Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4717
Tipo do documento: Dissertação
Título: Juventude estudantil e as representações sociais da escola e de seu vínculo com o trabalho: o caso do ensino médio na região administrativa do Gama-DF
Título(s) alternativo(s): Student youth and social representations of the school and its link to the work: the case of high school in administrative region o Gama-DF
Autor: Silva, Maciel Pereira da
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6081528592835697
Primeiro orientador: Chaveiro, Eguimar Felício
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/9540141505352914
Primeiro membro da banca: Chaveiro, Eguimar Felício
Segundo membro da banca: Cavalcanti, Lana de Souza
Terceiro membro da banca: Lima, Angelita Pereira de
Quarto membro da banca: Silva, Valéria Cristina Pereira da
Quinto membro da banca: Stacciarini, José Henrique Rodrigues
Resumo: A pesquisa, aqui apresentada, objetiva compreender as representações sociais da juventude estudantil a respeito da escola e de seu vínculo com o trabalho formal. Os sujeitos da pesquisa são compostos por estudantes da 3ª (terceira) série do ensino médio regular das escolas da rede pública de ensino na Região Administrativa do Gama-DF. Justifica-se este estudo por meio de resultados, de pesquisas recentes, que têm apontado um crescente processo de fragilização da escola brasileira enquanto elemento que medeia a inserção ao trabalho formal. O processo de reestruturação produtiva do capital, que passou a ser realidade no Brasil a partir da década de 1980, provocou mudanças no âmbito do processo produtivo que, por consequência, impactaram negativamente a vida do trabalhador. Destaca-se, nesse cenário de mudanças no mundo laboral, a inserção da tecnologia no espaço produtivo. O desemprego estrutural foi o primeiro e mais imediato impacto sofrido pelos trabalhadores. Além do desemprego estrutural, procedeu-se, a partir daquele momento, a uma tendência evolutiva e generalizada no processo de precarização do trabalho. As mudanças no processo produtivo exigiram, também, um novo tipo de trabalhador, que deveria possuir uma formação baseada na polivalência e flexibilidade. Assim, a escola, atenta aos ditames do capital, passou, a partir da segunda metade da década de 1990, a oferecer, aos estudantes, um novo modelo formativo, baseado no domínio dos conceitos gerais e abstratos. Porém, nesse novo contexto, as diferenças com relação ao padrão de acumulação anterior não se resumem à exigência de um novo modelo de formação do trabalhador. Na fase áurea do fordismo, que antecedeu ao processo de reestruturação produtiva do capital, a relação da escola com o trabalho era mediada pelo Estado que, sustentado pela ideologia do projeto de “nacional desenvolvimentismo”, visava dar sustentação a um mercado que caminhava em direção ao pleno emprego. Havia, portanto, o empenho do Estado em garantir emprego para aqueles que estudavam. Na realidade contemporânea, mantêm-se a importância da formação escolar para o acesso ao trabalho formal. Porém, nesse novo contexto, não há mais a intermediação do poder público entre a escola e o trabalho formal. A responsabilidade pela inserção ao trabalho foi transferida para o próprio trabalhador, que deve buscar adquirir as competências que o tornará empregável. Assim, a tendência é o aumento do número de trabalhadores que, embora possuam formação escolar, encontram dificuldades crescentes para inserir-se e permanecer no mercado de trabalho. Nesse contexto, o questionamento que emerge é: O que a juventude estudantil da 3ª série do ensino médio no Gama-DF busca, na formação escolar, num momento em que a escola fragiliza-se na mediação com o trabalho formal? A pesquisa foi desenvolvida, no decorrer do ano letivo de 2014, em três instituições públicas de ensino na Região Administrativa do Gama-DF: Centro de Ensino Médio 1, Centro de Ensino Médio 2 e Centro de Ensino Médio 3. Elegeu-se, para efetivação dessa pesquisa, o uso das metodologias quantitativa e qualitativa. Os instrumentos de pesquisa consistiram na aplicação de questionários e na realização de entrevistas semiestruturadas.
Abstract: The research, presented here, aims to understand the social representations of student youth about the school and its link to the formal work. The subjects of the aims are composed for students of the 3rd series of the regular high school of the network schools public education in Administrative Region of Gama-DF. This study is justified through recent research results that have shown a growing process of weakening of the Brazilian school as an element that mediates the insertion of the formal work. The restructuring process of capital, which has become reality in Brazil from the 1980s, caused changes in the production process which consequently negatively impacted the lives of workers. Stands out, in this setting of changes in the working environment, the inclusion of technology in the production space. Structural unemployment was the first and most immediate impact suffered by workers. In addition to structural unemployment, it was preceded, from that moment, an evolutionary and general trend in the labor precariousness process. The changes in the production process required, also a new type of worker, which should have a training based on versatility and flexibility. Thus, the school, attentive to the dictates of capital, decided, from the second half of the 1990s, offer the students a new training model, based on the field of general and abstract concepts. However, in this new context, the differences from the previous pattern of accumulation are not just in demand for a new worker training model. In the golden age of Fordism, which preceded the process of production of capital restructuring, the school's relationship with labor was mediated by the state, which, supported by the ideology of the project of "national developmentalism", aimed to give support to a market that walked towards full employment. There was, therefore, the commitment of the state to ensure employment for those studying. In contemporary reality, remain the importance of schooling for access to formal work. However, in this new context there is no more the intermediation of public power between the school and the formal work. The responsibility for entering the work was transferred to the worker, who should seek to acquire the skills that will make you employable. Thus, the trend is the increasing number of workers who, although they have school education, find it increasingly difficult to enter and remain in the labor market. In this context, the question that arises is: What does the student youth of the 3rd year of high school in Gama-DF search in school education at a time when the school weakens in the mediation with the formal work? The research was conducted during the 2014 school year in three teaching public institutions in Administrative Region of the Gama-DF: High School Center 1, High School Center 2 and High School Center 3. It was elected to the realization this research, the use of quantitative and qualitative methodology. The research instruments consisted of applying questionnaires and conducting structured interviews
Palavras-chave: Juventude
Escola
Trabalho
Youth
School
Work
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA)
Citação: SILVA, Maciel. Juventude estudantil e as representações sociais da escola e de seu vínculo com o trabalho: o caso do ensino médio na região administrativa do Gama-DF. 2015. 155 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4717
Data de defesa: 4-Mar-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em Geografia (IESA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Maciel Pereira da Silva - 2015.pdf4,94 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons