG, e teve como objetivo analisar os desafios do professor de Educação Física, da Educação Básica, para trabalhar com alunos com necessidades especiais em suas aulas e as possibilidades de lidar com as diferenças. O estudo aconteceu numa instituição estadual de ensino na cidade de Inhumas-Go, nas turmas do ensino fundamental II (6º, 7º e 8º anos) com seu respectivo professor. Através da problemática instituída sobre as dificuldades, partimos do pressuposto de que havia uma carência de políticas públicas de formação para esses profissionais, falta de materiais para uso do professor nas aulas, e lugares não adequados para as aulas. Diante desta problemática questionamos: O professor de Educação Física, da Educação Básica, está apto a atuar na escola de maneira que inclua a todos em suas aulas? Quais as possibilidades o professor de Educação Física tem para realizar um ensino com equidade? Na busca em compreender essas questões foram feitos levantamentos através do: questionário, entrevista e observações das aulas do professor através de um Diário de Campo, sendo que os resultados foram analisados através da técnica de análise de conteúdo. O estudo se caracteriza pela abordagem qualitativa, com estudo de caso através de uma observação não participante, fundamentada em Marconi e Lakatos (2002). A fundamentação teórica se baseou nos estudos de: Coletivo de autores (1992), Soares (1994; 1996), Castellani Filho (1995), Oliveira (1994), Mantoan (2015), Cataldi (2013), Silva (2011), Mendes (2006), Libâneo (2018), Charlot (2013) e outros. Para os resultados das análises de conteúdo utilizamos as ideias advindas de Bardin (2012). Os resultados da pesquisa apontaram várias dificuldades encontradas durante as observações, principalmente por estar num período de pandemia, intensificada durante as aulas com a falta de internet, de formação continuada do professor na área da inclusão, de material adequado para assistir as aulas (smartphone, computador) e de materiais próprios para as aulas de Educação Física. Em contrapartida, uma das possibilidades encontradas para que o professor tivesse um apoio em suas aulas, foi através do ensino colaborativo, uma parceria entre professor do ensino comum e o professor de educação especial. Conclui-se, portanto, serem essenciais políticas públicas que proporcionem ações que atendam às necessidades do professor de Educação Física em sala de aula para atender a todos os alunos com equidade. Diante disso, destaca-se como uma contribuição ao estudo, o produto educacional desenvolvido durante o Mestrado Profissional Stricto Sensu do Programa de Pós-Graduação em Ensino na Educação Básica do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (CEPAE) da Universidade Federal de Goiás (UFG) que tem como título “O uso do BLOG-IN como fator de interação entre a Educação Física e a inclusão”, elaboramos e criamos um Blog (Blog-IN) que está aberto a discussões e a troca de informações.
Abstract: The research was developed in the Post-Graduate Program of the Master's Degree in Teaching in Basic Education at CEPAE/UFG, and aimed to analyze the challenges of the Physical Education teacher, in Basic Education, to work with students with special needs in their classes and the possibilities of dealing with differences. The study took place in a state teaching institution in the city of Inhumas-Go, in elementary school classes II (6th, 7th and 8th grades) with their respective teacher. Through the problem established about the difficulties, we start from the assumption that there is a lack of public policies for training these professionals, lack of materials for the teacher to use in classes, and places that are not suitable for classes. Faced with this problem, we ask: Is the Physical Education teacher, from Basic Education, able to work in the school in a way that includes everyone in his classes? What possibilities does the Physical Education teacher have to carry out a teaching with equity? In the search to understand these questions, surveys were made through: questionnaire, interview and observations of the teacher's classes through a Field Diary, where the results were analyzed through the technique of content analysis. The study is characterized by a qualitative approach, with a case study through non-participant observation, based on Marconi and Lakatos (2002). The theoretical foundation was based on studies by: Collective of authors (1992), Soares (1994; 1996), Castellani Filho (1995), Oliveira (1994), Mantoan (2015), Cataldi (2013), Silva (2011), Mendes (2006), Libâneo (2018), Charlot (2013) and others. For the results of the content analysis, we used ideas from Bardin (2012). The research results pointed out several difficulties encountered during the observations, mainly due to being in a period of pandemic, intensified during classes with the lack of internet, continued teacher training in the area of inclusion, adequate material to attend classes (smartphone, computer) and materials for Physical Education classes. On the other hand, one of the possibilities found for the teacher to have support in their classes was through collaborative teaching, a partnership between the common school teacher and the special education teacher. It is concluded, therefore, that public policies that provide actions that meet the needs of the Physical Education teacher in the classroom are essential to serve all students with equity. Therefore, as a contribution to the study, the educational product developed during the Professional Master's Stricto Sensu of the Graduate Program in Teaching in Basic Education of the Center for Teaching and Research Applied to Education (CEPAE) of the Federal University of Goiás stands out. (UFG) entitled “The use of BLOG-IN as a factor of interaction between Physical Education and inclusion”, we elaborated and created a Blog (Blog-IN) that is open to discussions and the exchange of information.
Palavras-chave: Educação Física
Inclusão
Desafios
Possibilidades
Physical Education
Inclusion
Challenges
Possibilities
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM::METODOS E TECNICAS DE ENSINO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação - CEPAE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ensino na Educação Básica (CEPAE)
Citação: HONDA, M. C. F. S. A inclusão de alunos com necessidades especiais nas aulas de Educação Física: desafios e possibilidades. 2022. 120 f. Dissertação (Mestrado em Ensino na Educação Básica) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2022.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/12241
Data de defesa: 25-Mai-2022
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Ensino na Educação Básica (CEPAE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Michele Cristina Figueiredo de Souza Honda - 2022.pdf1,89 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons