Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3853
Tipo do documento: Tese
Título: Dinâmica da paisagem e a fragilidade natural e antrópica da fronteira agrícola no Oeste da Bahia
Título(s) alternativo(s): Dynamics of landscape and the fragility natural and anthropic of agricultural frontier in Western Bahia
Autor: Santos, Crisliane Aparecida Pereira dos
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1884637344528979
Primeiro orientador: Sano, Edson Eyji
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8478741766449896
Primeiro membro da banca: Sano, Edson Eyji
Segundo membro da banca: Miziara, Fausto
Terceiro membro da banca: Ferreira, Nilson Clementino
Quarto membro da banca: Carvalho Júnior, Osmar Abílio de
Quinto membro da banca: Mondardo, Marcos Leandro
Resumo: A formação da fronteira agrícola no Oeste da Bahia ocorreu a partir de meados da década de 1980 e foi dependente de investimentos em capital e tecnologia para a transformação do uso do solo, mediante a modernização agropecuária em áreas onde as características edafoclimáticas foram adequadas à sua formação e expansão. Entretanto, a ligação intrínseca da expansão da fronteira agrícola com a política de desenvolvimento econômico resultou na fragmentação da paisagem e no aumento da incidência da fragilidade ambiental. Assim, os objetivos específicos da presente tese foram: (i) Compreender a dinâmica espaço-temporal da fronteira no Cerrado baiano; (ii) Construir um índice de modernização agropecuária que reflita o processo da fronteira no Cerrado baiano; (iii) Analisar a heterogeneidade da fronteira, bem como os impactos do processo de ocupação do Cerrado baiano sob o ponto de vista dos aspectos socioeconômicos; (iv) Estudar a dinâmica da paisagem da Bacia Hidrográfica do Rio Preto (BHRP) sob o aspecto da fragmentação ou qualidade estrutural da paisagem, por meio da construção do índice de qualidade estrutural da paisagem; e (v) Caracterizar a fragilidade ambiental da BHRP, demonstrando a interferência da modernização agropecuária sobre a estabilidade ambiental. Os resultados indicaram uma falta de uniformidade no grau de modernização entre as distintas microrregiões, como também entre os municípios de cada microrregião. Os municípios de Barreiras, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães e São Desidério foram os mais modernizados, sobretudo pela agricultura intensiva. O aumento do grau de modernização agropecuária provocou significativas transformações nas relações sociais, bem como demonstrou que a agricultura modernizada apresentou uma relação negativa com a pobreza e positiva com o Índice de Desenvolvimento Humano. Os dados demonstraram uma perda contínua de habitat natural durante os trinta anos de uso e ocupação dos solos, seguido de uma mudança na matriz da paisagem, sobretudo das sub-bacias prioritárias ao avanço da fronteira agrícola. Por fim, o padrão econômico das culturas agrícolas, de maior modernização, interferiu de forma mais negativa sobre a fragilidade emergente que a pecuária, assim como sobre a redução do índice de qualidade estrutural da bacia resultante da fragmentação da paisagem.
Abstract: The formation of the agricultural frontier in Western Bahia occurred from the mid-1980s and was dependent on investments in capital and technology for the transformation of land use, through agricultural modernization in areas where soil and climatic characteristics were appropriate to their formation and expansion. However, the intrinsic link of the expansion of the agricultural frontier with the economic development policy resulted in fragmentation of the landscape and increasing incidence of environmental fragility. The specific objectives of this dissertation were: (i) to understand the temporal-spatial dynamics of the border in the Cerrado of Bahia; (ii) to develop an index that reflects the agricultural modernization process of the frontier in the Cerrado of Bahia; (iii) to analyze the heterogeneity of the border as well as the impacts of the occupation process in the Cerrado of Bahia from the socio-economic aspects point of view; (iv) to study the dynamics of landscape of Rio Preto Hydrographic Basin (BHRP) underneath the aspect of fragmentation or structural quality of the landscape by building the index of structural quality of the landscape; and (v) to distinghish the BHRP´s environmental fragility, demonstrating the interference of agricultural modernization in the environmental stability. The results indicated a lack of homogeneity in the degree of modernization among the different micro-regions as well as between the municipalities of each microregion. Barreiras, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães and São Desidério municipalities were the most modernized, particularly by intensive agriculture. The increased level of agricultural modernization caused significant changes in social relations and demonstrated that the modernized agriculture showed a negative relationship with poverty and positively with Human Development Index. The data showed a continued loss of natural habitat during the thirty years of land use and occupation of the soil, followed by a change in the landscape matrix, particularly the priority sub-basins to the expansion of agriculture. At last, the economic pattern of agricultural crops, more modernized, influenced more negatively on the emerging weakness than that of livestock and on reducing the structural quality of the basin resulting from fragmentation of the landscape.
Palavras-chave: Fronteira
Modernização
Fragmentação
Fragilidade ambiental
Frontier
Environmental fragility
Modernization
Fragmentation
Área(s) do CNPq: ENGENHARIA SANITARIA::SANEAMENTO AMBIENTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG)
Citação: SANTOS, Crisliane Aparecida Pereira dos. Dinâmica da paisagem e a fragilidade natural e antrópica da fronteira agrícola no Oeste da Bahia. 2014. 147 f. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3853
Data de defesa: 4-Jul-2014
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciências Ambientais (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Crisliane Aparecida Pereira dos Santos - 2014_parte_001.pdfparte 01/028,32 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir
Tese - Crisliane Aparecida Pereira dos Santos - 2014_parte_002.pdfparte 02/0215,4 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons