Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4269
Tipo do documento: Tese
Título: Implicações pessoais e profissionais do acidente com material biológico para o trabalhador da saúde
Título(s) alternativo(s): Personal and professional implications of accidents with biological material among healthcare workers
Autor: Melo, Dulcelene de Sousa
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8132852966997870
Primeiro orientador: Souza, Adenícia Custódia Silva e
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/5966034868102264
Primeiro membro da banca: Souza, Adenícia Custódia Silva e
Segundo membro da banca: Tipple, Anaclara Ferreira Veiga
Terceiro membro da banca: Lemes, Lila Maria Spadoni
Quarto membro da banca: Pereira, Milca Severino
Quinto membro da banca: Vila, Vanessa da Silva Carvalho
Resumo: INTRODUÇÃO: Os trabalhadores da área da saúde, no cotidiano laboral, estão expostos a diversos riscos, dentre os quais o biológico. Esse representa um agravo de importância para a saúde pública, que pode, para além da injúria física, gerar implicações e repercussões de ordem diversas em suas vidas. OBJETIVO: Analisar as implicações pessoais e profissionais da exposição ao material biológico para o trabalhador da área de saúde. METODOLOGIA: Estudo qualitativo realizado com dez trabalhadores da área da saúde, acidentados com material biológico e atendidos pelos serviços de saúde de referência do município de Goiânia - GO. Os dados foram coletados no período entre outubro e novembro de 2012, por meio de entrevista utilizando a técnica do incidente crítico. Para o tratamento dos dados utilizou-se a análise de conteúdo proposta por Bardin, com auxílio complementar do programa Atlas ti 6.0. A discussão dos achados se deu sob vários referenciais teóricos, dentre os quais a teorias do pensamento complexo e cultural do risco. RESULTADOS: Das narrativas das experiências/vivencias, socializadas por dez trabalhadoras da área da saúde, que foram atendidas por três das unidades de referência para a assistência em situação de acidente com material biológico emergiram duas unidades temáticas: implicações pessoais e profissionais do acidente ocupacional com material biológico; o serviço de saúde e a gestão do risco. Os resultados evidenciaram grande sofrimento psíquico expresso por meio dos sentimentos de medo de contaminação para si e família, preocupação, desespero, desproteção, culpa, indignação, insegurança, introspecção, desamparo, incerteza, constrangimento, entre outros. Esse sofrimento repercutiu nas três esferas do convívio e inter-relação das trabalhadoras acidentadas. Por outro lado, puderam experienciar a solidariedade por parte de colegas de trabalho, paciente e profissional, durante o atendimento, por meio de gestos e relações que ajudam no enfrentamento das tensões que tal situação aflora. As estruturas de atendimento no local de trabalho e nos serviços de referência demonstraram a contradição em tais situações: apoio-desamparo; compromisso-descompromisso; clima de segurança-insegurança; cuidado-descuidado; organização-desorganização; respeito-desrespeito; acolhendo ou deixando-o à mercê da própria sorte. Observou-se que o acidente constitui-se como força propulsora na perspectiva de olhar para a própria segurança e alterar a rotina no contexto laboral com extensão não só para si, mas para aqueles que estão no seu convívio profissional. CONCLUSÃO: A vivencia/experiência do trabalhador evidencia aspectos antagônicos, contraditórios e complementares dos sistemas complexos: trabalhador-serviços de saúde. Sugere a necessidade de uma maior valorização e consideração dos aspectos psico-emocionais vivenciados pelos trabalhadores, revisão da linha de cuidados de atendimento quanto à sua efetividade e resolutividade que agreguem qualidade de vida ao trabalhador da área da saúde.
Abstract: INTRODUCTION: The health of workers, in their everyday work, are exposed to various risks, among which, biological. This represents a danger important to public health, which may, in addition to physical injury, have broader implications, and impact various aspects of their lives. OBJECTIVE: To analyze the personal and professional implications of exposure to biological material for healthcare workers. METHODOLOGY: A qualitative study conducted with ten workers in the healthcare field who experienced accidents with biological material and who were treated by a reference healthcare service in Goiania, Brazil. Data were collected between October and November 2012, through interviews using the critical incident technique. Data processing used the content analysis methods proposed by Bardin, with the additional aid of Atlas ti 6.0 software. The discussion of findings was presented using theoretical frameworks of complex thinking from the perspective of Edgar Morin, as well as cultural theory of risk by Douglas. RESULTS: From the narratives of those experiences, for ten healthcare workers treated by three units of reference specializing in situations of exposure to biological material, four categories of analysis emerged: personal implications; professional implications, the workplace and risk management, and reference service and risk management. The results showed great psychological distress expressed through feelings of fear of contamination of self and family, worry, despair, lack of protection, guilt, anger, insecurity, introspection, helplessness, uncertainty, and awkwardness, among others. This suffering was reflected in the three spheres of interaction, as well as relationships between exposed workers. On the other hand, some might experience the solidarity from co-workers, patients, and professionals during service, through gestures and relationships that help in coping with tensions when such a situation arises. The structures in place at work and in referral services showed contradictions in such situations: support / helplessness; commitment / disengagement; climate of security / insecurity; careful / careless; organization / disorganization, respect / disrespect; acceptance / leaving at the mercy of fate. The accident was established as the driving force for workers to pay attention to their own safety and change their routines in this context, extending this reflection not only to themselves, but for those who they interact with professionally interaction. CONCLUSION: The experiences of these workers shows antagonistic, contradictory, and complementary aspects of complex systems for the health services worker. It suggests the need for a greater appreciation and consideration of the psycho-emotional consequences experienced by workers, along with review of treatment procedures as to their effectiveness and problem solving that improve quality of life to the healthcare worker.
Palavras-chave: Enfermagem
Saúde ocupacional
Acidente ocupacional
Exposição a agentes biológicos
Ferimentos penetrantes produzidos por agulha
Nursing
Occupational health
Accidents occupational
Exposure to biological agents
Needlestick injuries
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Enfermagem (FEN)
Citação: MELO, D. S. Implicações pessoais e profissionais do acidente com material biológico para o trabalhador da saúde. 2014. 178 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4269
Data de defesa: 31-Jan-2014
Aparece nas coleções:Doutorado em Enfermagem (FEN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Dulcelene de Sousa Melo - 2014.pdf2,46 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons