Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/12258
Tipo do documento: Dissertação
Título: A mulher é tudo, é guerreira: mulheres, quilombo e cultura no território de São José da Serra/RJ
Título(s) alternativo(s): The woman is everything, she is a warrior: women, quilombo and culture in the territory of São José da Serra/RJ
Autor: Santos, Zenaira da Silva
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0534611789510813
Primeiro orientador: Ratts, Alecsandro Jose Prudencio
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0348844638764982
Primeiro membro da banca: Ratts, Alecsandro Jose Prudencio
Segundo membro da banca: Montezuma, Rita de Cassia Martins
Terceiro membro da banca: Oliveira, Adriano Rodrigues de
Resumo: Unir-se a visibilidade das lutas das mulheres negras quilombolas é o ponto central dessa Dissertação que analisa o papel social das mulheres do território de São José da Serra no Rio de Janeiro. Voltamos nossos olhares para as práticas culturais desta comunidade ressaltando como a expressão afro-brasileira do jongo é apropriada pelas mulheres como forma de protagonismos e transformação de suas realidades. Em se tratando de uma pesquisa de cunho qualitativo, contamos com a realização de conversas informais gravadas e observação em campo. Sob o amparo teórico interdisciplinar estabelecido entre a ciência geográfica, a História e a Antropologia, o diálogo se desenvolve em três momentos principais: primeiramente partimos da escrita de mulheres quilombolas, acadêmicas e não acadêmicas, sobre seus territórios existenciais e alcançamos uma abordagem conceitual sobre os territórios étnico-raciais no contexto das comunidades quilombolas rurais; em um segundo momento, situamos o perfil das condições histórico-geográficas do território de São José da Serra; e, por último, tecemos como as mulheres se relacionam entre si, com o território e no território criando espaços de fortalecimento mútuo contra dispositivos racistas e sexistas. A pesquisa evidencia as estratégias de afirmação territorial e identitária do agrupamento, destacando os vínculos étnico-sociais estabelecidos através da rede de memória do jongo formada por diferentes comunidades jongueiras do Vale do Paraíba Fluminense. Observa-se ainda o protagonismo das mulheres de São José que desempenham diversos papéis de tomada de decisões a partir dos espaços domésticos, religiosos e produtivos no cotidiano da comunidade.
Abstract: Uniting the visibility of the struggles of black quilombola women is the central point of this dissertation that analyzes the social role of women in the territory of São José da Serra in Rio de Janeiro. We turn our gaze to the cultural practices of this community, highlighting how the Afro-Brazilian expression of jongo is appropriated by women as a form of protagonism and transformation of their realities. As this is a qualitative research, we have recorded informal conversations and field observation. Under the interdisciplinary theoretical support established between geographical science, History and Anthropology, the dialogue develops in three main moments: first we start from the writing of quilombola women, academic and non-academic, about their existential territories and we reach a conceptual approach about the ethnic-racial territories in the context of rural quilombola communities; in a second moment, we situate the profile of the historical-geographical conditions of the territory of São José da Serra; and, finally, we weave how women relate to each other, to the territory and in the territory, creating spaces for mutual strengthening against racist and sexist devices. The research highlights the territorial and identity affirmation strategies of the group, highlighting the ethnic-social bonds established through the jongo memory network formed by different jongo communities in the Vale do Paraíba Fluminense. It is also possible to observe the protagonism of women from São José who play different roles in decision-making based on domestic, religious and productive spaces in the daily life of the community.
Palavras-chave: Mulheres quilombolas
Territórios etnico-raciais
Jongo
Espaços seguros
Quilombola women
Ethnic-racial territories
Safe spaces
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA REGIONAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA)
Citação: SANTOS, Zenaira. A mulher é tudo, é guerreira: mulheres, quilombo e cultura no território de São José da Serra/RJ. 2022. 141 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2022.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/12258
Data de defesa: 15-Jul-2022
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Zenaira da Silva Santos - 2022.pdf3,83 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons