Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4715
Tipo do documento: Tese
Título: Capacidade de suporte de cursos d’água urbanos sob a perspectiva técnica e epistemológica da engenharia
Título(s) alternativo(s): Support capacity of urban water streams under the technical and epistemological perspectlve of engineering
Autor: Rios, Fernanda Posch
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/5249344895187852
Primeiro orientador: Formiga, Klebber Teodomiro Martins
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/0787413754235970
Primeiro coorientador: Echeverría, Agustina Rosa
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/5515276044247189
Resumo: O estudo sobre a capacidade de suporte de córregos urbanos foi iniciado com uma abordagem técnica para a formulação de uma metodologia capaz de determinar a capacidade de suporte de córregos urbanos sujeitos a processos erosivos, embasada na identificação da vazão máxima limite, sem extravasamento do canal, como parâmetro determinante da tensão de arraste e dos processos de produção, transporte e deposição de sedimentos. Durante a primeira etapa de trabalho de campo, definiu-se um trecho longitudinal do Córrego Samambaia, localizado na Cidade de Goiânia, Capital do Estado de Goiás, Brasil, para se coletar amostras de solos, realizar ensaios de infiltração e monitorar a variação de nível de água, com o equipamento HOBO U20. A etapa de laboratório constituiu-se da realização de ensaios de caracterização física do solo e de simulação de escoamento superficial com o uso do Aparelho de Inderbitzen, para se determinar as taxas de produção de sedimentos. As informações conseguidas nessas duas fases, somadas aos dados provenientes do levantamento batimétrico das seções transversais, e plani-altimétrico das margens e áreas adjacentes do referido canal, foram utilizadas como parâmetros de entrada para a simulação, realizada com o uso do modelo 1D Hydrologic Engineering Center – River Analysis System (HEC-RAS), versão 4.1, de modo a se conhecer a capacidade de suporte do Córrego Samambaia. A análise desses dados fez surgir uma nova problemática: os impactos socioambientais provocados pelas atividades da Engenharia Civil, que acendeu uma reflexão epistemológica, extrapolando o enfoque, exclusivamente técnico, sobre as interações entre o Engenheiro Civil o ambiente, em busca de indícios de uma possível mudança para um paradigma que venha colaborar com a redução da vulnerabilidade socioambiental urbana. Desse modo, foram realizadas pesquisas qualitativas, por meio de entrevistas semiestruturadas com um universo amostral constituído por profissionais atuantes na Engenharia Civil e, ao mesmo tempo, docentes de instituições federais de ensino superior, formadoras de novos profissionais desta área. A análise dos dados foi referenciada, principalmente, nas obras de Tomas Kuhn e, como instrumento de análise foi empregado o software Web Qualitative Data Analysis (WebQDA), por favorecer a organização dos dados e o processo de categorização. Os resultados indicaram que o atual modelo adotado pela Engenharia Civil não é capaz de, simultaneamente, atender a expectativa da população, com relação às melhores condições de vida no meio urbano, e responder, de forma positiva, os desafios socioambientais. Concluimos que os conflitos, perante os desafios ambientais, constituem-se indicadores do surgimento de anomalias, no entanto, não há, ainda, a configuração de uma crise paradigmática.
Abstract: The study began with a technical approach to the development of a methodology to determine the support capacity of urban streams exposed to erosion, based on the identification of the maximum limit flow, without the channel overflowing, as determining factor of drag stress and of processes of production, transport and deposition of sediments. During the first field work stage, we defined a longitudinal section of the Samambaia Stream, located in the city of Goiânia, Goiás State Capital, Brazil, to collect soil samples, perform infiltration tests and monitor the level of variation water, with the HOBO U20 equipment. The laboratory stage consisted of testing of physical characterization of soil and runoff simulation using the Inderbitzen apparatus, to determine sediment production rate. The information obtained in these two phases, together with the data coming from the bathymetric surveys of the cross sections and the topographic survey of margins and of the adjacent areas of said channel have been used as input parameters for the simulation performed with the use of the 1D model Hydrologic Engineering Center - River Analysis System (HEC-RAS), version 4.1, in order to know the support capacity of the Samambaia stream. Then was included in the research problem, an argument involving the social and environmental impacts caused by the activities of Civil Engineering, performing an epistemological reflection, extrapolating the focus exclusively technical, to the assimilation of new insights into the interactions between the Civil Engineer and nature, looking for evidence of a possible change to a paradigm that will contribute to the reduction of urban environmental vulnerability. Thus, qualitative research was carried out through semi-structured interviews with sample composed by by professionals working in the Engineering Civil and at the same time, teachers of federal institutions of higher education, forming new professionals in this area. Data analysis was referenced, especially in the works of Thomas Kuhn and also used the software Web Qualitative Data Analysis (WebQDA), by favoring the structuring and the categorization process. The results indicated that the current model adopted by the Civil Engineering is unable to simultaneously meet the expectation of the population, in relation to better living conditions in urban areas, and respond positively to social and environmental challenges. Up until today, conflicts in face of these challenges, constitute indicators of the appearing of anomalies, however, there isn’t a setup for a paradigmatic crisis.
Palavras-chave: HEC-RAS
Inderbitzen
Paradigma
Processos erosivos
WebQDA.
HEC-RAS
Inderbitzen
Paradigm
Erosion
Área(s) do CNPq: ENGENHARIA DE AGUA E SOLO::CONSERVACAO DE SOLO E AGUA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG)
Citação: RIOS, F. P. Capacidade de suporte de cursos d’água urbanos sob a perspectiva técnica e epistemológica da engenharia. 2015. 105 f. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4715
Data de defesa: 20-Mar-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciências Ambientais (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - FERNANDA POSCH CIAMB - 2015.pdf5,31 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons