Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3503
Tipo do documento: Tese
Título: Características de história de vida de árvores do Cerrado direcionando o futuro e a adaptação aos impactos das mudanças climáticas
Título(s) alternativo(s): Life history traits of Cerrado trees directing the future and adaptation to climate change impacts
Autor: Côrtes, Lara Gomes
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6331917580633841
Primeiro orientador: De Marco Júnior, Paulo
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2767494720646648
Primeiro coorientador: Cianciaruso, Marcus Vinicius
Resumo: A velocidade das mudanças climáticas atuais traz desafios sem precedentes para a conservação da biodiversidade. Como as condições ambientais são fatores importantes na determinação da distribuição geográfica das espécies, estas últimas devem mudar suas áreas de distribuição com as alterações no clima, rearranjando comunidades com perdas e ganhos de espécies. Objetivando-se identificar vulnerabilidades e propor ações proativas de conservação que possam facilitar a adaptação das espécies às mudanças climáticas foi feita uma abordagem com modelos de distribuição de espécie, uma ferramenta essencial para predizer a área de distribuição potencial de espécies em diversos cenários climáticos. Um entendimento importante neste cenário de mudanças é a compreensão de quais características de história de vida podem tornar as espécies mais susceptíveis às alterações no clima e isso pode ser possível se tais características estiverem relacionadas a condições ambientais específicas, definindo a amplitude de nicho ecológico das espécies, bem como as respectivas áreas de distribuição geográfica. Buscou-se identificar se características simples de história de vida de árvores com ocorrência no Cerrado poderiam estar relacionadas ao tamanho de nicho e da área de distribuição, sendo que as espécies com características associadas a uma menor área distribuição e pequena amplitude de nicho estariam mais predispostas à extinção devido às mudanças climáticas. Constatou-se que as espécies sempreverdes generalistas apresentam menores distribuições potenciais e as de cerrado lato sensu possuem menores amplitudes latitudinais e a altura das espécies está relacionada com a área de distribuição de espécies de cerrado lato sensu. Ainda tentando identificar potenciais impactos sobre a biodiversidade e o funcionamento dos ecossistemas, pressupondo as condições ambientais como filtro seletivo de espécies com características de história de vida que garantam um maior desempenho em um novo clima, foi testado se as mudanças climáticas reduzem a diversidade funcional de comunidades de sub-bacias do Cerrado. Houve uma grande redução na riqueza de espécies, mas um aumento na diversidade funcional, uma vez que a maioria das comunidades perdeu espécies redundantes funcionalmente, mas que podem funcionar como um seguro contra a perda de funções ecossistêmicas. Assim, as comunidades do futuro estarão mais vulneráveis a outras perturbações, como a perda e fragmentação de habitat. Neste contexto, ações proativas que possam aumentar a conectividade dos ecossistemas serão essenciais para a conservação da biodiversidade frente às mudanças climáticas. Assim, foi proposto um planejamento sistemático de restauração complementar à criação de áreas protegidas e que, simultaneamente, selecionou áreas de menor conflito socioeconômico e de maior estabilidade climática. A restauração deve ser entendida como uma importante ação de conservação proativa frente às mudanças climáticas em ecossistemas cada vez mais fragmentados como o Cerrado brasileiro.
Abstract: The speed of climate change nowadays brings unprecedented challenges to biodiversity conservation. As environmental conditions are important factors in determining the geographical distribution of species, the latter should change their distribution with changes in climate, rearranging communities with gains and losses of species. Aiming to identify vulnerabilities and propose proactive conservation to increase the adaptation of species to climate change we did an approach with species distribution models, an essential tool to predict the species potential distribution in different climatic scenarios. An important understanding in this changing scenario is the knowledge of what life history traits may make species more susceptible to changes in climate and then, may be possible, if such characteristics are related to specific environmental conditions, defining the ecological niche breadth of species as well as their geographic distribution. We sought to identify whether simple life history traits of trees occurring in the Cerrado could be related to the size of the niche and distribution area, and if the species with characteristics associated with a small area distribution and restrict niche breadth would be more predisposed to extinction due to climate change. It was found that the evergreen generalist species have lower potential distributions, evergreen species from broad sense cerrado have smaller latitudinal ranges and height proved to be related to the geographic distribution of broad sense cerrado species. Still trying to identify potential impacts on biodiversity and ecosystem function, assuming the environmental conditions as selective filter of species with life history traits that guarantee a higher performance in a new climate, it was tested if climate change reduces the functional diversity of communities in sub-basins of the Cerrado. There was a large reduction in richness, but an increase in functional diversity, since most communities lost species functionally redundant, but which can act as an insurance against loss of ecosystem functions. Thus, the future communities will be more vulnerable to other disturbances, such as habitat loss and fragmentation. In this context, proactive a that can increase the connectivity of ecosystems will be essential for the biodiversity conservation to climate change. Thus, we propose a systematic planning of restoration to complement the establishment of protected areas and, simultaneously, selected areas of lower socioeconomic conflict and climate stability. The restoration should be understood as an important proactive conservation action in a changing world that is full of increasingly fragmented ecosystems as the Brazilian Cerrado.
Palavras-chave: Modelagem de distribuição de espécies
Conservação
Species distribuition modeling
Conservation
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Evolução (ICB)
Citação: CÔRTES, Lara Gomes. Características de história de vida de árvores do Cerrado direcionando o futuro e a adaptação aos impactos das mudanças climáticas. 2013. 170 f. Tese (Doutorado em Ecologia e Evolução) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3503
Data de defesa: 28-Jun-2013
Aparece nas coleções:Doutorado em Ecologia e Evolução (ICB)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Lara Gomes Cortes - 2013.pdf7,24 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons