Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4551
Tipo do documento: Dissertação
Título: As linguagens presentes nas místicas do MST no processo formativo da militância orgânica
Título(s) alternativo(s): The language present in the mystics of MST during the formative process of organic militancy
Autor: Pereira, Antonio de Jesus
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/7465594050691674
Primeiro orientador: Corte Real, Márcio Penna
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1976193858153118
Primeiro membro da banca: Corte Real, Marcio Penna
Segundo membro da banca: Villas Bôas, Rafael Litvin
Terceiro membro da banca: Corrêa Júnior, Sebastião Rios
Quarto membro da banca: Ribeiro, Núbia Ferreira
Resumo: Nesta dissertação realizou-se uma análise das místicas do MST. Buscou-se identificar os enunciados que circulam nas místicas do movimento para saber até que ponto podem potencializar o processo formativo da militância orgânica. Identificou-se elementos que contribuem para as manifestações das místicas, os quais permitiram que as mesmas fossem analisadas na perspectiva teórica das performances culturais. Para tanto, realizou-se uma etnografia da mística dos sem-terra a partir de uma descrição densa, apoiada na ideia de Clifford Geertz. A pesquisa que resultou nesta dissertação foi realizada no Estado do Pará e a proposta foi realizar um trabalho com a militância do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). A escolha do Pará se justifica no fato de que este é um lugar de grandes conflitos entre trabalhadores sem-terra e fazendeiros. Foram adotados os seguintes procedimentos metodológicos: registro através do caderno de campo, observações, entrevistas e gravações. Efetivou-se a pesquisa nos principais espaços de formação dos militantes do MST, tais como: reuniões, associações, assembleias e escolas. Ao longo deste trabalho foram realizadas nove entrevistas com os militantes do movimento. A partir deste percurso, conclui-se que os sujeitos sem-terra se constituem, por meio dos rituais e das atividades sociais do MST, como atores sociais que incorporam experiências de luta. Neste processo constituem, ainda, a capacidade de sistematizar suas vivências através da linguagem poética, corporal, imagética e simbólica que permeia as místicas do movimento.
Abstract: An analysis of the mystics of the MST (movement of the landless workers) has been conducted in this dissertation. An attempt has been made to identify the enunciations that circulate around the mystics of the movement in order to find out to what extent they can enhance the potential of the formative process of its organic militancy. The elements which contribute to the manifestations of the mystics and which allow for them to be analyzed, in the perspective of the cultural performances, have been identified. For that means we have conducted a dense description ethnography of the mystics of the landless workers, supported by the idea of Clifford Geertz. The research that resulted in this dissertation was done in the state of Pará, and the purpose was to accomplish a work with the militancy of the movement of the rural landless workers (MST). Pará was chosen because it is a place of serious conflicts between landless workers and farmers. The following methodological procedures were adopted: record on field notebooks, observations, interviews and sound recordings. The research was conducted in the main formation spaces of the militants of the MST, such as: meetings, associations, assemblies and schools. Nine interviews with the militants have been conducted. From this trajectory we come to the conclusion that the landless workers constitute themselves by means of rituals and of the social activities of the MST, as social actors that incorporate experiences of struggle. In face of that they have constituted a capacity of systematizing their experience through poetic, body, imagistic and symbolic language that permeate the mystics of the movement.
Palavras-chave: Mística do MST
Linguagens
Formação
Performance cultural
Mystics of the MST
Language
Formation
Cultural performance
Área(s) do CNPq: GEOGRAFIA HUMANA::GEOGRAFIA AGRARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Música e Artes Cênicas - EMAC (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Performance Cultural (EMAC)
Citação: PEREIRA, Antonio de Jesus. As linguagens presentes nas místicas do MST no processo formativo da militância orgânica. 2014. 162 f. Dissertação (Mestrado em Performance Cultural) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4551
Data de defesa: 24-Nov-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Performances Culturais (EMAC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Antonio de Jesus Pereira - 2014.pdf1,82 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons