Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3775
Tipo do documento: Dissertação
Título: Florestan Fernandes como expressão do intelectual orgânico do socialismo nas décadas de 60 a 80
Título(s) alternativo(s): Florestan Fernandes as an expression of the organic intellectual of socialism in the decades 60 to 80
Autor: Proto, Leonardo Venicius Parreira
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0539359805888106
Primeiro orientador: Menezes, Marcos Antonio de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/5906542748941462
Resumo: A presente pesquisa intitulada Florestan Fernandes como intelectual orgânico do socialismo proletário nas décadas de 1960 a 1980 teve como preocupação central analisar a trajetória histórica deste sociólogo no período estudado. Trata-se de estudo cujo enfoque é o tratamento nas obras, escritos e exposições públicas do intelectual engajado na luta da classe trabalhadora de seu tempo. Para refletir sua condição de intelectual militante, lançamos mão de dois referenciais teóricos que colaboraram com a compreensão de nosso objeto de pesquisa. Tais conceitos utilizados foram os de intelectual orgânico, de formulação gramsciana e o de campo intelectual, da teoria bourdiesiana. Selecionamos algumas categorias analíticas do pensamento florestaniano, como classes sociais, capitalismo dependente e revolução, que incorporassem o materialismo histórico dialético no percurso de desenvolvimento de sua interpretação acerca do ideário político do socialismo proletário tendo como sujeitos históricos a classe trabalhadora e as mediações na estrutura da auto-organização levada à frente pelo partido de origem operária. Por último, apresentamos alguns limites de sua interpretação da organização da classe trabalhadora em partidos políticos ditos de esquerda, pela formação e influência de pensadores da tradição clássica ortodoxa do marxismo. Essa elucidação de problemáticas no envolvimento com o leninismo e trotskismo não eclipsou sua intransigente defesa do proletariado, mas o demonstrou como sujeito inserido nas relações sociais e neste sentido passível das contradições inerentes aos seres sociais numa sociedade como a nossa, de ethos capitalista.
Abstract: The present research entitled ‘Florestan Fernandes as organic intellectual of proletarian socialism in the decades from 1960 to 1980’ aimed to analyze the historical trajectory this sociologist in the studied period. This is a study in which the focus is the treatment in the works, writings and public exhibitions of the intellectual engaged in the struggle of the working class of his time. In order to reflect his status as an intellectual militant, we made use of two theoretical backgrounds that have collaborated to the understanding of our research's object. The used concepts were the “organic intellectual” of Antonio Gramsci’s theory and the “intellectual field” of Pierre Bourdieu’s theory. We have selected some analytical categories of Florestan’s thought as social class, dependent capitalism and revolution, which incorporate the historical dialectical materialism in the course of the development of his interpretation about the ideas of proletarian socialism, having as historical subjects the working class and mediations in the structure of self-organization carried forward by the party of working class background. Lastly, we present some limits of his interpretation about the working class organizations into political parties called of the left, by formation and influence of thinkers of the classical tradition of orthodox Marxism. This elucidation of the issues in involvement with the Leninism and Trotskyism did not eclipse his intransigent defense of proletariat, but evidenced him as subject insert in social relations and in this sense, liable of inherent contradictions to social beings in a society like ours, of capitalist ethos.
Palavras-chave: Intelectual orgânico
Socialismo
Classes sociais
Proletariado
Organic intellectual
Socialism
Social classes
Proletariat
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Historia (FH)
Citação: PROTO, Leonardo Venicius Parreira. Florestan Fernandes como expressão do intelectual orgânico do socialismo nas décadas de 60 a 80. 2012. 143 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3775
Data de defesa: 12-Set-2012
Aparece nas coleções:Mestrado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Leonardo Venicius Parreira Proto - 2012.pdf900,28 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons