Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4412
Tipo do documento: Dissertação
Título: Da dignificação dos filhos de Lázaros: um estudo sobre o Preventório Afrânio de Azevedo. Goiânia 1942-1950
Título(s) alternativo(s): The dignity of the children of Lazarus: a study on the Preventive Afrânio de Azevedo. Goiânia 1942-1950
Autor: Faria, Kalyna Ynanhiá Silva de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/9421078313405760
Primeiro orientador: Moraes, Cristina de Cassia Pereira
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1005102348535090
Primeiro membro da banca: Moraes, Cristina de Cássia Pereira
Segundo membro da banca: Sanglard, Gisele Porto
Terceiro membro da banca: Junqueira, Ivanilda
Quarto membro da banca: Rabelo, Danilo
Resumo: No Brasil as principais medidas profiláticas contra a lepra/hanseníase a partir da década de 1920 foram sugeridas com a criação do Departamento Nacional de Saúde Pública criado em janeiro do mesmo ano, que tinha entre suas funções o tratamento e profilaxia e assistência aos afetados pelas doenças transmissíveis e aos leprosos. O combate à lepra se escorava precariamente no tripé institucional composto por: Dispensário, Leprosário e Preventório. Em Goiás a partir das décadas de 1930 e 1940, o isolamento e controle dos doentes de lepra/hanseníase, iniciou-se com as construções do leprosário Colônia Santa Marta, do preventório Educandário Afrânio de Azevedo - objeto dessa pesquisa - e do dispensário em 1942 em Goiânia e de um dispensário na cidade de Anápolis. No preventório Educandário Afrânio de Azevedo, os internos recebiam a assistência e educação necessária até os 18 anos para os meninos e 21 anos para as meninas. A pesquisa busca os discursos construídos sobre a necessidade do isolamento dos pais em colônias e na “prevenção” do contágio da lepra/hanseníase aos filhos nos preventórios. As dificuldades encontradas remontam ainda à discriminação e ao preconceito que o estigma da doença é visto pela sociedade até os dias de hoje. Esperamos resgatar no registro do as vozes desses “apartados” que foram vítimas de políticas públicas que os utilizavam em trabalhos desde a mais tenra idade nas escolas de aprendizes.
Abstract: In Brazil the main prophylactic measures against leprosy / hanseniasis from the 1920s have suggested the creation of the National Department of Public Health established in January of the same year, which had among its functions the treatment and prophylaxis and assistance to those affected by the disease communicable and lepers. The fight against leprosy is underpinned precariously on institutional tripod composed Dispensary, Leper and Preventive. In Goiás from the 1930s and 1940s, the isolation and control of leprosy patients / hanseniasis, began with the construction of the leper colony Santa Marta, the preventorium Educandário Afrânio de Azevedo - object of this research - and the dispensary in 1942 in Goiânia and a dispensary in the city of Anapolis. In preventorium Educandário Afrânio de Azevedo, the internal assistance and received the necessary education to age 18 for boys and 21 for girls. The research seeks discourses built on the need for isolation of the parents in the colonies and in "preventing" the spread of leprosy / hanseniasis. The difficulties still back discrimination and prejudice that the stigma of the disease it is seen by society to this day. We expect to rescue the voices of these "segregated" have been victims of public policies that used in the work from an early age in schools of learners.
Palavras-chave: Lepra/hanseníase
Isolamento
Preventório Afrânio de Azevedo
Leprosy/Hanseniasis
Isolation
Preventive Afrânio de Azevedo
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Historia (FH)
Citação: FARIA, K. Y. S. Da dignificação dos filhos de Lázaros: um estudo sobre o Preventório Afrânio de Azevedo. Goiânia 1942-1950. 2014. 119 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4412
Data de defesa: 28-Mar-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Kalyna Ynanhiá Silva de Faria - 2014.pdf2,25 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons