Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3172
Tipo do documento: Tese
Título: Aproximações entre cinema e poesia: Glauber Rocha e Manoel de Barros
Título(s) alternativo(s): Cinema and poetry: Glauber Rocha e Manoel de Barros
Autor: Moura, Alexssandro Ribeiro
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1864568451698155
Primeiro orientador: Santana, Jorge Alves
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2812435500901945
Primeiro membro da banca: Santana, Jorge Alves
Segundo membro da banca: Santos, Goiamérico Felício Carneiro dos
Terceiro membro da banca: Nogueira, Lisandro Magalhães
Quarto membro da banca: Souza, Jamesson Buarque
Quinto membro da banca: Marques, Rodrigo Vieira
Resumo: Este trabalho é composto por uma análise de poesia e cinema. As obras do poeta Manoel de Barros e do cineasta Glauber Rocha são lidas, de modo crítico, com apoio em teorias da literatura comparada, dos estudos culturais, da semiótica, da linguística, da crítica e teoria literária e da crítica e teoria cinematográfica. Nosso objetivo é refletir sobre a obra de arte na contemporaneidade e suas influências e transformações sofridas nos séculos XX e XXI. Para isso, utilizamos o acervo dos dois autores mencionados porque este método nos permite observar o trânsito fluente e o diálogo mútuo entre criação literária e criação cinematográfica, aproximando elementos estéticos, estruturais, temáticos e estilísticos, sem a subordinação de um campo artístico ao outro. Na poética de Manoel de Barros, analisamos os seguintes livros: Poemas concebidos sem pecado (1937), Compêndio para uso de pássaros (1960), O livro de pré-coisas (1985), Concerto aberto para solos de ave (1991), Ensaios Fotográficos (2000) e Menino do Mato (2010). Na poética glauberiana nos detivemos nos seguintes filmes: Barravento (1961), Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964) e Terra em Transe (1967). A escolha dessas obras específicas de cada autor foi feita à luz de um recorte epistemológico que visa investigar a transformação da verve criativa dos dois artistas ao longo da trajetória de cada um deles em seu campo de atuação. Tais obras trazem aspectos emblemáticos que simbolizam e sintetizam perspectivas de leitura e produção artística elasticizando seus limites e fronteiras, o que promove uma autonomia para o aguçamento do olhar diante da imagem realizada no cinema e na poesia.
Abstract: This work consists of an analysis of poetry and cinema. The works of the poet Manoel de Barros and filmmaker Glauber Rocha are read, critically, supported by theories of comparative literature, cultural studies, semiotics, linguistics, critical and literary theory and criticism and film theory. Our goal is to reflect on the work of art in contemporary society and its influences and transformations in the XX and XXI centuries. For this, we use the collection of the two authors mentioned because this method allows us to observe the traffic flowing and mutual dialogue between creative writing and filmmaking, bringing aesthetic elements, structural, thematic and stylistic, not the subordination of one artistic field to another. In Barros‟ poetry, we analyze the following books: Poemas concebidos sem pecado (1937), Compêndio para uso de pássaros (1960), O livro de pré-coisas (1985), Concerto aberto para solos de ave (1991), Ensaios Fotográficos (2000) e Menino do Mato (2010). In Rocha‟s cinema we stopped in the following films: Barravento (1961), Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964) e Terra em Transe (1967). The choice of these specific works of each author was made in light of an epistemological framework that aims to investigate the transformation of creative verve of the two artists along the trajectory of each in your field. Such works bring emblematic aspects that symbolize and synthesize perspectives of reading and artistic production expanding their limits and boundaries, enabling a range of sharpening to look at the image performed in film and poetry.
Palavras-chave: Poesia
Cinema
Imagem
Montagem
Subjetividade
Poetry
Cinema
Image
Montage
Subjectivity
Área(s) do CNPq: LETRAS::LITERATURA COMPARADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: MOURA, Alexssandro Ribeiro. Aproximações entre cinema e poesia: Glauber Rocha e Manoel de Barros. 2014. 196 f. - Tese ( Doutorado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3172
Data de defesa: 22-Abr-2014
Aparece nas coleções:Doutorado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Moura, Alexssandro Ribeiro.pdfTese2,03 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons