Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3666
Tipo do documento: Dissertação
Título: Qualidade de vida e sobrecarga de trabalho de cuidadores do serviço de atenção domiciliar de Goiânia, Goiás
Título(s) alternativo(s): Quality of life and work overload of the caregivers from the home care service in Goiânia, Goiás.
Autor: Guerra, Heloísa Silva
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7225070591385608
Primeiro orientador: Almeida, Nilza Alves Marques
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2486258562480055
Primeiro coorientador: Souza, Marta Rovery de
Primeiro membro da banca: Almeida, Nilza Alves Marques
Terceiro membro da banca: Souza, Dayse Cristine Dantas Brito Neri de
Quarto membro da banca: Brasil, Virginia Visconde
Quinto membro da banca: Palos, Marinésia Aparecida Prado
Resumo: O aumento da expectativa de vida e a diminuição da taxa de mortalidade têm resultado em mudanças no perfil epidemiológico com o predomínio de doenças crônicas não transmissíveis e mudanças no sistema de cuidados mundialmente. Na realidade brasileira, devido a fatores socioeconômicos das famílias, o papel de cuidador, em geral, é gerado dentro do próprio ambiente familiar. Por assumir um papel para o qual geralmente não está preparado, o cuidador pode sofrer com a sobrecarga de trabalho e ter sua qualidade de vida comprometida. Diante disso, o objetivo deste estudo foi analisar a qualidade de vida relacionada à saúde e a sobrecarga de trabalho de cuidadores de usuários do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) de Goiânia, Goiás. Trata-se de um estudo transversal analítico, realizado com cuidadores nos domicílios de usuários do SAD. Foram elegíveis os cuidadores com idade igual ou superior a 18 anos, alfabetizados e em exercício da função como cuidador principal há pelo menos dois meses. Os dados foram coletados por meio de entrevista com aplicação dos instrumentos de caracterização do cuidador, de avaliação da sobrecarga (ZBI – Zarit Burden Interview) e de avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde - QVRS (SF-36 - The Medical Outcomes Study 36- Item Short-Form Health Survey). Na análise foram calculadas médias, desvios-padrão com os respectivos intervalos de 95% de confiança, regressão linear múltipla pelo método de backward selection e correlação de Pearson.Os valores de p<0,05 foram considerados significativos para todas as análises. Dentre os 95 cuidadores entrevistados a idade média foi de 49,7 anos (±13,0), a maioria era do sexo feminino (97,9%), casados (57,9%), parentes de primeiro grau ou cônjuge (74,7%), dedicavam-se mais de 12 horas por dia aos cuidados (69,5%), não usufruíam de folgas semanais (84,2%), apresentavam pelo menos um problema de saúde (86,3%) e exerciam informalmente a atividade de cuidar (97,9%). Na avaliação da QVRS, os cuidadores apresentaram menor média de escore para a dimensão Vitalidade (39,2) do SF-36 e na avaliação da sobrecarga a média obtida foi de 33,8. Os principais fatores associados à diminuição da QVRS dos cuidadores foram a idade, os problemas de saúde como de coluna, ansiedade e depressão e o tempo de exercício na função de cuidar. Maiores níveis de sobrecarga avaliada pela ZBI foram associadas ao fato de o cuidador não possuir folgas semanais, e apresentar problemas de coluna e depressão. Houve correlação negativa e estatisticamente significativa entre a QVRS e a sobrecarga de trabalho para todas as dimensões do SF-36, sugerindo que quanto maior a sobrecarga pior a qualidade de vida dos cuidadores do SAD. Conclui-se que há comprometimento na qualidade de vida de cuidadores dos usuários do SAD, decorrente do nível de sobrecarga de trabalho. Diante disto, ressalta-se a necessidade de maior atuação das equipes de atenção domiciliar, por meio de ações integrais à saúde junto aos cuidadores, com vistas a diminuir o impacto do cuidar sobre sua saúde e qualidade de vida.
Abstract: The increase in life expectancy and the decrease in the mortality rate have resulted in changes in the epidemiological profile with the predominance of chronic noncommunicable diseases and global changes in the health care system. Regarding brazilian reality, due to socioeconomic factors of families the role of the caregiver, in general, is generated in the home environment. The caregiver, to assume a role for which usually is not prepared, may suffer with the workload and compromise the life quality. Thus, the aim of this study was to analyze the life quality related to health and workload of caregivers of the users of the Service Home Care (SAD, in Portuguese) in the city of Goiânia- Goiás.This is an analytical cross-sectional study, conducted with caregivers in the households of SAD’s users in Goiânia-GO. For this study were selected caregivers with age equal or above18 years, literate and performing the function as aleading caregiver for at least two months. The data were collected through interviews with application of the tools for the characterization of the caregiver, burden evaluation (ZBI - Zarit Burden Interview ) and evaluation of quality of life related to health - HRQL ( SF -36 - The Medical Outcomes Study 36 - Item Short - Form Health Survey).In these analyses were calculated averages, standard deviation with their corresponding interval of 95% of confidence, and multiple linear regression by the backward selection method and Pearson correlation. The values of P<0.05 were considered significant for all analyzes. Among the 95 interviewed caregivers, the average age was 49,7 years old (±13,0), most of them were female (97,9%), married (57,9%) first-degree relatives or spouse (74,7%), they devoted more than 12 hours a day to caring activity (69.5%), do not benefit from weekly rest (84,2%), had at least one health problem (86,3%) and informally exerted the activity of care (97,9%). In HRQOL evaluation, caregivers had lower average scores for Vitality (39.2) dimension of the SF-36 and in the burden evaluation the average was 33,8.Themain factors associated with decreased HRQL of caregivers were age, health problems such back pain, anxiety and depression and the time they already had in the function of caring. Higher scores of overload evaluated by ZBI were associated with the fact that the caregiver does not have a weekly rest, and present back pain problems and depression. There was a negative and statistically significant correlation between HRQL and work overload for all dimensions of the SF -36, suggesting that the higher the overload, worse the quality of life of caregivers of SAD. It follows that there is impairment in the quality of life of the caregivers of SAD’s users, due to the level of work overload. Given this, it must be observed the need of a higher performance of home care teams, through integral actions with caregivers, in order to lessen the impact of care giving on their health and quality of life.
Palavras-chave: Qualidade de vida
Cuidadores
Assistência domiciliar
Quality of life
Caregivers
Home nursing
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (PRPG)
Citação: GUERRA, Heloísa Silva. Qualidade de vida e sobrecarga de trabalho de cuidadores do serviço de atenção domiciliar de Goiânia, Goiás. 2013. 87 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3666
Data de defesa: 25-Nov-2013
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Saúde Coletiva (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao - Heloisa Silva Guerra - 2013.pdf1,14 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons