Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4429
Tipo do documento: Dissertação
Título: Citotoxicidade de cimentos de ionômero de vidro com adição de nanopartículas de prata
Título(s) alternativo(s): Cytotoxicity of glass ionomer cements with addition of silver nanoparticles
Autor: Siqueira, Patrícia Correia de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1916908532016188
Primeiro orientador: Lopes, Lawrence Gonzaga
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8698234314492960
Primeiro coorientador: Estrela, Carlos
Primeiro membro da banca: Lopes, Lawrence Gonzaga
Segundo membro da banca: Decúrcio, Daniel de Almeida
Terceiro membro da banca: Silveira-Lacerda, Elisângela de Paula
Resumo: O objetivo do presente trabalho foi avaliar e comparar a citotoxicidade de dois cimentos de ionômero de vidro (CIV) indicados para forramento, sendo um convencional (GC Gold Label 1 – GC Corporation) e um modificado por resina (Vitrebond – 3M ESPE), com e sem adição de nanopartículas de prata (NAg). As NAg foram incorporadas aos materiais durante sua manipulação em duas concentrações em massa: 0,1% e 0,2%. Espécimes com dimensões padronizadas (4 x 2 mm), com e sem NAg, foram confeccionados, e para o preparo de extratos líquidos dos cimentos, os espécimes foram imersos em 400 μL de meio de cultura e incubados em estufa a 37ºC e 5% de CO2 por 48 horas. Os extratos obtidos foram incubados em contato com as células por 48 horas em estufa. Como controles negativo e positivo foram usados, respectivamente, meio de cultura e solução de NAg a 0,78% em massa. Dois testes para realizar a avaliação da viabilidade celular foram utilizados: o ensaio colorimétrico do MTT e o ensaio de Azul de Tripano. Os dados obtidos foram tabulados e submetidos à análise estatística com ANOVA e Tukey (α=0,05). Foi observada redução significativa na viabilidade celular em todos os grupos do Vitrebond (p˂0,001), em comparação ao controle negativo. Não foram observadas diferenças estaticamente significantes entre os grupos desse cimento com NAg e o grupo sem NAg (p˃0,05). Para o GC Gold Label 1, não foram observadas diferenças estaticamente significantes da viabilidade celular entre os grupos experimentais em comparação ao controle negativo (p>0,05). Também não houve diferença significante entre os grupos com NAg e sem NAg (p>0,05). No controle positivo observou-se redução significante da viabilidade celular (p˂0,001). Pela metodologia empregada, concluiu-se que as NAg não influenciaram na citotoxicidade dos CIVs avaliados.
Abstract: The aim of this study was to evaluate and compare the cytotoxicity of two glass ionomer cements (GIC), a conventional (GC Gold Label 1 – GC Corporation) and a resin modified (Vitrebond – 3M ESPE), both indicated for lining, with and without addition of silver nanoparticles (NAg). The NAg were incorporated at the materials in two different concentrations by weight: 0.1% and 0.2%. Specimens with standardized dimensions (4 x 2 mm) were prepared, and for preparing liquid extracts of the cements, the specimens were immersed in 400 μL of culture medium and incubated at 37°C and 5% CO2 for 48 hours. The extracts obtained were incubated in contact with cells for 48 hours. As negative and positive controls were used respectively culture medium and solution of NAg at 0.78% by weight. To evaluate cellular viability, MTT and Trypan Blue assays were used. Data were subjected to statistical analysis with ANOVA and Tukey (α=0.05). Significant decrease in cell viability was observed in all groups of Vitrebond (p˂0.001) compared to negative control. There were no statistically significant differences between the groups of this cement with and without NAg (p˃0.05). For GC Gold Label 1, no statistically significant differences were observed in cell viability between any of the groups compared with the negative control (p>0.05). There was also no difference between the groups with and without NAg (p>0.05). The positive control showed significant reduction in cell viability (p˂0.001). It is concluded that the NAg did not influence on cytotoxicity of GICs evaluated.
Palavras-chave: Cimentos de ionômeros de vidro
Citotoxicidade
Técnicas de cultura de células
Nanotecnologia
Nanopartículas metálicas
Glass ionomer cements
Cytotoxicity
Cell culture techniques
Nanotechnology
Metal nanoparticles
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Odontologia - FO (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Odontologia (FO)
Citação: SIQUEIRA, P. C. Citotoxicidade de cimentos de ionômero de vidro com adição de nanopartículas de prata. 2014. 69 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4429
Data de defesa: 3-Fev-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Odontologia (FO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Patrícia Correia de Siqueira - 2014.pdf1,5 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons