Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4488
Tipo do documento: Dissertação
Título: Organum: a escritura musical em “Pentágono de Hahn” de Osman Lins
Título(s) alternativo(s): Organum: a musical work in "Pentagon Hahn" Osman Lins
Autor: Borges, Poliana Queiroz
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4740588072524383
Primeiro orientador: Regino, Sueli Maria de Oliveira
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3186429609050801
Resumo: O objetivo deste estudo é analisar as correspondências musicais em “Pentágono de Hahn”, terceira narrativa de Nove, novena (1966), de Osman Lins. Esta obra da fase de transição do autor, apresenta diversas inovações poéticas, como a utilização dos sinais impronunciáveis, que instauram um silêncio cheio de significações. Considerá-los uma representação estilizada das figuras musicais já consagradas na escrita musical foi demasiado pouco para a tentativa de aproximação das duas linguagens artísticas, a musical e a literária. A proposta se tornou efetivamente possível aproximando os parâmetros musicais das características das personagens e de seus respectivos campos semânticos. Para a configuração do que se chamou “partitura literária”, a primeira parte dessa dissertação foi dedicada à configuração do espaço, o pentágono. Essa figura geométrica suscitou diversas representações simbólicas e também musicais, constituindo o pentagrama ou a pauta onde são escritas as composições. O conceito de paisagem sonora foi agregado à constituição do espaço, ampliando as possibilidades musicais no texto literário. O organum como manifestação da polifonia, foi composto pelas cinco vozes narrativas, em equivalência com os “movimentos” de uma composição musical. Para a análise das personagens, além das equivalências musicais, foram utilizadas referências no campo da hermenêutica simbólica, por via dos elementos observados no texto. A questão do silêncio retorna quando da análise da personagem título, pois a condição animal de Hahn, também é um impedimento para sua elocução. Como última aproximação entre as artes, observou-se a semelhança da técnica de composição musical denominada fuga com a estrutura da obra, sugerido a ideia de uma transcrição musical para a o texto literário. Para o desenvolvimento deste estudo, apoiamo-nos nas considerações de Mario Praz, Étienne Souriau e G.E. Lessing, no que diz respeito à correspondência entre as artes. Para as análises das imagens simbólicas recorremos às reflexões de Mircea Eliade, Gaston Bachelard e Joseph Campbell. Empreendendo uma incursão pelo texto em busca da intencionalidade do autor em redimensionar sua poética, pretendemos contribuir com novas abordagens acerca das múltiplas técnicas utilizadas por Lins na intenção de alcançar a plenitude de sua escrita.
Abstract: The objective of this study is to analyze the musical correspondences in "Hahn's Pentagon," the third narrative of Nove, Novena (1966), by Osman Lins. This work from the author's transitional phase, introduces several poetic innovations such as the use of unpronounceable signs, that establishes a silence full of meaning. Consider them a stylized representation of the musical figures already established in the musical writing, too little for the attempted approximation of the two artistic languages, the musical and the literary. The proposal became effectively possible by approaching the musical parameters of the characteristics of the characters and their respective semantic fields. For the configuration of what is called "literary score", the first part of this dissertation is dedicated to the configuration of the space, the pentagon. This geometric figure revealed several symbolic and also musical representations, constituting the pentagram or the stave where the compositions are written. The concept of soundscape was added to the constitution of space, expanding the musical possibilities in the literary text. The organum as a manifestation of polyphony, was composed by five narrative voices in equivalence with the "movements" of a musical composition. For the analysis of the characters, besides the musical equivalents, references were used from the field of symbolic hermeneutics, through the elements observed in the text. The question of silence returns when we analyze the title character, because the animal condition of Hahn, is also an impediment to his speech. As a final approximation between the arts, we notice the similarity of the musical composition technique called fugue with the structure of the work, indicating the idea of a musical transcription for the literary text. In developing this study, we base ourselves on the considerations of Mario Praz, Etienne Souriau and GE Lessing, with regard to the correspondence between the arts. For the symbolic image analysis we make use of the reflections of Mircea Eliade, Gaston Bachelard and Joseph Campbell. Undertaking an incursion through the text in search of the author's intent in redimentioning his poetics, we intend to contribute with new approaches to the multiple techniques used by Lins, with the intention to attain the fullness of his writing.
Palavras-chave: Osman Lins
Pentágono de Hahn
Correspondência entreartes
Música
Hermenêutica simbólica
Osman Lins
Hahn's Pentagon
Correspondence between the arts
Music
Symbolic hermeneutics
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Letras - FL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL)
Citação: BORGES, P. Q. Organum: a escritura musical em “Pentágono de Hahn” de Osman Lins. 2015. 89 f. Dissertação (Mestrado Letras e Linguística) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4488
Data de defesa: 23-Fev-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras e Linguística (FL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Poliana Queiroz Borges - 2015.pdf1,68 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons