Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4188
Tipo do documento: Dissertação
Título: O não-trabalho no arranjo narrativo dos contos de Machado de Assis
Título(s) alternativo(s): Le non-travail dans l’arrangement narrative des contes de Machado de Assis
Autor: Fraietta, Eugênia de Souza
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8411595823542687
Primeiro orientador: Turchi, Maria Zaira
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1028003493670371
Primeiro membro da banca: Turchi, Maria Zaíra
Segundo membro da banca: Regino, Sueli Maria de Oliveira
Terceiro membro da banca: Silva Júnior, Augusto Rodrigues da
Resumo: Esta pesquisa pretendeu, com a análise dos contos selecionados de Machado de Assis (―Anedota pecuniária‖, ―Fulano‖, ―O lapso‖, ―O empréstimo‖, ―Terpsícore‖ e ―Jogo do bicho‖), descrever uma lógica da conduta narrativa que, articulada ao recorte temático – o trabalho –, testemunhasse uma conduta social presente na realidade social extraliterária. O corpus oferece enredos e personagens representativos das minúcias de sua realidade, discutindo seu próprio sistema de crenças, segundo o qual trabalho não constitui valor, promovendo diferenciação, exploração e exclusão. A concepção do trabalho encontra-se justamente em sua ausência como elemento estrutural porque não constitui valor social. Os critérios pertinentes para esta proposta foram balizados, na medida do conto, pela análise de Roberto Schwarz (1990), em sua obra Um mestre na periferia do capitalismo, acerca de Memórias Póstumas de Brás Cubas. A não explicitação do trabalho nas situações dramáticas configurou uma ausência significativa e a análise recaiu sobre as implicações estruturais contraditórias do quadro histórico-social do Brasil do século XIX firmado na escravidão, na ambição liberal e no clientelismo nos contos que abordam a temática do trabalho, mesmo obliquamente.
Abstract: Cette recherche, basée sur l‘analyse des contes de Machado de Assis (―Anedota pecuniária‖, ―Fulano‖, ―O lapso‖, ―O empréstimo‖, ―Terpsícore‖ et ―Jogo do bicho‖), a visé décrire une logique de la conduite narrative, articulée à l‘axe thématique – le travail –, qui témoignait une conduite sociale présente dans la réalité sociale extra-littéraire. Le corpus offre des récits et des personnages qui représent des minuties de leur réalité et qui discutent leur propre système des croyances, selon lequel le travail ne constitue pas valeur social, mais la différenciation, l‘exploitation et l‘exclusion. Les critères pertinents pour cette proposition ont été balisés, à la mesure du conte, par l‘analyse de Roberto Schwarz (1990), dans son oeuvre Un maître à la périphérie du capitalisme, sur le roman Mémoires Posthumes de Brás Cubas. La non explicitation du travail dans les situations dramatiques a fixé une absence significative et l‘analyse a s‘occupé des implications structurelles contradictories du cadre socio-historique du Brésil du XIXe structuré par l‘esclavage, l‘ambition libérale et le clientélisme dans des contes qui touchent la thématique du travail, bien que obliquement.
Palavras-chave: Machado de Assis
Conto
Trabalho
Narrador
Conte
Travail
Narrateur
Área(s) do CNPq: LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: FRAIETTA, Eugênia S. O não-trabalho no arranjo narrativo dos contos de Machado de Assis. 2012. 154 f. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4188
Data de defesa: 8-Ago-2012
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Eugênia de Souza Fraietta - 2012.pdf1,02 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons