Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3290
Tipo do documento: Dissertação
Título: Soroprevalência da infecção pelo vírus da hepatite A em catadores de materiais recicláveis em Goiânia, Goiás
Título(s) alternativo(s): Seroprevalence of hepatitis A virus infection in recyclable waste collectors in Goiânia, Goiás
Autor: Soares, Helen de Oliveira
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1994264075147276
Primeiro orientador: Lopes, Carmen Luci Rodrigue
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/7271874663503247
Primeiro coorientador: Martins, Regina Maria Bringel
Primeiro membro da banca: Lopes , Carmen Luci Rodrigue
Segundo membro da banca: Martins , Regina Maria Bringel
Terceiro membro da banca: Souza , Márcia Maria de
Quarto membro da banca: Fiaccadori, Fabíola SouzA
Quinto membro da banca: Almeida , Nilza Alves Marques
Resumo: O vírus da hepatite A (HAV) é transmitido principalmente pela via oral-fecal. A prevalência da infecção pelo HAV está associada às condições socioeconômicas e de higiene. No Brasil, a hepatite A é considerada uma infecção endêmica e alguns estudos têm revelado uma mudança no perfil de endemicidade de alto para intermediário. A maioria dos catadores de materiais recicláveis vive em condições sociais, culturais e ambientais precárias. A situação epidemiológica da infecção pelo HAV desses trabalhadores permanece desconhecida. Assim, este estudo teve como objetivo investigar o perfil da infecção pelo vírus da hepatite A em catadores de materiais recicláveis em Goiânia, Goiás. Constitui-se em estudo transversal realizado com 431 indivíduos recrutados nas 15 cooperativas de reciclagem em Goiânia, Goiás. Todos os participantes foram entrevistados e suas amostras de soros testadas para o marcador anti-HAV total pelo ensaio imunoenzimático (ELISA). As amostras positivas foram testadas para o marcador anti-HAV IgM também por ELISA. A quase totalidade da população (429/431) apresentou positividade para o marcador anti-HAV total, porém nenhum indivíduo foi positivo para anti-HAV IgM. A soroprevalência da infecção pelo HAV em catadores de materiais recicláveis em Goiânia-Goiás foi de 99,5% (IC 95%: 98,1-99,9). Características socioeconômicas, sanitárias e de moradia desfavoráveis (baixa escolaridade e renda familiar, número elevado de pessoas no domicílio e falta de água tratada/filtrada), bem como práticas de risco (contato com resíduos contaminados, uso irregular de luvas e ingestão de alimentos encontrados no lixo) foram relatadas por percentuais consideráveis dos participantes. Esses achados evidenciam a necessidade de ações de promoção da saúde e prevenção de doenças para a população de catadores de materiais recicláveis em Goiânia, Goiás.
Abstract: Hepatitis A virus (HAV) is mainly transmitted by the oral-fecal route. HAV infection prevalence is associated with socio-economic and hygienic conditions. In Brazil, hepatitis A is considered an endemic infection and some studies have shown a shift from high to intermediate endemicity pattern. Almost recyclable waste collectors have a lifestyle that is characterized by precarious social, cultural and environmental factors. The epidemiological status of HAV infections of these workers remains unknown. So, this study aimed to investigate the hepatitis A virus infection profile in recyclable waste collectors in Goiânia, Goiás. A cross-sectional survey was carried out with 431 individuals who were recruited in all 15 recycling cooperatives in Goiânia, Goiás. All individuals were interviewed and their serum samples were tested for anti-HAV total marker by enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA). Total anti-HAV positive samples were tested for IgM anti-HAV marker by ELISA. Almost all population (429/431) was positive for total anti-HAV antibodies. By contrast, none were IgM anti-HAV positive. The seroprevalence of HAV infection among recyclable waste collectors in Goiânia-Goiás was 99,5% (IC 95%: 98,1-99,9). Unfavorable socio-economic, sanitary and house conditions (low education and family income, high number of people at home and lack of treated/filtered water), as well as risk practices (contact with contaminated waste, irregular use of gloves and eating from the garbage) were reported by a considerable percentage of participants. These findings highlight the need of actions of health promotion and diseases prevention to the population of recyclable waste collectors in Goiânia, Goiás.
Palavras-chave: Soroprevalência
Infecção pelo vírus da hepatite A
Catadores de materiais recicláveis
Seroprevalence
Hepatitis A virus infection
Recyclable waste collectors
Área(s) do CNPq: ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE DOENCAS CONTAGIOSAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Enfermagem (FEN)
Citação: SOARES, Helen de Oliveira. Soroprevalência da infecção pelo vírus da hepatite A em catadores de materiais recicláveis em Goiânia, Goiás. 2013. 72 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3290
Data de defesa: 29-Abr-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em Enfermagem (FEN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Helen de Oliveira Soares - 2013.pdf782,51 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons