Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3334
Tipo do documento: Tese
Título: Conservação de mamíferos no cerrado e em Goiás
Título(s) alternativo(s): Conservation biogeography of bats in the Brasilia cerrado
Autor: Barreto, Bruno de Souza
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5577038057194931
Primeiro orientador: De Marco Júnior, Paulo
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2767494720646648
Primeiro coorientador: Miziara, Fausto
Resumo: Cada vez mais a biodiversidade tem perdido diversidade ao redor do planeta em razão do modo como a população humana têm utilizado os recursos naturais. Para reduzir os impactos causados pela atividade humana, unidades de conservação (UC) têm sido criadas para garantir a manutenção da biodiversidade. Contudo, muitas unidades de conservação criadas não seguem critérios científicos e sua eficiência pode ser, portanto, questionada. No presente trabalho buscou-se avaliar a eficiência das unidades de conservação do Cerrado com base na riqueza de espécies e a diversidade beta dos mamíferos atualmente e em consonância com as mudanças climáticas esperadas para 2080. Nós mostramos por meio de análises de lacunas, as espécies estão representadas no atual sistema tanto no clima atual quanto no futuro. Contudo, elas tornaram-se mais raras dentro das UC’s com as mudanças climáticas. Mostramos que as UC’s não capturam uma diversidade maior que o esperado ao acaso. Espera-se um número maior de espécies dentro das UC’s em 2080, contudo, o número de espécies fora delas será também maior. Quanto a diversidade beta, haverá uma redução do índice em 2080 e tanto fora das UC’s quanto dentro espera-se, em média o mesmo valor. As mudanças climáticas tornaram as UC’s do Cerrado mais ineficientes, haverá um aumento do número de espécies ameaçadas em razão das mudanças climáticas interferirem no arranjo espacial das espécies sobre o Cerrado. Isto chama a atenção para a avaliação de sistemas de unidades de conservação considerem a dinâmica espaço-temporal das espécies.
Abstract: Increasingly biodiversity has lost diversity around the globe because of the way the human population have used natural resources. To reduce the impacts caused by human activity, conservation units (CU) have been created to ensure the maintenance of biodiversity. However, many conservation units were not established following scientific criteria and its efficiency can therefore be questioned. In this study we tried to evaluate the efficiency of conservation of the Cerrado based on species richness and beta diversity of mammals currently and in accord to climate change expected for 2080. We show through gap analyzes that species are represented in the current system both in the current climate and in the future. However, they have become rarer within CUs with climate change. We show that CUs do not capture a greater diversity than expected by chance. It is expected a larger number of species within the CUs in 2080, however, the number of species outside them will also be greater. As for beta diversity, there will be a reduction of the index in 2080 and both outside and within the UCs expected on average the same value. Climate change became UC’s Cerrado more inefficient, there will be an increase in the number of threatened species because of climate change interfering in the spatial arrangement of species on the Cerrado. This draws attention to the evaluation of systems of protected areas consider the spatial-temporal dynamics of the species.
Palavras-chave: Modelagem de nicho
Riqueza
Diversidade beta
Mudanças climáticas
Modeling niche
Richness
Beta diversity
Climate change
Área(s) do CNPq: CONSERVACAO DA NATUREZA::RECUPERACAO DE AREAS DEGRADADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG)
Citação: BARRETO, Bruno de Souza. Conservação de mamíferos no cerrado e em Goiás. 2012. 154 f. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3334
Data de defesa: 19-Dez-2012
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciências Ambientais (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Bruno de souza Barreto - 2012.pdf2,75 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons