Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3234
Tipo do documento: Dissertação
Título: Excesso de peso em estudantes quilombolas e a insegurança alimentar em seus domicílios
Título(s) alternativo(s): Overweight quilombolas students and food insecurity in their homes
Autor: Cordeiro, Mariana de Morais
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/2275140432056735
Primeiro orientador: Monego, Estelamaris Tronco
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0917323812776538
Primeiro coorientador: Martins, Karine Anusca
Primeiro membro da banca: Silva, Denise Oliveira e
Segundo membro da banca: Peixoto, Maria do Rosário Gondim
Resumo: Introdução: apesar dos poucos estudos sobre o perfil de saúde e estado nutricional dos jovens quilombolas, percebe-se que o meio urbano pode influenciar no hábito alimentar dessa população, com consequente ocorrência de excesso de peso. Essa situação do estado nutricional e padrão alimentar nas comunidades quilombolas parece ser um contrassenso quando se evidencia a concomitante presença de insegurança alimentar em seus domicílios. Objetivo: caracterizar o estado nutricional de estudantes quilombolas e a segurança alimentar nos seus domicílios. Métodos: estudo transversal com 226 estudantes, de seis a 19 anos que frequentavam escolas dos municípios visitados, no período de março a agosto de 2012. Foram coletadas informações sobre idade, sexo, estado nutricional, localização da escola que estavam matriculados e aplicação da Escala Brasileira de Medida de Insegurança Alimentar realizada com as famílias dos alunos entrevistados. Foram realizados testes de associação qui-quadrado considerados significativos sempre que apresentassem p-valor<0,05. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Goiás. Resultados e discussão: a insegurança alimentar esteve presente em 75,2% das famílias quilombolas. Observou-se maior frequência de excesso de peso (17,2%) em comparação ao baixo peso (1,3%) entre os estudantes. O excesso de peso foi mais frequente entre os alunos matriculados nas escolas da zona urbana (28,2%) (p<0,05). Conclusão: a presença de excesso de peso concomitante à insegurança alimentar e nutricional permite questionar sobre novos hábitos de vida e consumo, e mesmo sobre o perfil da pobreza hoje presente no Brasil. A urbanização destas comunidades pode ser um fator de influência nesta correlação, razão pela qual, sugerem-se novos estudos para aprofundar esta discussão.
Abstract: Introduction: despite the few studies on the profile of health and nutritional status of young quilombolas, one realizes that the urban environment can influence the eating habits of this population, with consequent occurrence of overweight. This situation of nutritional status and dietary pattern in quilombolas communities seems to be a nonsense when it shows the concomitant presence of food insecurity in their homes. Objective: to characterize the nutritional status of students quilombolas and food security in their homes. Methods: A cross-sectional study with 226 students from six to 19 years who attended local schools visited in the period March-August 2012. Information was collected on age, sex, nutritional status, location of the school who were enrolled and applying the Brazilian Scale for Measuring Food Insecurity conducted with the families of the students interviewed. Tests were conducted chi-square association considered significant when p-value presented <0.05. The study was approved by the Ethics Committee of the Universidade Federal de Goiás Results and discussion: food insecurity was present in 75.2% of families quilombolas. There was a higher frequency of overweight (17.2%) compared to the low weight (1.3%) among students. Overweight was more common among students enrolled in urban schools (28.2%) (p <0,05). Conclusions: The presence of overweight concomitant to food and nutrition insecurity allows questioning about new lifestyles and consumption, and even on the poverty profile now present in Brazil. The urbanization of these communities may be an influencing factor in this correlation, which is the reason we suggest new studies to further this discussion.
Palavras-chave: Segurança Alimentar e Nutricional
Alimentação Escolar
Grupo com ancestrais do continente africano
Estado Nutricional
Food and nutrition security.
School feeding
Group with ancestors from Africa
Área(s) do CNPq: CIENCIA DE ALIMENTOS::AVALIACAO E CONTROLE DE QUALIDADE DE ALIMENTOS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Nutrição - FANUT (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Nutrição e Saúde (FANUT)
Citação: CORDEIRO, Mariana de Morais. Excesso de peso em estudantes quilombolas e a insegurança alimentar em seus domicílios. 2013. 197 f. Dissertação (Mestrado em Nutrição e Saúde) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3234
Data de defesa: 26-Abr-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em Nutrição e Saúde (FANUT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Mariana de Moraes Cordeiro - 2013.pdf2,09 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons