Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3321
Tipo do documento: Tese
Título: Dinâmica de ocupação, vulnerabilidades e cenários para a bacia hidrográfica do rio Vermelho, Goiás
Autor: Vieira, Pedro Alves
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/9322613793964248
Primeiro orientador: Ferreira Júnior, Laerte Guimarães
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8647270006257055
Primeiro coorientador: Miziara, Fausto
Primeiro membro da banca: Ferreira Júnior, Laerte Guimarães
Segundo membro da banca: Sano, Edson Eyji
Terceiro membro da banca: Bayer, Maximiliano
Quarto membro da banca: Guimarães, Renato Fontes
Quinto membro da banca: Oliveira, Ivanilton José de
Resumo: O processo histórico de ocupação e uso das terras no bioma Cerrado tem sido acompanhado por diferentes taxas e níveis de conversão de sua cobertura vegetal. Levantamentos recentes indicam que aproximadamente 50% da sua cobertura original já foram transformados pela agricultura e pecuária em escala industrial. Este processo de ocupação em Goiás tem início com a mineração, ainda no século XVIII. Contudo, as primeiras políticas de desenvolvimento só começam a acontecer a partir de 1940, no Governo de Getúlio Vargas, sendo que as principais transformações das paisagens do bioma Cerrado advem do uso da terra em grande escala, o que passa a acontecer efetivamente a partir da década de 1960, com o Plano de Metas implantado no Governo de Juscelino Kubitschek. Em face desta dinâmica histórica de uso e ocupação, ora avançando por sobre áreas de alta vulnerabilidade natural, é que o Cerrado experimenta uma grande perca de qualidade ambiental. Assim, em solo goiano, o trecho médio do Rio Araguaia apresenta um estoque de sedimentos arenosos na ordem de 200 milhões de toneladas, enquanto que a bacia hidrográfica do Rio Vermelho, em particular, apresenta uma perda estimada de sedimentos siltico/argiloso/ano na ordem de ~ 2.000.000 de toneladas. Dentro deste contexto, este trabalho, com base em dados de campo, censitários e imagens orbitais de diferentes épocas e resoluções, integrados e analisados através de técnicas de geoprocessamento e modelagem de cenários, buscou identificar, para a totalidade da bacia do Rio Vermelho (aproximadamente 11.000 km2), diferentes níveis de vulnerabilidade natural (tendo por referência o mapeamento da entropia do relevo e dos principais padrões tectônicos e fisiográficos), em relação aos processos de ocupação, em quatro períodos distintos (1976, 1987, 2002 e 2008). Até o momento, 65% da área total da bacia já foram convertidos, sendo que o passivo ambiental, em torno de rios, lagos e nascentes, é de aproximadamente 40% das áreas consideradas sob proteção permanente. Especificamente para as áreas de maior vulnerabilidade, este passivo é da ordem 9%. A análise de dois momentos de ocupação, i.e. 1976 (início) e 1987 (fim) sugere que a fertilidade do solo e frentes de ocupação já estabelecidas são fatores determinantes para os destinos da bacia no que concerne o avanço da ocupação antrópica.
Abstract: The historical process of occupation and land use in the Cerrado biome has been accompanied by different rates and conversion levels. Recent surveys indicate that about 50% of the original Cerrado cover has been already converted to large-scale agriculture. In Goiás, this process started with the mining activity, in the early XVIII century. However, the first governmental development policies start only in the early 40’s, under the govern of Getulio Vargas, and only in the 60’s, with the goals set by President Juscelino Kubitschek, became trully effective. In face of the historical land use dynamics, eventually over highly vulnerable areas, the Cerrado suffered a significant loss in environmental quality. An example in this direction is the medium Araguaia basin, which presents a stock of sandy sediments of about 200 million tons, in part fed by the upper Rio Vermelho basin, where sediment loss reaches 2 million tons a year. Within this context, this study, based on field, census, and orbital data (from different acquisition periods and with different resolutions), integrated and analyzed via GIS and scenario modelling techniques, pursued the identification, for the total area of the Rio Vermelho basin (nearly 11,000 km2), of different classes of natural vulnerability (relying on the mapping of entropy levels, as well as on tectonic and physiografic patterns), relatively to the occupation process, in four distinct periods (1976, 1987, 2002 e 2008). Approximately 65% of the basin area has been converted, which caused a severe environmental impact, affecting ~40% of the permanent protected areas (mainly around springs, lakes, and rivers), as well as ~9% of highly vulnerable areas. The occupation analysis for two distinct periods, i.e. 1976 (start) and 1987 (end), suggests that soil fertility and occupation fronts already established are the dominant factors controlling the basin fate, with new occupations being directed and concentrated along the main road network.
Palavras-chave: Vulnerabilidade
Uso e ocupação
Modelagem dinâmica
Bioma cerrado
Vulnerability
Land-use
Dynamic modelling
Cerrado biome
Área(s) do CNPq: GEOLOGIA::GEOLOGIA AMBIENTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG)
Citação: VIEIRA, Pedro Alves. Dinâmica de ocupação, vulnerabilidades e cenários para a bacia hidrográfica do rio Vermelho, Goiás. 2013. 94 f. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3321
Data de defesa: 22-Fev-2013
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciências Ambientais (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Pedro Alves Vieira - 2013 (1).pdf19,02 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir
Tese - Pedro Alves Vieira - 2013 - (2).pdf18,7 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir
Tese - Pedro Alves Vieira - 2013 - (3).pdf2,51 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons