Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4680
Tipo do documento: Dissertação
Título: Senhora de bens: famílias, negócios e patrimônios administrados por mulheres no sertão dos Guayazes – 1760- 1840
Título(s) alternativo(s): Lady uppers: families, businesses and assets managed by women in the backwoods of Guayazes - 1760 - 1840
Autor: Pereira, Gabriel da Silva
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5487422245946651
Primeiro orientador: Moraes, Cristina de Cássia Pereira
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1005102348535090
Primeiro membro da banca: Moraes, Cristina de Cássia Pereira
Segundo membro da banca: Sanglard, Gisele Porto
Terceiro membro da banca: Freitas, Lena Castelo Branco F. de
Quarto membro da banca: Machado, Vilma de Fatima
Resumo: A dissertação que ora é apresentada objetiva resgatar os grupos femininos que buscavam o prestígio, o enriquecimento e o poder em Goiás, ao longo do setecentos. Para alcançarmos as histórias de suas integrantes, procuramos nas fontes as circunstâncias que indicassem a possibilidade de algum tipo de relação consensual – como o concubinato – e não apenas os casos em que ela, de fato, ocorreu. Com base nesse critério, nosso olhar foi direcionado às situações de viuvez, de fracasso do matrimônio e de solteirice. Isso nos permitiu uma abordagem mais ampla e crítica ao que é relatado pelas próprias mulheres nas fontes, uma vez que nos proporcionou relativizar a importância do matrimônio nessa sociedade, bem como, destacar os cenários de autonomia, de construção e afirmação de suas identidades e poderes, além de suas estratégias de sociabilidades. As situações de famílias possíveis oportunizaram-nos descobrir um grupo de poder, composto por mulheres autônomas e capazes, que ansiavam por distinção social, preservação da honra, enriquecimento e aumento de seus patrimônios, caracterizando uma nobreza peculiar da região de Goiás, a nobreza de aluvião, ou seja, uma riqueza aparente, de superfície como o cascalho, areia, lodo e matérias orgânicas e inorgânicas deixado pelas águas. Em Goiás, durante o século XVIII, inserir-se nesta categoria de nobreza constituía-se em desejo de homens e mulheres que, por meio de seus ofícios e relações sociais, acumulavam riquezas, ampliando, assim, seus patrimônios e cabedais, diferenciando-se da maior parte de seus conterrâneos, devido à aquisição de títulos honoríficos ou, simplesmente, ao poder social e de influência que advém do enriquecimento. Neste sentido, as tramas da sociedade mineradora goiana denotam a trajetória de várias personagens que vivenciaram essa busca, essa vontade de se enriquecer – e seu alcance de fato – num contexto de conquista, caracterizado por realidades adversas e, muitas vezes, marcado pelos conflitos de poder e violência.
Abstract: The thesis that’s presented aims to revive women's groups seeking prestige, enrichment and power in Goiás, along the eighteenth century. We look at the sources the circumstances indicating the possibility of some form of consensual relationship to achieve the stories of their members, not only the relations in which concubinage actually happened. With this criterion, our eyes were directed to cases of widowhood, failure of marriage and singleness. This allowed us a more critical approach about what is reported by the women in the sources, because provided us relativize the importance of marriage in this society, and also highlight the scenarios of autonomy, construction and affirmation of their identities and powers and also their strategies sociability. Situations of "possible families" allowed to discover a group of power, with the presence of autonomous and capable women, who wished for social distinction, honor preservation, enrichment and increase their wealth, characterizing an peculiar nobility from Goiás, the alluvium nobility, which means a apparent wealth, surface such as gravel, sand, silt, and organic and inorganic materials left by the waters. In Goiás, during the eighteenth century, to enter into this category of nobility constituted in desire of men and women who, through their occupations and social relationships, accumulating richness, expanding their wealth and uppers, differing from most of his countrymen, because of the acquisition of honorifics or social power and influence that comes from the enrichment. This means that the in the mines from Goiás, we see the trajectory of several people who lived in this search, the desire to enrich themselves in a context of conquest, characterized by hostile realities, often marked by power struggles and violence.
Palavras-chave: Mulheres
Administração
Bens
Poder
Nobreza de aluvião
Women
Administration
Property
Power
Alluvium nobility
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de História - FH (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Historia (FH)
Citação: PEREIRA, G. S. Senhora de bens: famílias, negócios e patrimônios administrados por mulheres no sertão dos Guayazes – 1760- 1840. 2013. 139 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4680
Data de defesa: 31-Jul-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em História (FH)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Gabriel da Silva Pereira - 2013.pdf1,75 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons