Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4236
Tipo do documento: Dissertação
Título: Satisfação profissional de enfermeiros de um hospital da rede pública de Goiânia
Título(s) alternativo(s): Job satisfaction of nurses in a public hospital in Goiânia
Autor: Borges, Jackeline Lemes
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7431236912220082
Primeiro orientador: Bezerra, Ana Lucia Queiroz
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0088227879433410
Primeiro membro da banca: Bezerra, Ana Lúcia Queiroz
Segundo membro da banca: Melo, Maria Aparecida de Souza
Terceiro membro da banca: Bezerra, Nelson Barbosa
Resumo: Estudo descritivo exploratório com delineamento transversal, de abordagem quantitativa, realizado com 47 enfermeiros de um hospital da rede pública de Goiânia. O instrumento utilizado foi o questionário do Índice de Satisfação Profissional de Stamps (1997), traduzido, adaptado e validado para a língua portuguesa por Lino (1999). O questionário é auto-aplicável e auto-explicativo, composto por comparações pareadas que permitem a identificação da importância de cada componente para a satisfação profissional e uma escala de atitudes, do tipo Likert, que possibilita identificar a satisfação profissional percebida pelos sujeitos quanto aos componentes Autonomia, Interação, Status profissional, Normas organizacionais, Remuneração e Requisitos do Trabalho. Os dados foram analisados no programa SPSS versão 18.0. Para avaliar a consistência interna foi utilizado o alfa de Cronbach. Dos enfermeiros entrevistados a maioria eram mulheres, casadas, com alguma especialização, com menos de cinco anos de trabalho na instituição, com mais de um vínculo empregatício e efetivo. O componente considerado mais importante para a satisfação profissional dos enfermeiros foi a Remuneração, e o menos importante a Autonomia. O Status Profissional foi identificado como aquele que mais influenciava na satisfação quanto ao seu trabalho atual, e a Remuneração como o de menor satisfação. O índice de Satisfação Profissional entre os enfermeiros foi de 9,77 e o Status Profissional foi o que apresentou maior nível real de satisfação, seguido da Interação, Normas Organizacionais, Autonomia, Requisitos do Trabalho e Remuneração. Pode-se considerar que o alto índice de satisfação com o Status profissional evidenciou motivação do enfermeiro com a percepção da importância seu trabalho e reconhecimento do mesmo pela própria categoria e pacientes. A adoção de um instrumento, a partir do que foi utilizado neste estudo, podendo se estender a toda a equipe multiprofissional, é uma alternativa para o acompanhamento desse indicador nas instituições de saúde pública de Goiânia, podendo contribuir para a tomada de decisão pelos gestores hospitalares, em busca de melhoria da qualidade da assistência.
Abstract: This is an exploratory descriptive cross-sectional study with a quantitative approach , conducted with 47 nurses in a public hospital in Goiânia . The instrument used was a questionnaire Index of Work Satisfaction of Stamps (1997), translated, adapted and validated for Portuguese by Lino (1999). The questionnaire is self-administered and self-explanatory, composed of paired comparisons that allow the identification of the importance of each component to job satisfaction and attitude scale, Likert, which helps identify job satisfaction perceived by the subjects as to the components Autonomy, Interaction, Professional Status, Organizational policies, Pay and Task Requirements. Data were analyzed using SPSS version 18.0. To assess the internal consistency Cronbach's alpha was used. Most of the nurses interviewed were women, married, with some specialization, with less than five years on the job , with more than one employment and effective. The component considered most important to the job satisfaction of nurses was the Pay and least Autonomy. The Professional Status was identified as the one that most influenced the satisfaction regarding their current job, and compensation as the least satisfaction. Index of Work Satisfaction among nurses was 9.77 and the Professional Status showed the highest real level of satisfaction, followed by Interaction, Organizational policies, Autonomy, Task Requirements and Pay. It can be considered that the high level of satisfaction with the professional status of nurses showed motivation to the perception of the importance and recognition of their work by the same category and own patients. The adoption of an instrument, from what was used in this study could be extended to the whole multidisciplinary team, is an alternative to the monitoring of this indicator in public health institutions in Goiânia, contributing to decision making by hospital managers in search of improved quality of care .
Palavras-chave: Satisfação no trabalho
Enfermeiros
Gestão de recursos humanos em saúde
Job satisfaction
Nurses
Health personnel management
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (PRPG)
Citação: BORGES, J. L. Satisfação profissional de enfermeiros de um hospital da rede pública de Goiânia. 2013. 91 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Saúde Coletiva)–Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4236
Data de defesa: 10-Dez-2013
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Saúde Coletiva (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Jackeline Lemes Borges - 2013.pdf1,15 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons