Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3357
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorRabelo, Kamila Santos de Paula-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3909334221398121por
dc.contributor.advisor1Cavalcanti, Lana de Souza-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8827112569170294por
dc.contributor.referee1Cavalcanti, Lana de Souza-
dc.contributor.referee2Oliveira, Ivanilton José de-
dc.contributor.referee3Chaves, Sandramara Matias-
dc.date.accessioned2014-10-16T18:22:27Z-
dc.date.issued2010-03-17-
dc.identifier.citationRABELO, Kamila Santos de Paula. Ensino de geografia e avaliação formativa da aprendizagem: experiências e princípios na rede pública de Goiânia-GO. 2010. 150 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2010.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3357-
dc.description.resumoEsta pesquisa tem por objetivo analisar as práticas avaliativas no processo de ensinoaprendizagem, enquanto momento de construção de conhecimento, tendo como referência o lugar do aluno, por professores da Rede Municipal e Estadual de Ensino de Goiânia – GO. A avaliação da aprendizagem é vista como parte integrante do processo de ensino, sendo assim, ela precisa ser analisada dentro de tal quadro. O ato de avaliar não deve ser encarado como um momento penoso para professores e alunos e sim como um espaço aberto para que os sujeitos do processo possam conhecer como tem ocorrido a aprendizagem e se de fato os conteúdos geográficos foram aprendidos. Os esforços devem estar voltados para que haja aprendizagem, considerando que a Geografia ministrada em sala de aula é de suma importância para a vida cotidiana dos alunos. Nesse sentido, os teóricos que estudam o ensino de Geografia vêm defendendo a idéia de que o ensino deve utilizar como referência o lugar de vivência dos alunos, tal indicação é assumida nesse trabalho e para que isso ocorra, acredita-se que a forma de avaliar mais eficiente é a avaliação formativa. Partindo desses pressupostos, utilizou-se a metodologia qualitativa do tipo pesquisa-ação, com alguns passos: a pesquisa bibliográfica com a finalidade de encontrar materiais bibliográficos que tratassem do tema em questão, o levantamento de dados empíricos (análise dos documentos oficiais que regem o ensino em nível fundamental da Rede Pública de Goiânia, e dos Projetos Políticos Pedagógicos de escolas de Goiânia), a realização de entrevistas junto a professores da Rede Estadual e Municipal de Goiânia, com o objetivo de verificar as concepções que eles têm em relação à avaliação da aprendizagem, a coleta de instrumentos avaliativos junto aos professores entrevistados, a observação de aulas junto a duas professoras da Rede Pública de ensino de Goiânia e a tentativa de se pensar, junto a essas professoras, em possibilidades de avaliar dentro de uma perspectiva formativa que tenha como referência o lugar do aluno. A experiência realizada demonstra que são muitas as barreiras encontradas para a prática da avaliação formativa. No entanto, quando os esforços são investidos de maneira consciente e propositiva e não de modo imposto, percebe-se que sua eficácia é recompensadora fazendo valer os esforços.por
dc.description.abstractThis research has the objective to analyze the evaluate practices in the process of teaching-learning, as the moment of construction of knowledge, with reference the place of the student, by the teachers of the Municipality and State School of Goiânia - GO. The evaluated of learning is seen as an integral part of the teaching process, thus it must be examined within this framework. The act of the evaluate should not be seen as a painful moment for teachers and students, but as an open space that the subjects are the process could be knowing as has been learning and if indeed the geographical content were learned. Efforts should be focused so that there is learning, considering that the geography taught in the classroom is very important to the daily lives of students. In this sense, the theorists who study the teaching of geography have been defend the idea that education should be used as a reference the local of the experience of students, such information is assumed in this work and for this occur, it is believed that the way to evaluate more efficient is the formative evaluate. Based on these assumptions, we used a qualitative methodological action research, with some steps: a literature review in order to find bibliographic materials that treat the question, the survey of empirical data (analysis of official documents, that rule the education in the fundamental level of the public network of Goiânia, and the Political and Pedagogical projects of schools in Goiânia), and interviews with teachers of the state and municipality network of Goiânia, to check the objective that they have in relation to evaluate learning, the collection of evaluated instruments with teachers interviewed, the observation of lessons from two teachers from public schools in Goiânia and try to think along these teachers in possibility to evaluate in a formative perspective that has reference to the place of the student. The experiment realized shows that there were many barriers to the practice of formative evaluate. However, when efforts are invested in way conscious and positive and not on enforced, it is perceived that their effectiveness is compensating making value the efforts.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Erika Demachki (erikademachki@gmail.com) on 2014-10-14T20:57:27Z No. of bitstreams: 2 Dissertação - Kamila Santos de Paula Rabelo - 2010.pdf: 5327915 bytes, checksum: 0fa864ab940ac6db49795f9025606726 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5)eng
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Jaqueline Silva (jtas29@gmail.com) on 2014-10-16T18:22:27Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Dissertação - Kamila Santos de Paula Rabelo - 2010.pdf: 5327915 bytes, checksum: 0fa864ab940ac6db49795f9025606726 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2014-10-16T18:22:27Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação - Kamila Santos de Paula Rabelo - 2010.pdf: 5327915 bytes, checksum: 0fa864ab940ac6db49795f9025606726 (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Previous issue date: 2010-03-17eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttp://repositorio.bc.ufg.br/tede/retrieve/10385/Disserta%c3%a7%c3%a3o%20-%20Kamila%20Santos%20de%20Paula%20Rabelo%20-%202010.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Goiáspor
dc.publisher.departmentInstituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFGpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Geografia (IESA)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectGeografiapor
dc.subjectEnsinopor
dc.subjectLugar de vivênciapor
dc.subjectAvaliação formativapor
dc.subjectGeographyeng
dc.subjectEducationeng
dc.subjectFormative evaluationeng
dc.subjectPlace of livingeng
dc.subjectLearningpor
dc.subjectAprendizagempor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIApor
dc.titleEnsino de geografia e avaliação formativa da aprendizagem: experiências e princípios na rede pública de Goiânia-GOpor
dc.title.alternativeGeography teaching and evaluated formative of learning: experiences and principles in the public network of Goiânia-GOeng
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Kamila Santos de Paula Rabelo - 2010.pdf5,2 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons